Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Discriminados ou poupados no 4 de julho??

Pâmelli, 04.07.08

 

 

Ontem fui fazer um facial   ( limpeza de pele relaxante)  com minha amiga J. , que trabalha em sua casa. 

Seu filho é casado com uma grande amiga, de anos,  de meu marido - além de ser  sua colega de trabalho. ( Aliás foi meu marido quem lhe indicou para sua  atual posição  na companhia)

Trata-se de um casal muito boa gente ,  que teve seu primeiro ( penso eu, único ...) filho há uns 3 anos. ( É , parece que virou moda nos E.U. , se  ter filhos depois dos 40...) 

 

Naturalmente,  para não fugir à regra,  minha esteticista J. não se dá bem com sua nora, A. 

( Que sorte a minha que nunca tive problemas com nenhuma das minhas duas sogras - nem a do primeiro casamento , nem a do segundo !! lol) 

Tudo uma grande besteira - ciumeira boba , tanto de uma parte quanto de outra.

Enfim, o fato é que por acaso , acabei sabendo por J.  que o casal (A. e seu marido L.) neste fim de semana vai fazer uma GRANDE festa em casa para comemorar o 4 de julho ( Dia da Independência americana) e que tanto eu quanto meu marido fomos deliberadamente deixados de fora. 

Segundo J.,  ao perguntar à nora " Vocês não vão chamar a Pamelli e o marido dela?"  a resposta curta  e simples que recebeu foi  :  'Não'.

 

É interessante que apenas alguns dias atras escrevi um post justamente falando sobre as pessoas childfree ( incluindo casais childfree) e como frequentemente elas são deixadas de fora de certos eventos sociais e familiares.  Neste caso,  vejo duas explicações possíveis para a decisão do casal de  não nos convidar para sua festa do 4 de julho :    ou foi de fato discriminação ( já que a maioria das pessoas presentes estarão com seus filhos)  ; ou  a dona de casa resolveu  nos ' poupar'  ( especificamente à MIM...)   de outra experiência 'desagradável' ,  que certamente seria inevitável , caso estivéssemos presentes no evento :  ter de reencontrar a ex-namorada de meu marido ( hoje casada e com dois filhos)  em sua casa ,   uma vez que tanto ela quanto seu marido são muito amigos de todo o grupo e certamente estarão presentes.  

(Eu sei, isso  mais parece um capítulo de novela...:-))

 

Na verdade meu marido não tem nada contra encontrar sua ex-namorada e  seu marido .  Aliás ele até simpatiza  com o tipo e ( entre nós)  costuma dizer que lhe é 'imensamente grato' por  ele ter ficado com 'aquela que ele não quis...'  :-)))  Eu , por outro lado,  embora não tenha nada contra nenhum deles,  simplesmente ( por razões óbvias) prefiro não encontrar  o povo onde quer que seja.  (  E isto,  tenho certeza ,  meu marido já  deve ter avisado  à sua colega A...)

Portanto,  ao meu ver,  o casal ( A. e L.) pode perfeitamente ter decidido não nos convidar para a festa,  seja porque sabem que o outro casal ( muito amigo deles) estará presente,  seja simplesmente porque estão de fato nos discriminando pelo fato de sermos , muito provavelmente , o único casal childfree do grupo!  Talvez até as duas coisas juntas!! :-))

 

Seja lá o que fôr,  para mim é uma benção!  lol

Primeiro porque acho este tipo de gathering um PORRE  -  queima de fogos,  a criançada toda correndo e gritando por todo lado,  ter de ficar sorrindo e ouvindo aquelas eternas conversas chatas ( americano só fala de três coisas:  seus filhos,  seu trabalho - nesse caso,  quase todo o mundo metido com informática e tecnologia...Zzzzzzzz... *bocejo*  -   ou a reforma que está fazendo na  própria casa  !   Juro,  é isso mesmo,  e eu só falto morrer de tédio! )  Por fim,  para completar , ainda ter que encontrar  ( e fazer 'small talk' ...)  com a ex-namorada de meu marido e sua família ??

   Ninguem merece!!

 

Apesar de tudo,  senti pelo meu hubby,  pois sei que ele gostaria de reencontrar os amigos e participar da festinha.  (Aliás,  todo ano ele costuma ir ao parque ver os tais 'fogos'  -  que eu abomino,  pois me lembram da aglomeração e tumulto dos réveillons da Praia de Copacabana...:-((   - e ouvir as bandas tocar as marchas patrióticas . Zzzzzzzzz...*Bocejo*.  Nestas ocasiões eu geralmente fujo para o shopping ,  janto no meu café preferido e depois pego uma sessãozinha de cinema...:-)))

As conversas  ( tirando as estórias dos filhos do povo...)  até que o distraem ,  já que ele tambem trabalha no ramo  de informática e  , por outro lado , se interessa em falar  e ouvir estórias sobre 'reformas de casa'...:-)))  ( Já brasileiro ODEIA isso,  uma vez  que no Brasil  costumamos contratar alguem para pintar a casa , pôr o piso novo, fazer a piscina etc...,  - graças à mão de obra barata que temos-  , e portanto para nós  isto não é assunto de 'conversa social'...) 

 

Enfim,  depois de minha sessão com J. ,  acabei voltando pra casa sentindo-me meio 'culpada'  pois afinal  pensei que  se ele  ainda estivesse  solteiro ,  ( 'solteirão' , na verdade :-)),  pois só veio a se casar  pela primeira vez  aos 45 anos!!)  certamente teria sido convidado para a festa!  Então, ainda no carro,   me lembrei  de todas as vezes  quando ele me disse que 'é muito mais feliz hoje do que era antes, quando solteiro ...'  ;  que não pensaria duas vezes em se casar comigo  novamente...' ;  e me lembrei  tambem das flores que ele me trouxe , não uma mas várias vezes ,  simplesmente para dizer que 'me ama' ...

 

À noite, quando voltou do trabalho ,  meu hubby  encontrou a mesa mais bem posta do que de hábito  ( Normalmente eu sempre ponho uma boa mesa pois sou mesmo assumidamente 'gourmet ; - sou magra de ruim mesmo !! ) : 

Uma garrafa de cabernet sauvignon  pronta para acompanhar o steau au poivre que preparei especialmente ( para descarregar a consciência??) ,  e que sei que ele adora.

De sobremesa:  brownies e morangos com creme...:-)

 

Por fim, resolvi poupá-lo com meu  silêncio. 

Se depender de mim ele nunca vai saber da festa de 4 de julho na casa de A e L.  e da 'esnobada' que levamos  de seus velhos  amigos.  (  gente  inclusive que lhe deve o emprego que tem!!)   Melhor assim.   

Deixe que   vá  ver os fogos no parque com nosso vizinho , G. , como costuma fazer todo ano ,   enquanto  eu pego minha sessão de cinema no  shopping .    -:)                                                         

 

Como dizem os próprios americanos:    What you don't knowwon't  hurt you...

 

  

 

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.