Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Queria ter as mãos ( e a manicure) da Fátima Bernardes!

 Categoria de post:  Vida fútil  mas nem tanto...

 

Hoje estava eu ali na minha  penosa aula  de matemática ouvindo a  Professor  J. falar sobre ‘investimentos, C.Ds, mutual funds’ e sei lá mais o quê... quando de repente me peguei observando suas mãos.   Isso mesmo. ( Apesar de tudo, eu ainda continuo ‘brasileira’ , pelo menos em alguns aspectos...lol)

 

Desde que me mudei para os E.U. , oito anos atrás,  uma das coisas que me deixa extremamente frustrada aqui é o estado das mãos das mulheres – inclusive as minhas!

A verdade é que no ‘Primeiro Mundo’ ( Sorry, mas eu continuo usando os termos antigos  ‘Primeiro’ e ‘Terceiro’ Mundo , ao  invés dos bem mais politicamente corretos ‘ País Desenvolvido’,  ‘em desenvolvimento’  ou  ‘emergente’... ),  tirando algumas poucas  milionárias , celebridades ou dondocas de carteira assinada... ,  as mãos da maioria das mulheres são  um CACO!

   Secas, prematuramente envelhecidas , raramente pintadas ( ao contrário dos pés – o que aliás, eu nunca entendi...) e quando o são,   PESSIMAMENTE !

 ( E isto se aplica tanto aos países da Europa quanto aos E.U...)

 

Vida de Primeiro Mundo é assim.  

 Nada de empregadas, faxineiras, cozinheiras de forno e fogão...

Aqui, quem quiser comer direito e não virar uma ORCA já  no seu  segundo ano de E.U.  , tem mais é que ir para a cozinha fazer sua própria comida  fresca, saudável e não engordativa.

Pra começar, na maioria dos restaurantes a comida é ruim, excessivamente salgada e servida em quantidade para alimentar um T-Rex !    Por outro lado,  comprar na rua e trazer para comer em casa também não ajuda muito – nem no seu bolso , nem na balança.

Resultado:  Você tem duas opções:  ou fica magra  e com as mãos a-ca-ba-das ( por viver na cozinha dia sim e o outro tambem...) ;  ou fica gorda , mas com suas mãos com a pele ‘direita’  ( mesmo que não esteja com as unhas feitas e pintadas...) .

 

Mas voltando à Professor  J...

Trata-se de uma senhora nos seus sessenta e poucos anos  -  e magra. ( Coisa rara por aqui...)

Sim,  pode-se dizer que Professor  J. é uma ‘americana à moda antiga’.  E , apesar de saber muito sobre matemática ( ela é formada em West Point e tem um PhD...) , suas mãos mais se parecem as de uma faxineira !

  Minha conclusão:  ela deve cozinhar para a família regularmente -  assim como eu aqui em casa.  Comida descente,  saudável , feita com legumes frescos e molhos feitos em casa...  Eis a explicação para o seu corpo direito ( em um país onde a maioria  das pessoas é OBESA...) e  suas  mãos horríveis.

 

 

Ainda na minha aula de College Math , existem pelo menos mais duas mulheres ‘velhas’ ( assim como eu , lol) ,  na faixa dos 40.     E guess what:   As duas são gordas (  grande novidade...) ,  MAS   têm as mãos ‘direitas’!  (  Não digo que sejam pintadas e bem cuidadas, como seria o caso se elas morassem no Brasil... – mas têm a pele boa, sem estar  prematuramente ressecada , enrugada ou cheia de veias.)

Ou seja:  em minha aula de matemática, as duas mulheres magras ( eu e a professora) , têm as mãos acabadas.  Já as duas gordas,  têm as mãos direitas .  

Caramba, dá até pra fazer uma fórmula :  Mulher gorda = mãos normais ;  mulher magra = mãos acabadas !

( As mocinhas de vinte e poucos  não contam pois,  com certeza, ainda não cozinham para a família - além de  ainda estarem com o tempo totalmente à  seu favor ! )

 

Quanto à  mim,    procuro fazer o que posso com minhas mãos.  

Ando sempre com um creminho na bolsa – e outro permanentemente no porta-luvas do carro. Ao fazer serviço doméstico ,  sempre uso luvas.  Mas na hora de cozinhar....Fazer o quê?  São várias as vezes que lavamos as mãos enquanto cozinhamos, cortamos os legumes, lavamos uma fruta... ( É  ou não é?) .  E a prova que  é a COZINHA o que acaba com nossas mãos, eu tenho cada vez que saio de férias e fico vários dias sem cozinhar:  a aparência de minhas mãos melhora consideravelmente!

 *Suspiro*

 

Se você ainda é uma  daquelas mulheres que tem algum talento para pintar as próprias unhas, ainda conseguirá  disfarçar o dano imposto às suas mãos por suas excursões pela cozinha. 

Infelizmente para mim,  não sou uma delas.  Meu talento como manicure é ZERO.    Portanto só o que faço é lixar e passar uma base.  ( De uns tempos pra cá comecei a pintar com uma cor clarinha, tipo cintilante,  para pelo menos fingir que passei perto de uma manicure...)

 

Aliás, as manicures por aqui são dignas de um post por si só.

A maioria é vietnamita e cada uma é pior do que a outra.  Não sabem lixar,  não sabem tirar  a cutícula e muito menos pintar.  E cobram no mínimo $20 dólares a manicure!

 

Se você é brasileira , ( mesmo que não seja rica) saiba que é muito mal acostumada em termos de manicures, cabeleireiros e empregados.  E no dia em que se mudar para o ‘Primeiro Mundo’ ( seja para trabalhar, estudar ou casar...), pode apostar que  vai se lembrar deste post.

 

Já as outras mulheres nascidas e criadas a vida toda no ‘Primeiro Mundo’ ( e portanto sem jamais terem conhecido estes serviços ótimos e baratos que gozamos no Brasil...)  vão concluir  que não passo de uma  fútil dondoca.  Que seja.

(A  verdade é que  quem viveu a vida toda comendo filé mignon , no dia que tem que comer um hamburger torce o nariz.  Já quem  foi vegetariano a vida toda,  não percebe a diferença e acha que tudo não passa de coisa de carnívoro metido a besta.)

 

Então é isso colegas.

Se algum dia  uma de vocês se mudar para  o lado de cá,  lembre-se que ,  a  menos que passe a servir sopas enlatadas Campbell's  e  coxinhas  fritas  do KFC  ( esquentadas no microondas ) ,como ‘jantar’ para sua família ( o que fatalmente  deixará você, seus filhos e seu marido com o corpo parecido com o  de uma ORCA ... )  , é bom se preparar:

Na  melhor das hipóteses ( isto é, se você viver  eternamente com um creminho dentro da bolsa e se der ao trabalho de  passar um esmalte de vez em quando...) ,  suas mãos ficarão ASSIM !     

Ou seja:  NADA,  NADA parecidas com as da Fátima Bernardes  ( só queria saber que manicure é a dela! Lol) , ou mesmo a de qualquer colega  ou conhecida sua no Brasil.

 

P.S.

Looking at the bright side... Não importa o quão horrível estejam , aqui  ninguem  repara. 

