Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

De volta ao Musée D'Orsay e Louvre

Pâmelli, 17.05.13

  Ontem  a programação foi ir ao Musée D’Orsay para assistir  a duas expos :  uma sobre o “romântico gótico -  de Goya à Max Ernst"  e a outra de uma coleção particular com quadros de Vuillard, Bonnard, Matisse e outros grandes do começo do Século XX. 

 

O Orsay é o museu que abriga a mais famosa coleção impressionista em Paris,  mas como tanto minha amiga (que mora na França metade do ano) quanto eu já conhecíamos seu acervo  permanente,  decidimos usar nosso tempo lá apenas para ver as duas exposições temporárias.   E é claro,  aproveitar o museu em si!  - que é , ao meu ver,  o  mais bonito e charmoso de Paris já que faz parte de uma antiga estação de trem da  Belle Époque parisiense.

 

À noite fui me encontrar com outra amiga que mora em Paris e que me levou para jantar em um restaurante especializado na comida da região central da França , o Auvergne.  Pra falar a verdade,  achei a coisa muito parecida com a comida alemã:  muita salsicha e com acompanhamento de batata.  Mas,  como estamos na França,  é claro que a salsicha estava ótima e a truffade ( espécie de puré de batata com queijo)  idem. 

 

  

Já hoje minha escapulida foi no Museu do Louvre , principalmente  para ver  a parte de arte da Grécia e Roma antiga.  (Como já conheço bem o acervo de pinturas do museu, desta vez me concentrei na parte da Antiguidade Clássica e o período Hellenístico,  que têm a ver com o curso que acabei de fazer na Universidade do Texas).

 

Finalmente , duas  coisas que tenho notado em especial desde que cheguei aqui:  1) Todo lugar em Paris , seja nas ruas, nos cafés, nos museus está INFESTADO de brasileiros!  Arre.  O que é isso??  Qualquer hora dessas eles vão bater os turistas japoneses em concentração por metro quadrado!

E, 2)  Como os garçons estão gentis e sorridentes em todos os restaurantes  e cafés da cidade!! lol Isso mesmo,  pasmem.   Aliás , as pessoas de um modo geral, (até aquelas que trabalham nos guichés das estações de metro e que costumam ser as mais insuportáveis...)  estão todas muito mais afáveis e até sorridentes!  É que parece que o governo francês anda fazendo uma campanha pedindo aos franceses para tratarem melhor os turistas and guess what... a ideia pegou! 

Então, se você é daquelas pessoas que diz que não gosta de vir à França porque os franceses são podres ( digo, de personalidade...) e tratam os turistas mal,   pense novamente.  {#emotions_dlg.smile} 

 

 

E agora,  algumas fotos que tirei nestes  dois últimos dias  na Ville des Lumières:

 

1)

O lindíssimo Musée D'Orsay visto de uma ponte sobre o rio Sena...

Coleção Impressionista impressionante em uma antiga estação de trem da Belle Époque.

 

2)

O restaurante Belle Epoque do museu.  (Recomendo este ao invés do outro ,  mais moderno - principalmente para aqueles com o espírito romântico, lol .

 

3)

 Vista de dentro do museu com o seu belo relógio...  Outra coisa boa do Orsay é que ele é bem menos tumultuado que o Louvre!

 

4)

As duas exposições temporárias que assistimos no Musée D'Orsay.

Desta vez não vimos nossos quadros impressionistas preferidos.

 

5)

Na estrada do Louvre, debaixo da pirâmide,  formigueiro total.  Tem gente DEMAIS neste planeta! {#emotions_dlg.barf}

 

6)

Gente saindo, entrando e cruzando por todos os lados. É preciso ter MUITA paciência e determinação para visitar o museu mais famoso do mundo.

 

7)

Estas moedas são da época de Alexandre o Grande e seu pai , Phillipe II.  Adorei por causa do meu recente curso na U.T. !

 

8)

 Esta amphore , da Grécia Antiga,  tem pelo menos 2500 anos.

 

9)

 A famosíssima Venus de Milo, descoberta em 1820 na ilha grega de Melos,  data de 120 A.C.  Pra variar,  formigeiro humano total em volta.  

 

10) 

Quando sai do Louvre estava começando a chover.  Então, aproveitei para entrar num café ao longo do Sena e tomar uma soupe à l'oignon ( a clássica sopa de cebolas francesa) .  Mas antes,  tirei esta foto da Pont Neuf com a Torre Eiffel ao fundo. {#emotions_dlg.smile}

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.