Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Fortalecendo o corpo e a mente em tempos de corona virus...

Pâmelli, 27.04.20

 

Então....Você  aí...  Onde está passando a sua  “quarentena”?

Eu,  estou aqui no norte da Flórida, na cidade de Saint Augustine ----a mais antiga dos E.U.A.  (fundada em 1565). 

Em casa, somos somente três : eu, meu marido e a Kiara (nosso chihuahua resgatado do abrigo de animais há cinco anos).

Nosso condo é pequeno (apenas um quarto e sala), mas  o condomínio onde se encontra  é amplo, arborizado e tem uma boa área externa para se caminhar ou andar de bicicleta.   Além disso, temos um braço de mar  ao lado (chamado de IntraCoastal Waterway) , onde muitos moradores andam de caiaque ---inclusive o meu marido.   

Os passeios de caiaque pelo IntraCoastal Waterway são a  sua “sanidade” . 

A minha,  é a praia. ( De preferência, vazia...)

O fato é que,  nestes tempos de corona virus, mais do que nunca,  estamos tentando nos manter ativos e saudáveis – principalmente fortes de coração e de pulmões!  Afinal, é só o que nos resta fazer (enquanto não temos uma vacina ou um tratamento eficaz contra esse vírus dos infernos).

Assim,   além das idas à praia e dos passeios de caiaque (para desanuviar a  mente), andamos de bicicleta regularmente  e damos longas caminhadas com o cachorro (para tentar manter o peso ideal e a saúde física).

Quanto à comida...

Desde que tudo isso começou,  meu marido faz todas as nossas compras  pela internet e o nosso  supermercado ( o Publix) manda trazer em casa.  Então,  limpo tudo com os “clorox wipes” (lenços com água desinfetante) antes de colocar qualquer coisa na geladeira.  Já o  que não precisa ser refrigerado, permancece no chão da sala, ali no canto, durante os próximos três dias. ( O tempo de matar o corona...)

Não é que estejamos paranoicos. Mas estamos sim,  cautelosos, pois,  eu já passei dos cinquenta e meu marido dos sessenta! 

--

Semana passada pedi um filé mignon nas compras.  Foi a primeira carne que comi em cinco semanas! Antes da pandemia,  eu frequentava um steak house de vez em quando. Porém,  já não cozinho carne em casa há muito tempo,  já que meu marido é vegetariano. (Aqui em casa o menu consiste principalmente de massas, pratos vegetarianos e ocasionalmente algum tipo de peixe...) 

---

Apesar desse nosso ‘novo normal, nada normal...’ , penso que temos muita sorte e muito o que agradecer.  Afinal, meu marido não trabalha mais há anos  e tem fonte de renda própria. Eu, mesmo antes da pandemia, já era professora de línguas ( inglês/francês/português) virtual pela BERLITZ -  portanto, continuo trabalhando normalmente.

Mas infelizmente  a coisa mudou para muita gente. 

Os E.U.A. , que até poucas semanas atrás estava com a economia bombando e com a taxa de desemprego baixíssima,  agora tem quase trinta milhões de desempregados.  Estamos no mesmo nível de desemprego da época da Grande Depressão dos anos 30!

---    

Enfim...

Felizmente tenho meus livros, minha bike, meu cachorro, a Netflix e ....meu marido.   E sou grata por isso. 

E assim, a vida...Esta vida, pós corona vírus, continua.  Da maneira como pode.  Como deve.   

Até quando?  Só Deus sabe.

 

IMG_E1013.JPG

Chá da tarde com Jane Austen.

Fortalecendo e enfeitando o espírito nestes tempos sombrios de coronavirus

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.