Quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Que PORCARIA!

 

E agora  essa estória de gripe suína...

Parece que o mundo  anda realmente macumbado!

 

E eu aqui,  BEM no meio do 'foco infeccioso' - o Texas!

No wonder:  se  a coisa começou no México , os E.U. só poderiam ser os primeiros a se ferrar.  Tambem,  o número de americanos que viaja diariamente para o México é imenso ( aliás,  o México é praticamente o único país para onde o americano mediano costuma viajar....) e o número de mexicanos ( em sua maioria ilegal) que vem para os E.U. é ainda maior.  E com isso arma-se a bomba relógio...

 

Nova Iorque parece que é o estado com mais casos nos E.U.,  seguido do Texas.   ( Ah,  que ótimo...)

De fato , desde que voltei de lá ando com uma tossinha meio pentelha. 

Mas sei que não é a tal gripe pois não tenho febre, nem dor no corpo, nem qualquer outro sintoma.  Aliás ontem estive no Hills e subi meus 60 andares no stair master . Na verdade estou convencida que a culpa foi do casaco que levei na viagem:  leve e fino demais ainda para esta época do ano...

Mas tenho uma tia idosa que está de viagem por lá justo nestes dias.  Péssimo timing

 

 

Ei, quantas vezes  por dia  você lava as mãos ??

Supostamente quanto mais , melhor.  ( Mas isto  tambem é ótimo pra ressecar as mãos!  O jeito é andar sempre com um creminho na bolsa...)

Evite de cumprimentar as pessoas com beijinhos e abraços.  ( Sorte daqueles povos do norte da Europa , que já não tem esse hábito meio sub-desenvolvido  mesmo,  e portanto ninguem vai estranhar...:-))

E finalmente,  evite  de ficar perto das pessoas que estiverem espirrando e tossindo!

Eis algumas das recomendações que lí hoje no site da CNN onde há algumas dicas de 'como lidar  e evitar de pegar a gripe suína...'

 

Mas e se houver realmente uma pandemia -  o que fazer?  Fugir pra onde??

Na Europa não há mais emprego pra ninguem . No Brasil é bala perdida e assalto  a torto e a direito ( a menos que você se enfurne em alguma cidadezinha pacata no interior ...). Nos Estados Unidos é GRIPE SUÍNA no couro!  YEHEII!!

 

Não sei porque ,mas a cada dia que passa , a frase de Robert Downey Jr. no desenho 'The Scanner Darkly'  insiste  em voltar a minha cabeça:

"This is a world getting progressively worse .  Can we not agree on that??'

 

Alguem por acaso tem uma pastilhinha de cianureto por aí? 

 

 

 

sinto-me: Enervada
publicado por Pâmelli às 17:40
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

O magnífico Metropolitan de N. Y.

 

 

Então após deixar o Frick Collection,  pela altura da rua 70,  continuei ao longo da Quinta Avenida durante mais umas 12 quadras, até a rua 82 , onde fica o Metropolitan Museum of Art.

 

Eu  já  tinha caminhado  perto de  40 quadras ( já que nosso hotelzinho ficava na rua 46...)  ,  era quase uma hora da tarde e eu precisava urgentemente de uma PAUSA!   Precisava repôr algumas calorias ,  descansar um pouco os pés e as pernas ...  Foi então  que lembrei de minha última ida ao Met , dois anos antes,  e de seu ótimo restaurante!  lol

Uma dica:  Quando fôr ao Museu do Metropolitan,  a menos que esteja  realmente contando os centavos na carteira ou empencado com a família inteira ( incluindo as crianças),  NÃO coma na cafeteria! 

Ao invés disso , siga para o restaurante  todo envidraçado,  com vista para o Central Park !    O serviço é excelente, o  cardápio  à la carte é variado ( Uma entrada, taça de vinho e prato principal lhe custará entre 30 e 40 dólares...)  e isto lhe proporcionará todo o descanso e a energia necessária para depois poder apreciar  devidamente toda a riqueza cultural que aquele museu  fantástico tem a lhe oferecer!

 

Portanto  foi  para lá  que eu segui  assim que comprei minha entrada .

Tive de esperar cerca de meia hora na fila e acabei  conhecendo uma senhora de Connecticut que,  naquele dia ,  tambem estava visitando o museu por conta própria .  Resolvemos almoçar juntas e dividirmos  uma pequena mesa para dois , desta forma ganhando  tempo.

 

A primeira vez que estive no Met,  em 2007,  passei  literalmente o dia todo alí. lol

Apesar disto,  só pude conhecer a parte do Egito, Grécia e Roma Antiga ( que  é  absolutamente fantástica !  -  em especial o do Egito antigo...)

Muitas pessoas querem ver MUITO em um único dia ou em poucas horas , mas não creio que isto seja uma boa idéia.   O melhor, penso,  é escolher um ou dois setores do museu que  REALMENTE lhe interessam  e se concentrar neles.  Arte Americana,  Africana, Medieval, Bizantina, Grega, Romana,  Egípcia, Européia...É só escolher.

Desta vez,  apesar de ter acabado de sair do Frick ( que possui principalmente arte européia ) foi novamente para este setor do Met que eu resolvi seguir.

 

Eis alguns dos meus 'momentos mais inspiradores '  por lá  :-)

 

1)

A morte de Sócrates , por Jacques-Louis David , francês , Século 18 

 

2)  

 Vermeer,  pintor holandês ,  Século 17

 

3)

 Bruegel e suas famosas cenas de camponeses,  holandês  , Século 16

 

4)

Gainsborough , pintor inglês , Século 18

 

5)

 Goya,  espanhol,  Século 19

 

6)

Outro Vermeer...

Alguem assistiu ao filme ' The Girl with the pearl earring'  ( A moça com o brinco de pérola?)  , com Scarlett Johansson??

Eu diria que foi este o quadro que inspirou o livro,  que depois virou filme...:-)

 

7) 

 Gostei demais deste Cristo , de Zurbarán...

Pintor espanhol , século 17

 

8)

E que tal este lindo Frans Hals?   (Holandês, 'Século 17)

 

 

 ( O Hall de entrada do museu, visto do segundo andar)

 

 

Afinal,  vale ou não a pena passar um dia inteiro no Met? lol

 

Pessoalmente,   não trocaria isto por nenhuma Bloomingdale's,  Macy's  ou Saks da vida...

 

sinto-me: Inspirada
publicado por Pâmelli às 19:40
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Café brasileiro - uma avis rara na América...

 

 

 
Durante toda essa maratona de trabalho intenso durante vários dias,
a palavra que me veio a cabeça com mais frequencia foi: CAFÉ!
Pois é. Café.
( Naturalmente , tive de tomar várias xícaras da bebida pra ficar acordada enquanto trabalhava em certos dias ' já mais pra lá do que pra cá...’ )
 
O que me fez pensar em mais uma coisa , de certo modo interessante e intrigante...
Por que será  que nos Estados Unidos simplesmente não se encontra café brasileiro nas principais lojas, supermercados, mercearias, cafés etc, das cidades...???
Realmente , não há!
 
90% do café vendido e servido na América é colombiano.
Em alguns lugares metidos a servirem ‘ótimos cafés’ , como a Starbucks, a Seattle’s Best e alguns supermercados ‘chiques’ como o Whole Foods (com vários produtos importados) , podemos até encontrar café do Equador, da Sumatra, da Guatemala, do Panamá , da Etiópia etc...
Mas do Brasil, a menos que você vá à uma loja BRASILEIRA em sua cidade , pode esquecer!
 
É claro que se você estiver em N.Y.C. ou Miami – onde há uma ENORME comunidade brasileira-  imagino que seja possível  encontrar o café do Brasil facilmente.
 Ainda  assim,  provavelmente só encontrará em uma das 'lojas brasileiras' da cidade ...
 
Já em Austin, uma cidade com mais de um milhão de habitantes e com todas as principais lojas e franquias conhecidas nos E.U. – da carésima e metidíssima Neuman Marcus,  à popular Wal-Mart, da famosa loja de lingerie Victoria Secret à brega e barata loja de roupas Ross, dos conhecidos cafés do Starbucks ao Seattles’Best e Panera , do barato supermercado HEB  ao caríssimo e exclusivo  Whole Foods ( aliás, original de Austin!) – o fato é que existe  apenas UMA  loja brasileira na cidade inteira ;  portanto o ÚNICO lugar onde se pode encontrar um pacote de café União, Pélé , do Ponto ou Melita! Humph.
 
Não sei se foi sempre assim por aqui ( digo , na América inteira, e não apenas em Austin...) , mas posso afirmar que este é o caso pelo menos nestes últimos 6 anos ( o tempo que estou aqui).
Não importa se você esteja  em uma grande cidade, uma média ou um buraco qualquer no meio do interior.  Café brasileiro simplesmente não há!
 
No entanto , está claro que não se trata de boicote contra o governo brasileiro.
Digo isso porque sei , por exemplo,  que muitas lojas por aqui vendem sapatos ‘made in Brazil’ - inclusive praticamente toda a coleção da ‘clássica’ e conhecidíssima ‘Ann Taylor’! ( Aliás, uma das minhas lojas preferidas...)
 
Minha conclusão :
Desde que os E.U. resolveram  oficialmente se aliar ao  governo colombiano ‘na guerra contra as drogas’ ( aliás, acabando com uma importante – talvez a maior!- fonte de renda e subsistência daquele país...), pelo visto tambem  resolveram prestigiar o café deles acima de qualquer outro!! Ou seja: tira-se o pão com uma mão e dá-se um biscoito com a outra.
Só pode ser essa a explicação para só se ver café colombiano em todo lugar por aqui!
 
Imagino que deva ser tambem por esta razão  que tantos lugares servem e vendem café com sabor de ‘vanilla’ , ‘hazelnut’, ‘almonds’... , quando não misturado  com chicória, como é o caso do café de New Orleans!
Afinal , não deve ser nada fácil disfarçar aquele cheiro de estrume e o gosto excessivamente amargo do pó tirado da  planta colombiana...
sinto-me: Pronta para um café!
publicado por Pâmelli às 21:13
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

É amanhã!

 

Coitado do Obama.  Bem que sua avó podia ter vivido mais uns dois dias e ter visto o neto virar Presidente ...Que pena!   Parece até uma cena Shakespeareana  ! :-(

 

Para dar sorte,  um video do imbatível Sinatra cantando 'My KInd of Town' -  Chicago .

(Afinal o Obama é senador  do Illinois e Chicago é a grande cidade  daquele estado !)  

 

Nunca estive no Illinois e nem em Chicago , mas vendo Sinatra cantando isto até me dá vontade de ir lá. 

Em dezembro vai haver um seminário sobre Jane Austen por lá.  :-)   Quem sabe não vai ser essa a minha desculpa ?  :-))

Uma viagem de trem,  levando uns três dias ,   viajando através do midwest até chegar naquele norte gelado. É assim que eu gostaria de ir!  lol

 

 

A nova esperança para os E.U.  se chama OBAMA ,  tem a cor de chocolate e a massa cinzenta formada em Harvard.

Ah,  como vai ser bom  de agora em diante poder ouvir  no rádio e na televisão declarações sensatas e em um inglês impecável  !   

Ufa!  Foram  8  longos anos de sandices, idiotices e sotaque texano  caipira...  (   E não.  Apesar de morarmos no Texas,  aqui em casa ninguem fala inglês caipira...Sorry. ) 

 

Mas ainda é cedo pra  comemorar.  

Enquanto o grande momento não chega,  que o velho Sinatra nos inspire e encante...

 

 

 

 

sinto-me: Cheia de expectativa
publicado por Pâmelli às 06:01
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Obamaland

 

Austin é como uma ilha deserta no meio do oceano.

É uma cidade completamente ' à parte'  no ENORME ( maior que a França!)  e republicanésimo estado do Texas.

Austin , com certeza,  vai eleger Obama como o próximo Presidente dos E.U.A. e , com sorte, na terça-feira que vém,  o resto do país fará o mesmo.

Aqui em casa estamos torcendo - aliás,  como o resto do mundo!

 

Hoje, domingo,  saímos em nosso passeio habitual de bicicleta pela cidade.

Por todo lado só se via casas com placas de 'OBAMA-BIDEN' -  inclusive no nosso bairro.

Tambem topei com um  carro com um bumper sticker dizendo   " I miss Bill  "   ( Sinto saudades do Bill Clinton...) 

.

Eu?  Sinto tanta saudade que queria que a Hillary tivesse virado Presidente só para o Bill voltar a pisar na Casa Branca !  

 Nem que fosse de "Primeiro Cavalheiro" ...lol

 

Enfim,  neste fim-de-semana ,  talvez pela proximidade das eleições,  resolvemos  fazer dois programas bem,  'cívicos' :  Na sexta-feira  fomos ao cinema assistir ao documentário  ' I O USA'  ,  que fala sobre a inacreditável dívida interna americana de 8.7 trilhões de dólares! 

 A coisa é realmente  muito mais séria do que se imagina e acho mesmo que o documentário  deveria ser mostrado em todas as escolas e companhias das cidades americanas!  O filme é, aliás,  excelente e eu não ficaria nada surpresa se levar o Oscar de melhor documentário do ano.

 

Uma coisa que me chamou atenção foi o fato do cinema não ter mais do que meia dúzia de gatos pingados. (  Afinal quem é que quer saber sobre a 'dívida interna' ??   Eis outra 'Verdade Inconveniente' !)

 Então não pude deixar de pensar que a meia dúzia de pessoas que estavam lá eram muito provavelmente aquelas  que MENOS precisavam assistir ao filme e que,  como nós,  estão com as próprias contas e casa paga ,  não gastam o que não têm e não devem dinheiro aos bancos! 

Os outros, ( aqueles que deveriam estar lá assistindo...)  estavam lá fora,  muito provavelmente comprando à crédito  o último tipo de I-pod,  computador ou smart phone que chegou no mercado...

Aliás,   me lembro que quando fomos assistir ao documentário "Super Size Me" , um ou dois anos atrás...- aquele do cara que se entupiu comendo junk food no Mac Donald's e depois ficou obeso e doente , somente para provar o quanto a tal comida faz mal à saúde ! -- foi a mesma coisa:  não havia  uma única alma obesa ou de aparência insaudável  no  cinema!  ( Justo quem mais precisava ver o filme pra se tocar com o que está fazendo com o próprio corpo...)

 

Mas voltando à nossa programação 'cívica'  de fim-de-semana...:-)

No sábado à noite fomos assistir mais uma vez (  pelo menos umas duas vezes por ano fazemos isso) ao show local dos comediantes do 'Esther's Folies' .

A casa é a cara de Austin :  simples,  meio bagunçada,  cheia de comediantes divertidos que dançam, cantam e gozam de tudo e todos um pouco mas , em especial ,  de Bush e sua corja de delinquentes ! Um mágico  carismático e talentoso tambem faz parte do espetáculo.

Ah,  mas o melhor foi  mesmo  o novo quadro com a 'Sarah Palin'  !  A 'sexy' governadora do Alasca e candidata à Vice-Presidência pelos republicanos , com o sotaque carregado da 'terra dos esquimós' e dizendo as maiores barbaridades e idiotices , foi de tirar o chapéu!   LOL   ( Havia , contudo , um careta  sentado em frente à mim  que se manteve sério e carrancudo a maior parte do show.  Devia ser algum republicando de Dallas ou Houston de passagem pela cidade e que acabou indo parar no teatro do 'Esther's Folies' por engano,  quem sabe,  pensando se tratar de uma espécie de Folies Bergères ou Moulin Rouge local...:-)))

 

 

 Enfim,  hoje , no final de nosso passeio de bicicleta seguimos até um café mexicano  onde costumamos fazer um pit stop  após o exercício para repor as energias e aproveitar o happy hour :  Frozen sangrias, empanadas , pico de galo e , é claro,    o senador de Illinois  na cabeça.

  

 CHEERS!! 

 

 

 

 

 

 

 

    

 

 

 

 

 

sinto-me: De olho e esperançosa...
publicado por Pâmelli às 04:32
link do post | Comentários | favorito
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Bumper Stickers

 

 

 

Uma coisa que me chamou a atenção logo que cheguei na América foram  os bumper stickers ( aqueles adesivos que as pessoas gostam de colocar na traseira dos carros...).

Muitos americanos adoram os bumper stickers e alguns são realmente muito divertidos e inteligentes.  Muitos tem mensagens políticas.  Outros são mais pessoais e  refletem as idéias e a  personalidade do motorista.

 

Até hoje,  quando vejo um bumper sticker  ,  que eu concorde com ele,  que o ache completamente idiota ou que simplesmente discorde da idéia, um sentimento que é um misto de surpresa e admiração sempre  toma conta de mim e eu penso:   

 

"  Bacana.    Isto é que é democracia de verdade!

  Você põe o sticker que quiser na traseira do seu carro ( contra ou a favor do Bush;  liberal ou conservador,  espirituoso ou carola...) e ninguem se importa.  

Sobretudo,  ninguem se atreve a pichar ou vandalizar  o seu veículo ,  a xingá-lo  através da janela ou ridicularizá-lo  simplesmene porque não concorda com sua posição política, sua  filosofia de vida ,  sua  religião ( ou a falta dela)  ou sua preferência  sexual .  

O vidro traseiro ou para-choque de seu carro é o seu outdoor pessoal :  ninguem é obrigado a comprar o que está anunciado, mas existe o respeito pela  ideia e propriedade alheia.

 

Já  no Brasil não é tão  comum vermos  carros com bumper stickers.  A maioria simplesmente traz  o anúncio de uma academia de ginástica,  uma  escola de Tae Kwon Do  ou instituto de beleza.  Poucos....Pouquíssimos mesmo,  deixam clara a posição política , sexual ou filosófica do motorista.  O melhor e mais seguro é mesmo se calar.

 

De vez em quando vemos um  bumperzinho com o nome de um candidato à prefeito ou vereador.

Para Presidente já é mais raro - com a exceção dos petistas é claro...  Afinal estes não temem nenhum tipo de 'retaliação' por  parte das 'elites' !

Já esta última,   não sei se por medo de algum ato de vandalismo,   por discrição ou simplesmente por um sentimento de 'culpa' ( o brasileiro,  ao contrário do americano,  quando é bem de vida frequentemente se sente 'culpado'...), geralmente 'fica na sua' ,  ou seja,  não coloca nada no traseiro do seu carro que possa lhe 'comprometer' ...

 

Hoje eu vi um  aqui que me divertiu bastante.  Dizia o seguinte:

"Sarah Palin:  Dick Cheney in lipstick "    ( Sarah Palin:  o Dick Cheney de baton...)

Adorei ! :-)

 

Me lembro  quando os E.U. invadiram o Iraque ( o ano que cheguei à América)  e a França foi praticamente o único país a se declarar ABERTAMENTE contra  a invasão, criticando duramente o ataque  americano.  

Na época a maioria dos americanos  ( enganados pelo governo e todas as mentiras de Bush, Cheney e sua corja...) ficaram indignados pois muitos realmente acreditavam que o governo estava fazendo a coisa certa.  Aqui no Texas, que é ' terra de republicanos' , muitos passaram a usar bumper stickers antagonizando a França.   

Um dia ,  contudo, li o seguinte no traseiro de um carro pequeno e ecologicamente correto , ou seja,  evidentemente pertencente à um democrata : 

" France was right and the RIGHT was wrong..."    :-) 

( O trocadilho não funciona em português mas a idéia é a seguinte:  A França estava certa e a Direita ( o governo de Bush) estava errada...)  

  Achei o máximo e quase cheguei a pôr um igual no meu carro -  mas depois meu 'lado brasileiro' falou mais alto e decidi 'ficar na minha' , com receio que algum caipira bitolado resolvesse dar uma martelada no meu Mercedes velhinho...:-)) 

(  A verdade é que os  'traumas' dos brasileiros com a violência  não se perdem assim, tão facilmente.  Mesmo depois de anos morando fora...) 

 Me lembro de ter ficado surpresa com o que eu imaginei na época ser  'a coragem e audácia  do motorista' ao colocar algo assim no seu carro .

Era como se hoje no Brasil , com o Lula tendo mais de 70% de aprovação , alguem pusesse um bumper sticker na sua traseira  dizendo :  "  Presidente idiota e  analfabeto"   ! 

Dá pra imaginar o que aconteceria com o seu belíssimo carro?

 

Hoje, contudo , sei que não foi coragem daquele  motorista americano   .  Foi apenas conhecimento e  confiança total  no próprio país e sociedade onde vive. 

O carinha,  apesar de ser a minoria,   sabia que ninguem iria fazer nada contra o seu carro ou ele próprio. 

 Assim como todos os americanos,  ele estudou a Constituição e conhece os seus direitos.  Ele se lembrou da Primeira Emenda  !  ( Aquela  que fala sobre o direito do cidadão a expressar livremente sua opinião, religião etc...)

 

Isto me fez pensar que  no Brasil ninguem conhece direito nem a Constituição

(  Qual é  mesmo a que estamos no momento??) nem a língua portuguesa.

Como  se pode conhecer algo que muda todo dia??

Ah,  como seria bom se  os brasileiros imitassem algumas coisas dos americanos que não fossem simplesmente os tênis Nike,  os I-pods,  os hambúrgues com batatas fritas,  os peitos siliconizados  e cabelos oxigenados,  os jeans  surrados com a cintura no meio da bunda e  a bainha rasgada...

 

Quanto aos bumpers stickers,   entre os que eu acho bastante 'Duuuuuuuuuuuuuh'  estão o famoso ' Baby on Board' (  Who cares??  Se o motorista de tras fôr  uma pessoa de bem ,  vai respeitar o carro da frente de qualquer maneira - não importa se  este esteja transportando  um adulto,  uma criança ou um papagaio!  Ele simplesmente respeita a vida -  TODA ela. 

Já se fôr um maníaco,  pouco se importará se o carro estiver com um 'baby on board' ou não...) ;  e o ' My son is an honor student '  -  o tal que anuncia que o filho do motorista é um aluno exemplar -  em outras palavras :  um CDF. 

Dá pra imaginar  um sticker no Brasil dizendo  "Meu filho é um CDF" ??!

Que mico. 

 

  Mas para contrabalançar  tanta patetice,  tem um ótimo que diz:

"My dog is smarter than your Honor Student ! "   LOL  ( Meu cachorro é mais esperto que o seu filho CDF! " 

 

E finalmente vem o meu preferido de todos.  Este,  se eu encontrar pra vender em algum lugar , porei no meu traseiro (  digo,  o do meu carro...) . 

Ele diz o seguinte:

 

" God,  help me be the person my dog believes me to be ..." :-))

( Deus,  ajude-me a me tornar a pessoa que o meu cachorro pensa que eu sou...)

 

Faz sentido não acham? 

Afinal,  nossos cachorros realmente acreditam que somos  A MELHOR PESSOA DO MUNDO ,  absolutamente sem defeitos e simplesmente o MÁXIMO! 

 

Pra mim , pelo menos , este bumper sticker é imbatível.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Apenas observando em volta...
publicado por Pâmelli às 17:15
link do post | Comentários | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Cidania americana

 

 

O estrangeiro que se naturaliza americano passa a ter todos os direitos ( e obrigações) de um cidadão americano por nascença.  Não há distinção alguma -  apenas o fato de que não poderá ser canditato à Presidência da República.  ( Ainda assim,  há algumas correntes na América que defendem esta mudança na Constituição -  de preferência ,eleitores de Arnold Schwarzenegger ( austríaco de nascimento e naturalizado americano) que é atualmente o Governador da Califórnia e, segundo dizem,  bem que gostaria de ser Presidente algum dia!  lol 

 

Durante a Cerimônia do 'Oath' , uma coisa que ganhamos de 'brinde' e que eu apreciei bastante foi um livreto com uma cópia da Declaração da Independência dos E.U.  e a Constituição Americana.

Então,  enquanto estávamos  sentados no auditório aguardando os outros 'colegas' chegarem para a Ceremony,  tive tempo de reler aquelas páginas que havia estudado  muitos anos atrás , ainda no colégio.

 

  A Declaração  dos americanos é belíssima , além de super bem escrita.

