Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Com o pé na estrada e escrevendo do carro...

Pâmelli, 18.08.12

Bom,  meu curso no ACC ( Austin Community College) finalmente terminou e agora estou pronta para receber meu diploma, ou Associate’s Degree em Antropologia!  

Professor R.  sobreviveu até o final do curso de Astronomia e eu,  aprendi bastante sobre a nossa galáxia, os planetas e a origem do Universo.  ( ou pelo menos o que os astrônomos imaginam ter acontecido).

 

Agora , minha próxima “aventura” ( ou desafio, lol)  é chegar na Flórida,  de carro e  em companhia de minha cunhada! ( Que não é lá muito "normal" , lol) .  São pelo menos dois  dias de viagem!

É que meu  marido desta vez não veio, já que está muito sobrecarregado no seu trabalho estas últimas semanas.  Então resolvi “contratar” minha cunhada ( que está desempregada já há algum tempo e que recentemente cruzou TODO o continente Americano , de leste à oeste, sozinha e num carrinho caindo aos pedaços!)    para me levar até St. Augustine,  na Flórida.  Uma coisa não se pode negar:  ela tem coragem e experiência em dirigir longas distâncias!!  

 

Acontece que em Abril último,  quando estivemos lá,  comprei um pequeno “quarto e sala”  para alugarmos  quando não estivermos usando, e usarmos quando quisermos  escapulir até lá. É o meu pézinho na Flórida! {#emotions_dlg.smile}

 A verdade é que com a crise,  os preços dos imóveis nos E.U. – e em especial na Flórida -  despencaram.   Péssimo para quem já tinha imóveis, mas  muito bom para quem quer adquirir um.  Não é a toa que tem tanto brasileiro comprando casa e apartamento em Miami!!  Imagine: com o preço de um conjugado na ultra decadente  Copacabana, no Rio de Janeiro, hoje em dia você compra um bom apartamento ou casa em qualquer cidade na Flórida!!  Vai entender.

 

Anyway…  O fato é que o meu lugarzinho está fechado desde o mês passado,  quando meu inquilino saiu depois de não pagar o último mês.   Bom,  eu dei Graças à Deus de pelo menos ter me livrado do cara!  

Agora estou indo lá para comprar o que falta ( que é praticamente TUDO!) e decorar o lugar para alugar para os turistas por temporada.  Afinal , a Flórida tem turismo o ano inteiro!  

Então agora aqui estamos nós  no meio da estrada ,  deixando o Texas e prestes a entrarmos na Louisiana.  Hoje à noite dormiremos na cidade de Gulfport , na costa do estado do Mississippi , mais ou menos na metade do caminho.  São cerca de 12 horas de viagem!  

 

Quanto à minha cunhada…

Sua vida e a de seus amigos,  têm material de sobra para eu  escrever um segundo “Copadrama”! Cada estória de revirar o estômago e arrepiar os cabelos.  Quer dizer, eu  , aqui sentada no banco do carona,  vou só escutando as enxurradas de desgraças e pegando alguns “subsídios”  para o meu próximo romance.   Podem aguardar.

 

Em todo caso,  acho que minha ideia de “contratá-la” para me levar até St. Augustine foi uma boa.  Ela vai passar alguns dias em uma linda cidade de praia no Sunshine State e ainda volta pra California ( onde mora) com um dinheirinho extra no bolso.  E eu,   posso simplesmente me sentar aqui e  update o meu blog ,  ou  adiantar a leitura do meu livro de “História do Brasil” , do Eduardo Bueno ( alias,  excelente!)

 

É claro que se eu estivesse na Europa,  estaria fazendo esta  viagem de trem – que é meu meio de transporte preferido.    Mas aqui nos E.U. ,  você só tem basicamente  duas opções para viajar pelo país:  ou dirige, ou vai de avião. 

No primeiro caso, apesar das estradas serem ótimas e seguras,  não dirijo sozinha.    No segundo… Como já  escrevi em  mais de um  post no Parada:   Você geralmente vai espremida entre dois gordos,  o avião fede à fast-food ( já que muita gente leva a própria “marmita” pra comer na viagem,), os voos costumam ter mais turbulência do que no hemisfério Sul e os  pilotos ( provavelmente com medo de algum processo no caso de alguém se machucar…) levam HORAS até desligar o aviso de “aperte os cintos” – o que faz com que você seja  obrigada a permanecer sentada  a maior parte da viagem,  não apenas espremida, mas também APERTADA.  Sheer hell

 

Pois é,  já  vai longe o tempo em que viajar de avião era uma coisa civilizada...

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.