  Sem falar que  você pode  sair às ruas com seu solitário,  sem medo nem culpa...

 

 

 

 

 

sinto-me: Frustrada com minhas mãos
publicado por Pâmelli às 23:05
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

Superstições idiotas

 

Hoje recebi um e-mail de uma conhecida.

Digo , 'conhecida' porque AMIGA mesmo não costuma mandar este tipo de idiotice para os outros!

 

Ok,  o texto até que é engraçado. 

Bem , pelo menos as mulheres devem achá-lo.  Já quanto aos homens , ( e principalmente os maridos , lol)  eu não digo...

Mas enfim,  para quem tem um mínimo de senso de humor,  não deixa de ser divertido e sempre tem um fundo de verdade...  Mas o ponto  ridículo  de tudo isso é o tal da 'corrente'! 

 

Sinceramente,  pra mim não há nada mais patético ,  um maior MICO e queima-filme do que se enviar uma 'corrente' para alguem. 

Oh, OK -  se você é tão supersticioso ao ponto de acreditar nestas tolices,  então ao menos deveria mandar isto para pessoas desconhecidas!! 

Que tal abrir sua caixa de  SPAMS e mandar  para alguns daqueles nomes que você  NÃO TEM A MENOR IDÉIA DE ONDE SAÍRAM? !!

Mas é realmente muito MICO mandar isto para uma amiga  , ou mesmo uma conhecida.

E por falar nisso,  penso que esta coisa de corrente é uma coisa típica feminina.

Nunca ouvi dizer que homem fizesse esse tipo de coisa com os amigos.

Aliás, cá entre nós,  homem costuma ser bem melhor amigo de homem do que mulher de mulher -  é ou não é??

 

 

Minha teoria sobre correntes é a seguinte:  Só mesmo quem acredita nelas é que fica sujeito às suas  'punições' ,  'maldições'  e 'urucubacas' .  E outra coisa:  normalmente quem está com a vida 'mais ou menos acertada'  não costuma passá-las adiante.

Ou seja:   é uma atitude típica de LOSERS!

 

Neste caso,  a  receptora deveria mandá-la para mais 5 pessoas.  E veja  só que ridículo :  ao observar os endereços acima do e-mail recebido,   o que eu vejo?  Que a pessoa mandou , sim,  EXATAMENTE para 5 pessoas  ! -  eu sendo uma delas. 

Francamente...

 

Anyway,  o texto não deixa de ser divertido.

Então, se você fôr mulher (  pois neste caso a corrente se aplica somente à mulheres...) ,   não  fôr supersticiosa ,  puritana  NEM mau-caráter !! -   leia o texto a seguir e divirta-se com a idiotice alheia.

 

                                                 Pâmelli

 

 

 

VANTAGENS DE TER UM AMANTE...
>
> FOI PROVADO, APÓS ACOMPANHAMENTO DE VÁRIOS CASOS,
> QUE TODA MULHER PRECISA DE DOIS
> HOMENS: UM EM CASA E OUTRO FORA DE CASA.
> PARA ENTENDER, É MUITO
> SIMPLES:
>
> 1. O MARIDO
> CUIDA DA PARTE FINANCEIRA, PAGA AS CONTAS DOS FILHOS, DA
> ESPOSA E DA CASA.
>
> 2. O OUTRO
> CUIDA DE VOCÊ.
>
> 3. O MARIDO
> FALA DOS PROBLEMAS, DAS CONTAS A PAGAR, DAS DIFICULDADES DO
> DIA.
>
> 4. O OUTRO
> FALA DA SAUDADE QUE SENTIU DE VOCÊ DURANTE A SUA
> AUSÊNCIA.
>
> 5. O MARIDO
> COMPRA UMA ROUPA NOVA PARA IR A UM
>  COMPROMISSO DE TRABALHO.
>
> 6. O OUTRO
> TIRA ESSA MESMA ROUPA SÓ PRA VOCÊ.
>
> 7. O MARIDO
> DORME COM AQUELA CAMISETA VELHA E DE CUECA AS VEZES ATÉ DE
> MEIA.
>
> 8. O OUTRO
> DORME COMPLETAMENTE NU, ABRAÇADINHO A VOCÊ.
>
> 9. O MARIDO
> RECLAMA DAS COISAS QUE TEM QUE CONSERTAR EM
> CASA.
>
> 10. O OUTRO
> TE RECEBE NO APARTAMENTO ONDE TUDO FUNCIONA
> PERFEITAMENTE.
>
> 11. O MARIDO
> TELEFONA PRA CASA E FICA PERGUNTANDO O QUE TEM QUE COMPRAR
> NO SUPERMERCADO, PADARIA E ETC.
>
> 12. O OUTRO
> TELEFONA SÓ PRA DIZER QUE COMPROU UM CHAMPGNE QUE VOCÊ VAI
>  ADORAR.
>
> 13. O MARIDO
> RECLAMA DO CHEFE, DO TRABALHO, DO CANSADO DE ACORDAR
> CEDO.
>
> 14. O OUTRO
> RECLAMA A SUA AUSÊNCIA E OS DIAS QUE FICA SEM TE
> VER.
>
> 15.
> AH...ESQUECI O IMPRESCINDÍVEL...O OUTRO NUNCA VAI TOMAR
> CERVEJA COM OS AMIGOS NUMA SEXTA-FEIRA!!! - ELE ESTARÉ COM
> VOCÊ ENQUANTO O CORNO ESTA ENCHENDO A CARA COM UM MONTE DE
> MACHO DO LADO.
>
> BEM, VOCÊ VAI ME
> PERGUNTAR:
>
> - POR QUE NÃO TROCAR O
> MARIDO PELO AMANTE?
>
> PELO SIMPLES FATO DE QUE O
> AMANTE SE FOR VIVER COM VOCÊ, PASSARÁ PARA O PAPEL DE MARIDO E LOGO, LOGO,
> VOCÊ PRECISARÁ
>  ARRUMAR OUTRO.
>
> CONSELHO ÚTIL:
>
> 'NÃO SEJA EGOÍSTA
> GUARDANDO ESTE TEXTO APENAS PARA VOCÊ.
> EXISTE UMA MALDIÇÃO QUE
> CASO ELE NÃO SEJA TRANSMITIDO A PELO MENOS CINCO AMIGAS, EM 10 MINUTOS, VOCÊ
> FICARÁ SÓ'.

>
>
>
>
>
>

sinto-me: Protegida contra superstições
tags: ,
publicado por Pâmelli às 16:21
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009

Receita de bacalhau , alguem??

 

 

 

Bem,  já que o blog fica na plataforma do Sapo , em Portugal,  será que alguem poderia me mandar uma receita de bacalhau?    Algo gostoso ( é óbvio, como poderia não ser??)  e relativamente simples, já que   não quero passar dois dias internada na cozinha...lol

 

Acontece que esta semana estou sozinha aqui em casa , já que meu marido teve que viajar à Irlanda à negócios.  Esta é sua terceira vez - nas duas primeiras eu fui junto,  só que desta vez como estou no meio de 3 cursos, ficou complicado de remanejar as aulas...:-  - mas ele volta antes do dia 14 ( Dia de Valentine's :-))

 

Pois é.  Mesmo depois de 5 anos de casados,  ainda celebramos o Valentine's Day( o Dia dos Namorados)  todo ano  -  inclusive DUAS vezes por ano:  a do brasileiro ( dia 12 de junho)  e a do americano e do resto do mundo :-))) - dia 14 de fevereiro.