( Tambem pudera, ninguém menos que Thomas Jefferson e Benjamim Franklin  estiveram entre  seus autores...)

Que coragem,  que audácia e originalidade daquele povo!

 4 de Julho de 1776 -

Até aquele momento da história,  ninguem havia pensado em se rebelar contra seu soberano.  E neste caso tratava-se simplesmente do Rei da Inglaterra!  

Os americanos foram realmente os pioneiros  das grandes revoluções dos oprimidos contra os opressores.  Inspiraram os franceses a se rebelarem em 1789.  Inspiraram Tiradentes e seus companheiros a fazerem a Conjuração  ( Inconfidência) Mineira no Brasil no mesmo ano . 

 

Outra coisa interessante é a Constituição Americana  -  a mais antiga do mundo.

Sim,  os E.U. só tiveram uma única Constituição até hoje ,  que data de 1787 e tem  27 emendas.

As minhas 'preferidas' são :  a Primeira ,  que garante a liberdade  de  religião, expressão e de imprensa;    a Segunda,  que permite ao cidadão comprar e portar armas para se defender   ( sim ,  eu gosto especialmente desta emenda e acho uma grande hipocrisia ( além de um absurdo)   que justamente  no Brasil,   onde  diariamente milhares de  pessoas de bem , trabalhadoras e honestas são  agredidas e atacadas  pelos marginais,  isto não seja um direito do cidadão garantido pela Constituição...);  e a Quinta -  aquela que diz que ninguem pode ser obrigado  a se auto-incriminar  durante um processo  ou ter sua propriedade  privada tirada à força , para fins 'públicos' , sem a devida compensação.

 

É claro que  tudo isto parece bem óbvio hoje em dia - até porque muitos países por aí a fora acabaram fazendo uma Constituição bem parecida  e altamente influenciada pela dos E.U.A.  Mas é bom lembrar que foi aqui onde tudo começou. 

Toda esta idéia do povo tendo direitos ,  além do  poder  e  controle sobre sua própria vida!  

 

Eis a introdução à bela Declaration of Independence dos E.U.A. :

 

" When in the Course of human Events, it becomes necessary for one People to dissolve the Political Bands which have connected them with another,  and to assume among the Powers of the Earth,  the separate and equal Station to which the Laws of Nature and of Nature's God entitle them,  a decent Respect to the Opinions of Mankind requires that they should declare the causes which impel them to the Separation...

We hold these Truths to be self-evident, that all Men are created equal, that they are endowed by their Creator with certain unalienable  Rights,  that among these are Life, Liberty and the pursuit of Happiness - that to secure  these Rights, Governments are instituted among Men, deriving their just Powers from the Consent of the Governed,  that whenever any Form of Government becomes destructive of these Ends,  it is the Right of the People to alter or abolish it,  and to institute new Government,  laying its Foundation on such Principles, and organizing its Powers in such Form,  as to them shall seem most likely to effect their Safety and Happiness...'

( Adoro esta parte! :-)

 

Em seguida  ela vai apresentando toda a série de abusos e injustiças  até então cometidas ,em nome do Rei da Inglaterra , contra o povo americano . Até terminar da seguinte forma :

 

"We therefore,  the Representatives of the united States of America ( interessante ver que até então a palavra 'united'  era escrita em letra minúscula...)  ,  in General Congress, Assembled,  appealing to the Supreme Judge of the World for the Rectitude of our Intentions,  do, in the Name , and by the Authority of the good People of these Colonies,  solemnly Publish and Declare,  That these United Colonies are,  and of Right ought to be Free and Independent States;  that shey are absolved from all Allegiance to the British Crown, and that all political Connection between them and the State of Great Britain, is and ought to be totally dissolved; and that as Free and Independent States,  they have full Power to levy War,  conclude Peace,  contract Alliances, establish Commerce, and do all other Acts and Things which Independent States may of right do. -And for the support of this Declaration, with a firm Reliance on the Protection of divine Providence,  we mutually pledge to each other our Lives, our Fortunes, and our Sacred Honor."

 

 

E então veio a guerra da Revolução Americana  (1776-1783)  contra a Inglaterra. 

Houve muito sangue.  Muitas mortes.  Mas o resultado foi um país que REALMENTE lutou pela sua independência e , talvez por isso mesmo,  tenha tanto orgulho do que veio a se tornar e realizar no futuro.

Já no Brasil ,  quando se fala em independência  ,  costumamos  inflar o peito e encher a boca de orgulho ao dizer que 'não houve derramamento de sangue' ( não , o derramamento acontece hoje em dia , nas ruas das grandes cidades brasileiras...) e que Dom Pedro I  'amava tanto o Brasil que nos deu a Independência de mão beijada...'

Mas o fato é que Portugal ,  para reconhecer a independência do Brasil , exigiu uma bela  indenização de 2 milhões de libras!!  ( Será que é desta época que data o  começo do endividamento brasileiro com os bancos internacionais??) 

  Aliás, é interessante notar que os E.U. foram o primeiro país a oficialmente considerar o Brasil independente.

 

 

E agora,   só para terminar,  fecho este   post com algo bem 'americano' e especial.

Na verdade,  algo que muita gente,  das mais diversas nacionalidades e  nos mais diferentes países do mundo,  reconhece,  aprecia, se emociona e , de uma certa forma , ( assim como um Mozart,  um Jobim,  um Beethoven ou um Vivaldi...) não deixa de considerar um  'patrimônio da humanidade' ...:-)

 

Sinatra and NYC  - could it get any better than that??

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: In love with N.Y. and Sinatra!
publicado por Pâmelli às 21:01
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008

Lovely, lovely...

Outro dia escrevi sobre as várias coisas  bacanas, famosas ou interessantes inventadas  por diferentes países,  mas não mencionei nada de específico da América.  ( é que tem TANTA coisa , que levaria um post inteiro só para citar algumas...:-))

 

Hoje , contudo,  deixo aqui um video de 3 coisas americanas MUITO  especiais:  New York,  Ella Fitzgerald e a música "Manhattan" , um clássico ultra romântico e que é a cara desta cidade maravilhosa -aliás,  a capital  do Mundo!

 

Enjoy! 

    

 

 

sinto-me: Com saudades de N.Y.
publicado por Pâmelli às 17:13
link do post | Comentários | favorito
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008

O lado negro do capitalismo

 

Isto é um protesto formal contra o sistema capitalista e ditatorial americano,  que impediu  que TODAS  as pessoas residentes na América  ( quase 300 milhões de habitantes ) assistissem  AO VIVO a abertura  dos Jogos Olímpicos!

 

A rede de televisão  americana NBC,   que  pagou  894 milhões de dólares pelos direitos de transmissão  do evento  ,  além de não mostrar a abertura ao vivo ( o que aconteceria de manhã na América ,  quando a maioria dos americanos está no trabalho ou estudando...)  ainda por cima proibiu todo o resto do país de assistir!  Nenhum outro canal de T.V. pôde mostrar nada e a NBC vai passar a cerimônia de abertura somente à noite,  GRAVADA !   Ou seja:  ao contrário do resto do mundo ,  os americanos só poderão assistir à abertura dos Jogos 12 horas depois  de ocorridos! Tudo isto por causa dos anúncios que eles querem que as pessoas vejam  à noite,  durante a transmissão ,   quando  todo o mundo estiver em casa no 'horário nobre' ... &*%$&*%@f*uck&%$!!

Pior :   Impediram que os canais internacionais (  como a Globo ) transmitissem a cobertura ao vivo ,  assim como fariam nos seus próprios países.

Inclusive na Internet,  todos os residentes na América tambem tiveram seus sistemas de computador bloqueados para NÃO poderem ver a cerimônia !  ( Tentei o site do Terra , no Brasil , que tinha o vídeo do desfile  ao vivo , mas este foi  bloqueado aqui ; o mesmo ocorreu com um site francês que tambem tinha disponibilizado o vídeo da cerimônia de abertura ...)

 Que tal??

 Isto realmente é um acinte!!!

No continente americano INTEIRO ,  somento o Canadá  teve um canal que mostrou  a abertura hoje de manhã .    Dá pra acreditar??

 

 

sinto-me: Indignada
publicado por Pâmelli às 16:54
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

A deportada - parte 1

 

Este post vai ser longo ,  então vou dividí-lo em duas partes.  Hoje escrevo a primeira...

 

Ontem fui à uma festa na beira da piscina.   Era o aniversário de uma amiga uruguaia  que trabalha como intérprete de espanhol em um hospital  aqui  nos  E.U.  já há alguns anos.

Lá encontrei várias pessoas da comunidade latina em nossa cidade,  incluindo uma conhecida brasileira , J.

 

J. é paulistana,  residente nos E.U. há quase 20 anos .  Foi casada com um americano e tem um filho de 16 anos .   É uma moça inteligente e bem sucedida ,  dona de  seu próprio negócio de construções.   Andou uns tempos namorando um amigo de meu marido... ( Small world ! )  Daí que  nos conhecemos.

Na época , descobrimos  que tínhamos uma OUTRA conhecida em comum :  N .

N. e J.  haviam se tornado  amigas ,  tendo se conhecido em um clube de  dança latina que costumavam frequentar para dançar salsa e merengue. 

 

Quanto à mim,  conheci N.  há cerca de uns 3 anos, na loja brasileira da cidade e quando soube que trabalhava fazendo faxinas em casas particulares, logo a 'contratei' para limpar minha casa uma vez por semana.  ( Sempre preferi as brasileiras às mexicanas que fazem limpeza em casas por aqui ; além de limparem melhor,  não tenho que me virar tentando  me comunicar com elas em  'portunhol' ...:-))

 

Durante cerca de um ano N. trabalhou para mim.

Era uma moça nos seus 40 anos,  bonita de rosto ( loira e de olhos azuis) porém  bastante gorda.  Era de Blumenau , no sul do Brasil ,  e portanto descendente  de imigrantes alemães. No Brasil tinha tido uma vida bem confortável,  tendo sido  casada com um dentista e trabalhado como professora em alguma escola primária.  Tinha duas filhas já moças.

Então, após a separação,  ( que aparentemente envolveu um grande 'barraco' ...)   penso que sua situação financeira piorou bastante e ela resolveu vir tentar a sorte  nos E.U. 

Detalhe:  como o ex-marido era descendente de italianos ...(  e a coisa mais fácil que tem é conseguir um passaporte italiano:   não é preciso falar uma ÚNICA  palavra de italiano,  ter morado na Itália,  ter qualquer conhecimento da história ou cultura do país  ... Nada.  Basta que algum antepassado seu tenha sido italiano ou que você  tenha se casado com um  descendente  ) ,  N.   conseguiu , através dele,  seu próprio passaporte italiano. 

  ( Agora, falando sério,  vê se isso tem algum cabimento . Hoje ela nem é  mais casada como o  tal 'descendente de italianos' ! ...)

 

Enfim,  com o tal passaporte da UE ela não teve o menor problema em entrar nos E.U. ( já se viesse com o brasileiro teria de ter  visto e o controle na entrada seria bem maior...).

Assim, ela chegou,  foi ficando,  arrumou várias casas particulares  para trabalhar , alugou apartamento, comprou carro e passou a viver ilegalmente no país.

Chegava a ganhar perto de 3000 dólares por mês -  tax free!   ( 'Somente' umas DEZ  vezes mais do que ela ganhava como professora no Brasil...) 

 

Eu não sou agente da imigração,  nem  tampouco espiã do governo americano .  Sem falar que na época estava muito necessitada de uma faxineira :-))

Portanto quando soube que N. era ilegal , não tomei o menor conhecimento e continuei usando seus serviços normalmente.   Afinal ela era honesta, simpática, entendia tudo o que eu dizia...:-))) e precisava do dinheiro - inclusive para sustentar as duas filhas já  crescidas e  'boas vidas' ,  que insistiam em morar em São Paulo (  a cidade mais cara do Brasil ! ) , apesar de viverem constantemente desempregadas  com a ótima desculpa de que 'uma ainda estava na  faculdade,  e a outra havia se formado 'estilista' e portanto não conseguia arrumar emprego...'  Humph

( Meu colega italiano , da blogosfera,  diria que se eu morasse na Itália hoje e estivesse dando trabalho à um imigrante ilegal provavelmente seria PRESA  ! :-))  Mas aqui é a América e por enquanto  até agora isto ainda não é considerado crime -  pelo menos não quando a pessoa  ilegal em questão apenas faz 'prestação de serviços' para você e não é realmente sua 'funcionária' . )

 

Anyway,  a verdade é que  nunca achei que N. fosse uma pessoa especialmente 'inteligente para a vida' - se é que me entendem. 

Além das filhas 'boa vida' ,  (  cuja vagabundagem  na capital paulista ela não apenas tolerava mas encorajava ,  já que lhes mandava todo mês  uma boa parte do dinheiro que ganhava se matando fazendo faxinas atrás de faxinas todo  dia...)   ,  para completar ,  N.   ainda tinha uma namorado mexicano  :   OUTRO ilegal,  que trabalhava como pintor  de casas e já tinha tido vários DUI s ( sido  pego dirigindo bêbado) . 

( Só se livrou do estrupício quando este  acabou sendo preso e foi finalmente deportado e mandado de volta para o  México...)

 

Foi mais ou menos nesta época que resolvi dispensar seus serviços,  já há muito  irritada com 'pequenas coisas' que ela passara a fazer ( Sentindo-se  'intima da casa' ,  ela agora  só trabalhava pendurada ao celular ,   -  inclusive me quebrou um vaso de porcelana que havíamos trazido de uma cidade da  Irlanda  justamente por isso! -   passou a fazer tromba toda vez que viajávamos e eu dispensava seus serviços , além dos seus inacreditáveis rolos pessoais com o namorado bêbado e as filhas parasitas!)  Enfim,  o fato é que a dispensei e durante mais de um ano não tive mais notícias suas.

Até ontem,  quando encontrei J. na pool party de nossa amiga  uruguaia e fiquei sabendo da 'última' ,   na saga  de N...

 

Bem ,  acho que com isto já dá para se ter uma idéia de onde vamos chegar.

A aguardar as cenas do próximo capítulo...

 

 

sinto-me: Nada surpresa
publicado por Pâmelli às 18:22
link do post | Comentários | ver comentários (1) | favorito

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


.posts recentes

. Que PORCARIA!

. O magnífico Metropolitan ...

. Café brasileiro - uma avi...

. É amanhã!

. Obamaland

. Bumper Stickers

. Cidania americana

. Lovely, lovely...

. O lado negro do capitalis...

. A deportada - parte 1

.arquivos

. Julho 2018

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds