Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Café brasileiro - uma avis rara na América...

Pâmelli, 30.03.09

 

 

 
Durante toda essa maratona de trabalho intenso durante vários dias,
a palavra que me veio a cabeça com mais frequencia foi: CAFÉ!
Pois é. Café.
( Naturalmente , tive de tomar várias xícaras da bebida pra ficar acordada enquanto trabalhava em certos dias ' já mais pra lá do que pra cá...’ )
 
O que me fez pensar em mais uma coisa , de certo modo interessante e intrigante...
Por que será  que nos Estados Unidos simplesmente não se encontra café brasileiro nas principais lojas, supermercados, mercearias, cafés etc, das cidades...???
Realmente , não há!
 
90% do café vendido e servido na América é colombiano.
Em alguns lugares metidos a servirem ‘ótimos cafés’ , como a Starbucks, a Seattle’s Best e alguns supermercados ‘chiques’ como o Whole Foods (com vários produtos importados) , podemos até encontrar café do Equador, da Sumatra, da Guatemala, do Panamá , da Etiópia etc...
Mas do Brasil, a menos que você vá à uma loja BRASILEIRA em sua cidade , pode esquecer!
 
É claro que se você estiver em N.Y.C. ou Miami – onde há uma ENORME comunidade brasileira-  imagino que seja possível  encontrar o café do Brasil facilmente.
 Ainda  assim,  provavelmente só encontrará em uma das 'lojas brasileiras' da cidade ...
 
Já em Austin, uma cidade com mais de um milhão de habitantes e com todas as principais lojas e franquias conhecidas nos E.U. – da carésima e metidíssima Neuman Marcus,  à popular Wal-Mart, da famosa loja de lingerie Victoria Secret à brega e barata loja de roupas Ross, dos conhecidos cafés do Starbucks ao Seattles’Best e Panera , do barato supermercado HEB  ao caríssimo e exclusivo  Whole Foods ( aliás, original de Austin!) – o fato é que existe  apenas UMA  loja brasileira na cidade inteira ;  portanto o ÚNICO lugar onde se pode encontrar um pacote de café União, Pélé , do Ponto ou Melita! Humph.
 
Não sei se foi sempre assim por aqui ( digo , na América inteira, e não apenas em Austin...) , mas posso afirmar que este é o caso pelo menos nestes últimos 6 anos ( o tempo que estou aqui).
Não importa se você esteja  em uma grande cidade, uma média ou um buraco qualquer no meio do interior.  Café brasileiro simplesmente não há!
 
No entanto , está claro que não se trata de boicote contra o governo brasileiro.
Digo isso porque sei , por exemplo,  que muitas lojas por aqui vendem sapatos ‘made in Brazil’ - inclusive praticamente toda a coleção da ‘clássica’ e conhecidíssima ‘Ann Taylor’! ( Aliás, uma das minhas lojas preferidas...)
 
Minha conclusão :
Desde que os E.U. resolveram  oficialmente se aliar ao  governo colombiano ‘na guerra contra as drogas’ ( aliás, acabando com uma importante – talvez a maior!- fonte de renda e subsistência daquele país...), pelo visto tambem  resolveram prestigiar o café deles acima de qualquer outro!! Ou seja: tira-se o pão com uma mão e dá-se um biscoito com a outra.
Só pode ser essa a explicação para só se ver café colombiano em todo lugar por aqui!
 
Imagino que deva ser tambem por esta razão  que tantos lugares servem e vendem café com sabor de ‘vanilla’ , ‘hazelnut’, ‘almonds’... , quando não misturado  com chicória, como é o caso do café de New Orleans!
Afinal , não deve ser nada fácil disfarçar aquele cheiro de estrume e o gosto excessivamente amargo do pó tirado da  planta colombiana...