A única coisa é que dia 15 é TAMBEM meu aniversário! lol

 

Sendo assim ,  a 'tradição' aqui em casa é eu fazer algo 'especial'   no dia 14 ( quando todo o mundo na América sai com o namorado/marido/caso etc... para jantar fora e os restaurantes ficam cheíssimos e com 'menus especiais'  = $$$$$ ) ou sairmos para assistir a algum show...Então  no dia seguinte ( o do meu  aniversário)  costumamos ir à um de nossos  restaurantes locais preferidos .

Na verdade o  'plano'  funciona muito bem ,  já que  no dia seguinte a  Valentine's Day  acontece o contrário:  os restaurantes ficam as moscas e se pode gozar quase de um 'jantar particular' . Sem falar que  os preços despencam mais do que as Cataratas do Iguaçu! 

 

Quanto ao bacalhau ...

Isto no Texas é uma 'delicacy'  muito rara e incomum, que aliás não se come em lugar algum.

( Existe um pseudo-restaurante brasileiro in town metido a servir , entre outras coisas ,  Bobó de Camarão e Bacalhau...Mas é  realmente uma piada !) 

Contudo ,as postas do peixe importado  podem ser encontradas em um mercado local  e  eu, inclusive ,  já estou com uma caixa delas para fazer no sábado .

( Com  direito a vinho verde -  outra 'avis rara' por aqui...- e tudo!)

 

Há anos que tenho uma receita de forno  muito boa (  não sei se portuguesa original ou já 'abrasileirada' , lol  ) - feita com  azeite de oliva, batatas, cenourinhas, haricots verts, cebolinhas, azeitonas pretas  e leite de côco - Uma delícia!

Mas meu problema este ano é precisamente o LEITE DE CÔCO do Brasil,  que só pode ser encontrado na única loja de produtos brasileiros de Austin.

 

Acontece que depois da minha  patética 'entrevista' na  tal 'mercearia chique'  ( quem leu o post   'Cada macaco no seu galho ' , de 30 de janeiro ,  sabe do que estou falando...),  confesso que fiquei muito *&%$&* ! , com  a falta de consideração da dona da loja.

    Principalmente considerando que ela me conhece e tinha marcado o encontro comigo!  ( Sem falar que a loja fica lá nos cafundós dos Judas , bem ao norte da cidade , quando eu moro ( Graças a Deus ! ) perto do centro...) 

Ah,  ok,  ela tinha todo o  direito , como 'comerciante de arroz  e feijão...'   de não se interessar em vender meu livro em sua loja . ( Afinal  o livro vai ser publicado em inglês e a maioria de seus clientes são  imigrantes brasileiros ilegais ,  que trabalham principalmente entregando pizzas, lavando pratos em restaurantes e fazendo faxinas em casas particulares...- muitos inclusive falando pouquissimo inglês!)

Só não tinha o direito era de me fazer de ,  me  dando  o bolo e depois me mandar  'fazer negócios '  com a sobrinha,  em pé , ao lado do caixa ! Ora , tenha a Santa paciência. 

Realmente,  depois dessa,  eu confesso que não fico muito animada em voltar lá para comprar NADA. 

Aliás, felizmente não sou  uma destas brasileiras desterradas que 'morre de saudades das coisas do Brasil...'  - e em especial , do arroz com feijão.  ( Aqui em casa eu nunca nem cozinho feijão!)

Pra dizer a verdade,   as únicas coisas  aqui que me fazem REALMENTE  falta  são : uma boa manicure,  uma boa empregada e a praia!   LOL

Por sorte,  umas das poucas  coisas que eu  costumava  comprar  na 'mercearia chique'  eram  'pão de queijo'  e 'café brasileiro' -   por acaso , duas coisas que encontro na deli de produtos 'exóticos'  :-))  bem perto de  minha casa  ! 

  ( Ah.....Life is fair after all !  )

 

Sim,  eu tenho este defeito (  apenas UM , no meio de vários...) :  não costumo esquecer nem das desfeitas, nem  tampouco das coisas boas e gentilezas  que me fazem.

Neste ponto eu sou muito parecida com o personagem de Mr. Darcy , de 'Pride & Prejudice'  (Orgulho e Preconceito) quando ele diz :  " My good opinion once lost is lost forever!"

Não é uma qualidade, eu sei.  É mais uma espécie de ' defeito assumido' ...

 

 Enfim,  voilà o meu  'present predicament' -  como diria a velha e boa Jane Austen...:-)

 

 

 Portanto,  se alguem tiver uma receita SEM leite de côco e puder me enviar , agradeço de antemão.

Pode mandar por e-mail  até a sexta feira 13 :-))  para  pamelli@sapo.pt 

 E em último caso... Até o final da semana , corro até a maldita loja ,  entro , vou até a prateleira,  pego minhas garrafas de leite de côco,  jogo umas moedas no balcão e saio tão rápido quanto entrei!  lol

Me privar  do bacalhau no sábado é que eu não vou...

 

 

 

 

 

sinto-me: Muito prática !
publicado por Pâmelli às 17:31
link do post | Comentários | ver comentários (7) | favorito
Sábado, 15 de Novembro de 2008

A síndrome da 'Mulher-Gatos' !

 

Coisa mais esquisita...

Outro dia estava pensando que  a medida que vamos nos aproximando dos quarenta,  (  e eu já cheguei aos 42...), começamos a perceber certos 'padrões' de comportamentos entre nossos antigos amigos ou conhecidos .

 

Muitos homens desenvolvem a famosa 'crise -da meia-idade'  e começam a querer reviver uma segunda juventude -  compram um carro esporte, se separam da mulher de sua própria geração e vão a procura de uma mais nova, começam a pintar os cabelos,  passam a  frequentar lugares de gente jovem etc...etc...

 

Já com as mulheres da minha geração que acabaram sozinhas -  ou porque ficaram solteiras ou porque se divorciaram-   percebo um outro 'padrão' que está ficando cada vez mais comum:  É a mania de colecionar GATOS dentro de casa!

 

Não estou falando de pessoas solitárias  ( os 'rejects of society' ...), sem amigos ou vida social.  

Falo de pessoas como eu e você -  que trabalham,  estudam, saem para jantar fora com os amigos, vão ao cinema nos fins-de-semana, de vez em quando até  têm um  pequeno affair ...

Tambem não estou me refererindo à mulheres que têm 1, 2 ou até 3 bichanos em casa  ( as vezes um casal acaba tendo filhotes e a dona da casa simplesmente não consegue se desfazer de TODOS eles ...),   mas 5, 6 ,10 ou 23!  

Isso mesmo.   Elas existem e estão cada dia mais comuns e frequentes...

 

Imagino o que um psicólogo teria a dizer sobre isso.

Carência afetiva?  Falta de amor ( inclusive o próprio) ?  Solidão?  Desilusão amorosa? Instinto maternal frustrado?

 Só sei que é uma coisa meio  estranha e , de repente,  me dei conta que  já tenho no meu ( pequeno, diga-se de passagem...) círculo de amizades,  DOIS exemplos destes! 

Duas ex-colegas de escola - ambas mulheres inteligentes,  bem sucedidas profissionalmente, solteiras ( uma delas inclusive muito atraente e com uma vida social bastante animada) e ...CHEIAS de gatos pela casa. 

 Uma tem uma meia dúzia e a outra 7!

 

Outro dia estava conversando  justamente sobre isto  com um amigo de meu marido -  um cara boa pinta,  na faixa dos 40 e poucos ( não gay)  solteiro e com um bom emprego...Ou seja:  um cara 'altamente considerável para fins românticos ou até mais...' :-))  e achei interessante o que ele falou a respeito:

1) que estas cat ladies  são geralmente pessoas  que foram  'mal sucedidas no amor' ... e  2)  que isto é um enorme turn off   ( uma ducha fria ) para a maioria dos homens !

 

Eu tive que concordar com ele pois afinal  , observando em volta,  em geral este parece ser mesmo o caso e,  pessoalmente,  se  eu fosse um cara,  tambem não iria querer me meter com uma destas  'ladies '  :-)).   Nem mesmo por uma noite! 

Aliás,   uma coisa parece levar a outra , formando um ciclo vicioso... -  quer dizer,  os gatos  servem como  uma espécie de 'consolo'  para a vida amorosa insatisfatória  ou inexistente destas mulheres ...O que acaba por sua vez  afastando  futuros  'canditados em potencial' ,  que poderiam justamente pôr um fim à essa  penúria  amorosa!

 

 E cá entre nós,  até mesmo do ponto de vista  'da amiga' ,  confesso que desde que minhas antigas colegas  entraram nesta  onda de 'gatomania compulsiva ' ,  sinto que nossas antigas afinidades e encontros ocasionais acabaram sofrendo um considerável  baque .   

Só para se ter uma idéia,  a última vez que estive no Rio  ( em março deste ano) e tentei encontar com uma delas,  a missão tornou-se  praticamente impossível:  cada vez que tentávamos marcar algo,  um de seus gatos estava doente , tomando antibióticos e ' quase à morte', devido à algum vírus que havia contraído .  ( Depois que voltei aos E.U. fiquei sabendo que um deles  de fato morreu ...)

Quanto à outra,   a última vez que estive em sua casa em Ipanema ,  mal pude reconhecer o lugar:  a antiga casa,  outrora  lindamente decorada com tapetes persas,  abajoures Tiffany e móveis modernos e confortáveis,   estava visivelmente  empoeirada , cheia de pêlos por todos os cantos  e o pior,   cheirando à xixi e cocô  partout !   

 

E  o fenômeno  não é coisa exclusiva de Brasil não.

Aqui na América tambem há vários casos de crazy cat ladies  por aí afora.  É assustador!

 

Oh,  don't get me wrong.  Eu adoro os bichinhos -  inclusive tenho dois,   um gato  e um chiuaua  ;  o primeiro resgatado das ruas e o segundo do abrigo de animais. 

 Agora sinceramente, o que significa  toda esta  doidice  dessa mulherada ??

Para tudo há um limite!

 

 É ,  a  Síndrome da 'Mulher-Gatos'  parece ter se tornado o Viagra de muitas mulheres de meia-idade e mais um triste fenômeno da 'modernidade'. 

O que será que vai vir em seguida??

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Entre intrigada e perplexa
publicado por Pâmelli às 16:45
link do post | Comentários | favorito
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

Por que elas ficam com eles???

 

Uma coisa que eu nunca consegui entender é porque algumas muheres ficam com certos homens.

Por que permitem e aceitam  viver e se relacionar com  homens  às vezes   tão cafajestes ,  grosseiros , galinhas e desrespeitosos para com elas,  com seus amigos , familiares e conhecidos.    Verdadeiros LOSERS na vida, no trabalho, e em seus relacionamentos pessoais.  

 Por que elas  ficam com eles?   Por que se submetem a tamanho descaso, desrespeito e humilhação?  

Não entendo . Simplesmente não entendo.

 

Não estou falando de mulheres paupérrimas,  ignorantes,  empencadas de filhos e  financeiramente dependentes do marido ou companheiro , que se submetem ( por razões óbvias) à este tipo de tormento diário.

 Não estou tampouco falando de uma mulher já 'velhota'  ou pouco atraente,  casada ou namorando  com um homem  muito bonito,  jovem ou amante excepcional.

Nem mesmo estou falando de um  caso onde o homem,  apesar da personalidade 'difícil'  e da falta de sucesso profissional  ,  tem pelo menos um certo 'charme' ,  uma conversa inteligente e interessante,  enfim  uma 'personalidade cativante' !

 Não.  O tipo de caso que me intriga,  é aquele onde o homem  em questão é absolutamente ordinary  ( palavra em inglês que significa 'comum'...) ;  muitas vezes até inferior  à própria mulher  em vários  aspectos  ( físico, financeiro, intelectual...) ,  e ainda assim,  vive cantando de galo,  se achando o máximo e ainda por cima destratando e humilhando a mulher em casa e em público , a torto e a direito! 

Apesar disto, elas ficam  com eles, fingem que não ouvem suas  grosserias,  dão aquela risada sem graça como se tivessem  achado  o  infeliz comentário do sujeito  'engraçado' , abaixam a cabeça,  se calam,  olham para o lado...Aceitam e ficam. 

 

Minha mãe tem uma amiga da academia , H. , que é assim.

Trata-se de  uma senhora muito atraente,  elegante,  inteligente -  inclusive já veio até nos visitar aqui já que um de seus filhos mora em Houston aqui perto.

H. é de família riquíssima e muito bem educada.  Mora em uma cobertura maravilhosa de frente para a Praia de Ipanema. Tem uns cinquenta e poucos anos, loira, de olhos claros,  magra e  culta . 

É casada com um destes cafajestes há  mais de 30 anos.  Os dois tem 4 filhos já crescidos e casados.  O homem é um empresário bem de vida mas seu patrimônio nem chega aos pés do de sua mulher.  Trata a esposa  como lixo.  Vive tendo casos extra-conjugais. 

No entanto,  não é nem mais jovem , nem mais rico , nem mais bonito do que ela.  ( Não que isto servisse de desculpa para o seu comportamento desprezível ...) 

 

Outro dia minha mãe estava no shopping com um amigo seu e encontraram  H. e seu marido traste no cinema.  Ao passar pelos dois a caminho do banheiro feminino,  H. lhes cumprimentou ( já que são colegas de ginástica)  enquanto o marido estava  alguns metros atrás,  na fila.   Depois,  quando este  passou pelos dois ( e H. ainda não tinha retornado do toalete...)  o amigo de minha mãe  ( que é uma pessoa extremamente agradável e gentil) cumprimentou-o e acrescentou:

 

"Olá Fulano,  como vai?  Sua mulher , H. ,  acabou de passar por nós,  muito linda e elegante como sempre..."

 

E recebeu a seguinte resposta :

 

" Pois faça bom proveito! "

 

Foi desta forma que o cafajeste respondeu ao elogio que o amigo de minha mãe fez de sua mulher.  Dá para acreditar??

Agora, o que me pergunto é:  POR QUE uma mulher se sujeitaria a isso?    Sobretudo uma mulher como H.??   Neste caso nós sabemos que não é por dinheiro,  nem pelos filhos ( já crescidos e casados...), nem mesmo pelo medo da separação já que os dois chegaram a se separar durante mais de um ano e depois resolveram reatar...

O que significa isto?   Como pode uma pessoa ter tanta FALTA de auto-estima ao ponto de ficar com um traste destes???

Supondo que ela tenha sido apaixonada pelo homem no passado... Mesmo que ainda seja hoje em dia (  Como,  eu não sei !!) ....Mas onde está sua dignidade, um mínimo de amor próprio ,o  bom senso mesmo desta senhora???   Como alguem pode se permitir ser tratada desta maneira??

 

 

Outro caso  que me veio a mente aconteceu aqui mesmo nos E.U. com uma moça brasileira que conheci e com quem saí durante algum tempo. 

 

D. era uma   moça nos seus trinta e poucos anos,  nem bonita nem feia,  simpática,  inteligente , de  boa  família e bem de vida em Fortaleza .  Seus pais e irmãos todos têm curso superior, sua mãe é juíza,  sua  família possui  fazenda de búfalos no  estado do Pará ... 

 

D. conheceu seu namorado americano  quando estavam na faculdade e moravam no estado de Minnesota.  Então ele arrumou um trabalho aqui no Texas e os dois se mudaram para cá há pouco mais de 1 ano.

Encontramos algumas vezes ( apenas eu e ela) para ir à um coquetel,  fazer uma aula de aeróbica,  ir à piscina ou vir aqui em casa tomar um café.

D. era uma moça articulada, com senso de humor e extremamente produtiva .   Como não  tinha o Greencard  , já que não eram casados,  ela apenas estudava e fazia trabalhos voluntários em museus e institutos da cidade. Acredito que sua família devia lhe mandar dinheiro do Brasil já que o namorado tinha um emprego bem básico na área de informática e os dois moravam em um apartamento alugado ( coisa bem típica de americano classe média 'pobre' ,  já que assim que melhoram um pouco de vida,  imediatamente as pessoas aqui compram logo sua CASA própria...) .

 

Enfim,  volta e meia eu ouvia D. falar no tal namorado e,  para dizer a verdade,  nunca tive uma impressão muito 'animadora'  do sujeito.

Sabia que ele, apesar de estar quase com 40 anos ,  'ainda não estava animado para se casar...' - apesar disto ser o desejo explícito  de D.  ( Humph);  que era formado em 'Língua Inglesa' ,  ou seja,  Letras,  e que tinha o hábito de  'corrigí-la'  quando ela falava algo errado.

 (Até aí tudo bem , pensei.  O rapaz tinha todo o direito de não querer se casar -  ELA,  ao meu ver,  é quem não devia ficar perdendo seu tempo e o resto da juventude que ainda tinha com ele,  se isto era o que ela queria da vida... -  Por outro lado,  como professora de línguas,  eu podia até entender o fato dele não gostar de gente falando errado à sua  volta :-)) -  se bem que,  em se tratando de um estrangeiro  ( no caso ela sendo brasileira morando aqui...) isto não tinha o menor cabimento .   Aliás,  quantos AMERICANOS NATIVOS não falam mal a própria lingua!!!  

Enfim...) 

 

Então veio o feriado do Thanksgiving .  A semana do 'Carnaval ' dos americanos . :-)))

 4 dias de folga para todo o mundo.  Muita gente viaja.

Pois não é que o rapaz resolve viajar 'só com uns amigos'  , lá para os lados da Costa Oeste e DEIXA A NAMORADA AQUI ,  NO TEXAS , SOZINHA!    ( Me lembro que na ocasião eu ainda tentei convencê-la a vir para Galveston ,  ( a cidade de praia na costa do Texas...) ,  conosco.  Aquele foi o meu primeiro 'choque' . 

Contudo ela agradeceu e disse que iria passar o feriado com 'uma velha amiga que morava em Dallas... '

 

Finalmente,  depois de vários meses conheci a figura do namorado brega de minha amiga.

Marcamos de sairmos para jantar certa noite - eu , ela ,  meu marido e o tal cara.

Comida tailandesa,  a favorita de D. ,  assim como de meu marido...

 

Meu Deus,  foram poucos os jantares ( talvez 2 ou 3 ...)   tão desagradáveis que passei em TODA  minha vida!!

Desde o momento em que entramos no restaurante, o namorado de D. , sempre com a cara fechada,  foi como uma nuvem negra pairando sobre nossas cabeças, pesando o ambiente e  fechando o tempo .

 O americano era mal humorado,  feio,  mal vestido , POBRE ,  sem senso de humor,  grosso... E quantas indelicadezas lhe fez durante a hora e pouco que alí estivemos ! 

 Passou  o jantar todo corrigindo rispidamente sua pronúncia... ( E ela até tinha o inglês bem razoável ,  fluente e desenvolto , apenas com um sotaque carregado... Grande coisa ! )  Volta e meia ela lhe fazia um carinho , que ele não retribuía.  A um certo momento  ela ofereceu-lhe um pedaço do seu tira-gosto,  que ele rejeitou , empurrando sua mão para o lado de modo impaciente.  

Eu , não via a hora do jantar acabar e nós irmos embora! 

Por fim,  quando a conta chegou,  meu marido pagou nossa parte e adivinhem...

Foi D. quem puxou o cartão de crédito e pagou pelo jantar dos dois!

Sequer dividiram a conta.

 

Sinceramente naquele dia eu tive VERGONHA de ser mulher!   Vergonha de pertencer ao mesmo sexo de uma pessoa que se submete a tamanha humilhação ...  A tamanho descaso e maltrato e  POR QUE ?

Se ao menos ela estivesse acompanhada do  Reynaldo Gianecchini... :-))  Ou  de um perfeito gentleman ,  que a tratasse como uma princesa , mesmo que não tivesse vintém no bolso.   Quem sabe algum intelectual com uma conversa  fascinante ?   Até mesmo um  gigolô profissional !  

Mas bancar a conta  para sair com AQUILO - e ainda por cima sendo destratada o tempo todo!!

Até meu marido,  que é do tipo de pessoa que gosta de todo o mundo e vive encontrando 'desculpas' até para os comportamentos e atitudes mais desprezíveis dos outros, não pôde deixar de concordar comigo ao ver minha indignação.

 

Aquela foi a última vez que estive com D. 

Depois daquele dia nunca mais tive 'estômago' para sair com ela.  Eu até gostava dela mas confesso que fiquei enojada com tanta falta de auto-estima e amor próprio. Nunca mais a procurei.

 

Poucos meses depois fiquei sabendo que ela havia se mudado para a cidade de San Antonio.  Não sei se com , o sem o traste... 

 

É incrível que em pleno Século XXI ,  em cidades grandes  na América e no Brasil,    mulheres financeiramente independentes e de nível intelectual /social elevado ainda se submetam a este tipo de coisa. 

A brasileira ainda tem muito o que amadurecer e precisa aprender a se dar o devido valor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

sinto-me: Revoltada
publicado por Pâmelli às 20:32
link do post | Comentários | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Pra levantar o astral...

Dia de chuva,  cinza, chato...

O cachorro e o gato dormindo dentro de casa.  Ninguem quer sair.

Minha mãe com dôr no braço -  faz tempo que ela anda assim devido ao excesso de exercício e peso que pega na academia no Rio.  Tem feito fisioterapia mas a queda na temperatura e o tempo chuvoso não ajudam.  

 Já lhe disse que é loucura.  A carcaça depois dos 50 já não é mais a mesma... É preciso saber maneirar e como  se lê na  DESIDERATA,  "gracefully surrender the things of youth..'" 

 

Ontem ela  resolveu  ir fazer uma aula de ioga com o meu marido.  Os dois foram juntos.  Bem que estavam precisados .  Eu fui pro Hills  ( minha academia aqui) praticar um pouco de  stair master e depois nadar.

 Um pequeno detalhe :  A recepcionista da escola de ioga pensou que minha mãe era a MULHER  de meu marido!  (É que as americanas normalmente são tão ACABADAS - além de geralmente gordas...-  que costumam parecer bem mais velhas que os maridos mesmo quando são da mesma idade ou até mais jovens que eles  ! ) 

 

-E então?  -  perguntou a moça ao meu marido após a sessão  .  -  Sua mulher gostou da aula?  Ela tem muita flexibilidade...

-Gostou muito -  respondeu ele.  -  Só que ela não é  a minha mulher.  É  a minha sogra...

 

Parece até piada , se não fosse tão trágico.  Isto é a América hoje  :-(  

Alguem já foi ver WALL-E??   É perfeito.   A que ponto nosso planeta e as pessoas estão chegando! :-(( 

 

  Eis o resultado do estilo de vida  da sociedade americana contemporânea:

 

Junk food + trabalho em excesso+ sedentarismo e locomoção apenas via automóvel + TUDO feito através da Internet  (  compras,  pagamento de contas, aluguel de vídeos, muitas vezes  até sexo!! )   +desleixo com a própria aparência   =  a esposa acaba se passando pela sogra !

 

No wonder  pensarem que minha mãe era a esposa do próprio genro... Afinal ela está MUITO, MUITO bem para sua idade.

 

 Enfim,  hoje  só dei  uma aula de manhã  e à tarde vou levá-la  ao shopping para comprar sua maquiagem importada , já que aqui nos E.U. é um décimo do preço do Brasil.

Acho que depois sigo para o Hills a fim de subir mais uns degraus...:-)) ( É melhor mesmo , senão da próxima vez que formos de férias ao Brasil ,  vão pensar  que EU é que sou a sogra e ela a  nora !!!) 

Será que existe algum  lugar  no mundo onde as pessoas ainda estejam 'normais'?  Digo,  nem  excessivamente 'acabadas'  - como na América- ,  nem 'jovens'  ( esticadas, embotoxadas, siliconizadas  etc...) demais  - como no Brasil,  e mais especificamente,  no Rio de Janeiro - ?? 

Imagino que se este lugar existe , deva ser na Europa... 

 

 

 E agora, pra quem vive deprimido, reclamando da vida e  baixo astral  ( mas não é reeeeeeeealmente doente da cabeça...Digo, sofrendo de esquizofrenia, disturbio bi-polar ou coisa parecida, que no caso só pode ser tratado com  terapia e medicação adequada  ...),  aqui fica um vídeo do nosso Barry White brasileiro :-) :  Tim Maia

 

Um incentivo à ginástica, à saúde,  à praia,  ao amor e principalmente à ...VIDA !

 

 

 

sinto-me: De saída para o Hills...
publicado por Pâmelli às 17:35
link do post | Comentários | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 10 de Agosto de 2008

Yo non creo en las brujas...

 Pode até ser coincidência.

Mas,  pessoalmente,  acho que é coincidência  DEMAIS  pra ser coincidência !

 

O fato é que no dia  22 de julho escrevi um post sobre o meu chaveiro com o amuleto do olho turco , inclusive contando um pouco da  história do tal amuleto.  Como ele é popular na Turquia...As crenças de que serve para afastar olho gordo...Como ele reflete o 'mau olhado' de volta na pessoa invejosa e como,  quando isto acontece ,  ele se PARTE!

 

Pois é. 

Agora eis o que aconteceu ao meu chaveiro esta semana ...  ( dá pra ver como rachou??) -  depois de mais de um ano usando-o diariamente.  Ele simplesmente se partiu ! - assim, sem mais nem menos.  Sem ter caído no chão, batido em algum lugar...Nada.

 

Uhm....faz uns 3 dias que percebi. isso.   Então fiquei pensando...Aonde é que fui,  com quem é que estive esta semana onde poderia,  talvez, quem sabe,  ter sido 'vitima' de algum sentimento de inveja , ressentimento ou pura e simplesmente , um ataque  alheio de OLHO GORDO??

 

Isto pode não ser muito 'politicamente correto' .  Mas ser 'politicamente correta' nunca foi uma de minhas especialidades...

O fato é que há muitos anos atrás,   descobri  ( e me convenci após algumas experiências pessoais...)   que uma das coisas que as mulheres mais invejam e se ressentem nas outras mulheres ,  é a 'tendencia a não engordar...'  !  Pode parecer absurdo mas é a pura verdade.

A maioria vive brigando com a balança ,  seja  insatisfeita com o próprio peso e corpo ,   seja  'satisfeita' ,  mas  somente graças à um sacrifício e empenho DIÁRIO  em forma de dietas rigorosas, exercícios físicos...Às vezes até plásticas e outras intervenções cirúrgicas!

 

Comecei a perceber então,  que muitas mulheres ficavam incomodadas com a 'sorte' daquelas que aparentemente não viviam de dietas ( algumas inclusive comiam bem!),  não se matavam fazendo exercícios todos os dias e ainda assim,  eram magras , sem barriga ,  sem celulites  e outros problemas físicos tão frequentes em tantas mulheres...

 

Eu nunca tive tendência para  engordar. Tanto meu pai quanto minha mãe sempre foram magros . Em minha família não há ninguem obeso.  Por outro lado,  a vida toda sempre pratiquei algum tipo de  exercício físico   ( balé,  jazz, ginástica em academia...) e hoje em dia divido meu tempo  livre entre a academia , a bicicleta e a natação -  nada em excesso e mais como prazer ,  2 ou 3 vezes por semana no máximo. 

Além disso, apesar de ser uma grande gourmet -  adoro comidas finas e em especial massas...-  não tenho o hábito de  'beliscar'  durante o dia , nem de comer ou cozinhar coisas fritas.  Tambem não gosto de refrigerantes e NUNCA bebo cerveja, que simplesmente  detesto .  ( Vinho eu bebo,  pelo menos uma ou duas taças , 3 ou 4 vezes por semana , mas todo o mundo sabe que vinho não dá barriga ...)

O que quero dizer com isto é que ,  se a natureza foi generosa comigo ( já que nunca   desenvolvi a tendência a engordar...),  por outro lado,  meu estilo de vida tambem contribui bastante para o fato de ,  de fato,  eu não ser gorda!  Oras bolas -  não é nenhum

 'grande milagre' .

Mas este não é o caso de muitas mulheres -  ainda mais aqui na América.

 

Apesar disto,  muitas americanas,  mesmo gordas,  não  me parecem especialmente 'infelizes' com a sua condição.  Já  quanto às mulheres latinas...

 

O fato é que na segunda passada , quando estive na pool party de minha amiga uruguaia ( que aliás, é magra...) ,  estava rodeada de várias mulheres gordas, gordinhas ou gordonas!

Todas entre os seus trinta e poucos e quarenta e poucos anos.  TODAS latinas, incluindo uma brasileira.

Recebi  inclusive elogios de mais de uma  delas , por ser 'magra'  ( na verdade sou 'normal'  , já que sendo pequena ( 1.60m) ,  tenho apenas  8 quilos a menos que minha altura  (52kg) ...)

Me perguntaram o que eu fazia  para ter as pernas 'trabalhadas' e eu lhes disse que subia 60 andares duas vezes por semana :-))) ( 20 minutos no stair master cada vez...) , mas completei dizendo que nunca tivera a tendência a engordar...  ( Devia mais era  ter ficado calada!! ) Isto aliás,  todo o mundo deve ter percebido ao me ver  devorar as empanadas   ( que adoro!) feitas  pela dona da festa -  que , diga-se de passagem,  estavam de-li-ci-o-sas ! )

E é claro,  existe tambem o fato de meu corpo nunca  ter passado por nenhuma 'mutação indesejável'   devido à gravidez  :-)) -  mas isto não tem nada a ver com sorte , já que se trata de uma escolha  pessoal...

 

Agora,  será que tudo foi uma mera 'coincidência' ??

Dois dias depois , olho para o meu chaveiro e CRAAACCCK  -  o olho azul está partido de cabo a rabo!  ( Confesso que não notei nada no dia  da festa , nem no dia seguinte...)

 

Enfim,  caras amigas magras,  de corpo normal , sem barrigas e  livres de outros defeitos corporais muito visíveis à olho nu ...ABRAM O OLHO -  e comprem um amuleto turco o quanto antes !

Ao contrário do que se imagina,  não são somente as Gisele Bündchens ( aquelas top models,  de 1.80m , com  vinte e poucos anos, milionárias e famosas...)  da vida que sofrem com a inveja alheia.  Pode acontecer a qualquer uma de nós , por mais comum e insignificante que você seja!

Já com os homens acredito que a coisa não seja tão ruim.  Não consigo, por exemplo,  imaginar um homem 'urucubando' outro simplesmente porque este não desenvolveu,  ao longo dos anos , a mesma barriga de chope ou os 'pneus  laterais'  que ele ! Contudo,   alguns podem sempre ficar invejosos de seu sucesso profissional,   seu belo  relógio , carro ou mulher.  Portanto,  homens, por via das dúvidas,  é melhor  (just in case...)   comprar seu olhinho turco tambem! 

E não,  eu não estou ganhando nenhuma comissão para fazer propaganda do  amuleto...Nem conheço ninguem que tenha uma loja que venda este tipo de coisa.

 

Quanto à mim,  semana que vem , já estou indo para o shopping comprar um novo 'olho azul ' em forma de chaveiro.

Até lá,   vou usando  minhas pulseirinhas do Nazar Boncuk    como escudo!

 

 

 

sinto-me: Prevenida
publicado por Pâmelli às 18:09
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

O amuleto turco contra mal olhado e olho gordo...

 

Um colega aqui da blogosfera , que tem o mesmo gênero  de carro  ( e quase do mesmo ano...)  que o meu  , ficou curioso sobre o meu chaveiro .   É que os nossos são bem parecidos ,  só que o dele tem uma ovelhinha pendurada :-)) ( ele é um 'bom rapaz' ...)   ;  já eu , que sou mais do tipo 'cínica e desconfiada...'   tenho  um chaveiro com o  amuleto do 'olho turco' !

 

Pois é.   A verdade é que  as mulheres  estão muito mais sujeitas a sofrerem um ataque de 'olho gordo'  ( principalmente da parte de OUTRAS mulheres! ) do que  os homens. 

Muitas, contudo,   preferem pensar que 'não é bem assim...' 

De qualquer forma ,  seja qual fôr  a sua perspectiva,  talvez não seja má  idéia  sempre ter um olho turco por perto.  Afinal  :  'Seguro morreu de velho' !

 

 Depois de pesquisar um pouquinho mais sobre o assunto,  descobri o seguinte:

 

- O amuleto  é muito comum na Turquia e é usado em pulseiras, brincos, colares etc...

 

-Tambem costuma ser dependurado em casa,  no escritório e em carros...

 

-Deve sempre ser azul e ter a forma de um olho...

 

-O nome turco do amuleto é " nazar boncuk"  ( nazar significa 'olho gordo' )

 

Resumo:  Os turcos pensam que qualquer elogio pode incluir conscientemente ou inconscientemente um sentimento de inveja ou ressentimento.

( Já ouviu aquela   " Ah,  que vestido lindo!"  " ; ou   Que sorte !  Você não engorda mesmo , né? " ;  ou ainda :  "Vão viajar pra N.Y. ?  Que máximo! " )  Ok, algumas vezes a felicidade ou admiração do outro ( e mais especificamente da OUTRA...) pode até ser genuína.  Mas por via das dúvidas ,  mais vale  carregar seu olhinho turco à tira-colo ....Just in case.

 Enfim,  o amuleto do mal olhado reflete o mal olhado na pessoa que o enviou.  Daí que, se aparecer rachado ,  significa que funcionou e protegeu seu portador do olho gordo do outro !

 

O olho turco ( as vezes chamado de olho grego...) é comum em vários países  além da Turquia -  inclusive nos E.U. e no Brasil.  No shopping aqui perto de casa  , por exemplo , tem um stand só de objetos turcos ( almofadas, bijuterias , xales e , é claro,  o olho turco!!) 

  Pra dizer a verdade,  não vejo muitas americanas usando o amuleto-  será porque são mais crédulas ou menos invejosas que as mulheres latinas??  Duvido.  Mulher é mulher em qualquer parte do mundo...

 

 No  Brasil  temos vários tipos de amuletos -  a maioria deles de origem na cultura africana.   Os balangandãs ,   por exemplo, são um conjunto de miniaturas em ouro e prata de campainhas, figas, corações, chaves,  frutos, conchas etc...Tudo preso em uma argola de metal.

 Existem ainda as figas soltas, os pés-de-coelho,  as  fitas do Bonfim,  os crucifixos,  os  trevos de quatro folhas etc.. etc... A lista é infindável.

 

  Quanto ao olho turco... Aqui em casa eu tenho dois:  um , pendurado no nosso rack de  C.D. s  na  sala...    

 

 

E o outro no meu chaveiro! 

 

Como é mesmo aquele ditado em espanhol? 

  "Yo non creo en  las brujas...pero  que las hay  las hay ..." 

 

 

 

sinto-me: cautelosa
publicado por Pâmelli às 16:34
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Love, passion, Piazzolla and Tango!

 

Há dois shows que assistí na vida e que nunca me esqueci:  um foi o de Tom Jobim e sua Banda Nova no Mosteiro dos Jerónimos em 1992;  o outro foi o de Astor Piazzolla e seu quinteto na Sala Cecília Meireles no Rio de Janeiro há bem uns vinte anos!!

 

Até então eu nunca tinha ouvido falar em Piazzolla. Foi uma amiga de escola,  chilena , filha de argentinos,  quem me convidou para acompanhá-la com seus pais ao show do velho mestre , o criador do Tango Nuevo.

 Adorei!  Até hoje quando ouço Piazzolla - e especialmente 'Adios Nonino'  - fico arrepiada.

 

Como brasileira , penso que sou o que  muitos chamariam de 'duplamente degenerada' :  primeiro porque , sendo carioca,  gosto muito de São Paulo - a cidade .   (  Pra mim é a Nova Iorque da América Latina...)   Segundo,  porque sendo  brasileira,  admiro imensamente a cultura e a classe do povo argentino ( sem falar na beleza dos homens argentinos!!). 

Basta ouvir sua música e dar uma olhadela em sua dança. 

 

No vídeo :  a  dançarina tão habillée, com seu penteado  à la Carmem,   seu sapatos de salto  e a postura impecável de bailarina... Suas costas lindamente trabalhadas e seus movimentos ultra sensuais  e sugestivos , mas sem uma gota de vulgaridade ! ( Igualzinho as dançarinas de axé,  as popozudas,  as 'mulheres melancias' ( What in HELL does that F...mean??)  ,  as 'tiazinhas'   e 'dançarinas'  do Tchan  que saem do  Brasil...  Humph.)  

Mas cala-te boca.

  Voltemos à Buenos Aires.  Quem sabe,  à uma noite em uma de suas  famosas casas de tango,  talvez degustando  um suculento filé de boi argentino :-)) acompanhado de  um bom vinho de Mendoza !  É só uma idéia...

 

Enfim,  um gostinho do que os portenhos têm a nos oferecer...

 

      

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Apaixonada por Piazzolla
publicado por Pâmelli às 14:59
link do post | Comentários | favorito
Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Dia dos namorados

 

 

12 de junho é Dia dos Namorados no Brasil.

Aqui em casa sempre comemoramos este dia , assim como Valentine's Day , no 14 de fevereiro -  afinal é bom não perder o hábito de dar e ganhar presentes..hehehe..

Mas na verdade sempre suspeitei desta data brasileira , que é diferente da do resto do mundo.

Uhmmmm....afinal o dia de Valentine's é justamente em fevereiro ,  mês do Carnaval!   E como muitos homens brasileiros adoram justamente 'sumir' durante esta época  do ano para poder  melhor cair na gandaia...Por que não mudar a data para outro mês??!

A explicação oficial  para  a escolha do  12 de junho   é que é  '  véspera de dia de Santo Antônio  -  13 de junho...'    ( Me engana , que eu gosto!! )    -  e o tal santo tem  fama de 'casamenteiro' ...

 

Enfim, hoje fui encontrar meu marido no seu trabalho e fomos  celebrar o dia 12  em um restaurante de cozinha 'cajun'  ou 'creole'   - isto é ,  comida típica da Louisiana e mais específicamente  de Nova Orleans...

O lugar se chama "Gumbos"  ( uma das especialidades )   e é bem típico do sul dos Estados Unidos. 

Culinária 'francesa'  , estilo caribenha:   colorida,  picante e com um ligeiro toque sofisticado.

Muito bom !

 

 

A verdade é que durante MUITOS anos eu passei estas datas sozinha.

É que sempre achei que era melhor estar sem companhia do que mal acompanhada.  Foram muitas as noites de Valentine's Day e Dia dos Namorados que passei em casa, desfrutando de um bom livro  ou surfando na internet e tendo como companheira de noite apenas minha cadelinha vira-lata,  Gubi.   Qual o problema? Não vejo nenhum.

 

Na falta de um programa romântico a dois,  o Dia dos Namorados tambem pode ser um dia de celebração do amor próprio e da auto-estima.   Ora,  se ainda não foi desta vez que ganhou um buquê de rosas perfumadas ou caixa de chocolates sortidos de seu companheiro, marido,   amor, namorado , amante ou seja lá o que fôr...por que não dar um  à si mesma?!  

Presenteie-se  neste dia !  Saia da rotina , pobre , medíocre e entediante de seu  dia a dia e faça uma 'pequena extravagância'  . 

Que tal pintar as unhas  em um salão ,  de um VERMELHO bem sensual , pra variar? 

Esqueça a sua dieta hoje e coma um pedaço de sua torta favorita ! 

Chame uma amiga , tambem solteira e 'temporariamente encalhada...' , para jantar fora!   Imagine que divertido vocês duas em um restaurante  (justo hoje!) , rodeadas de 'casaisinhos românticos'  ...:-))  Muitos vão  concluir que se trata de duas sapatonas -  o que será  apenas  MAIS  motivo  para se divertir!  

 

Se o dinheiro estiver curto (  e normalmente está...), que tal matar o trabalho ou a aula do dia e pegar uma prainha??  Ah,  é só uma vez por ano!  Tudo bem,  DUAS,  se você decidir celebrar as duas datas...

Ok ,   então uma caminhada pela orla no final do dia  , com ou sem o cachorro... Com direito a  parada para a água de côco e o amendoim!!

 Alugue um filminho gostoso no video -  de preferência um com o final bem feliz e romântico...( "Pretty Woman"? " Orgulho e Preconceito" ? " Enquanto você dormia"?  " Bridgett Jones" ? ) 

 Se fôr boa cozinheira,  que tal fazer sua pizza ou doce preferido hoje  e comê-lo diante de uma bela taça de vinho ( ou quem sabe um Prossecco??) , ao som de "Eine Kleine Nacht Musik" ? 

Parece sofisticado demais?  Pois então vá até o pagode mais próximo ou assista ao último filme de Indiana Jones...Só não fique em casa,  deprimida,  porque está sozinha hoje à noite. Isto é que não tem NADA  a ver!!

 

Em algum lugar  existe alguem ,  especial assim como você , que você poderá  vir a encontrar  um dia.  Um amor de verdade .  Um companheiro.  

 E então vocês passarão a celebrar o Dia dos Namorados juntos dalí por diante.

 Ou não.  Mas e daí?? 

 

 De uma maneira ou de outra,  faça deste dia um dia especial e agradável para você.  Sempre.  Celebre-o  para si mesma.  Você merece.

 

             FELIZ DIA DOS NAMORADOS  à todos os casais e aos solteiros tambem!

 

 

 

 

sinto-me: Romanticamente otimista!
publicado por Pâmelli às 21:39
link do post | Comentários | favorito

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. Queria ter as mãos ( e a ...

. Superstições idiotas

. Receita de bacalhau , alg...

. A síndrome da 'Mulher-Gat...

. Por que elas ficam com el...

. Pra levantar o astral...

. Yo non creo en las brujas...

. O amuleto turco contra ma...

. Love, passion, Piazzolla ...

. Dia dos namorados

.arquivos

. Julho 2018

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds