Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

De férias, literatura e leitores!

Pâmelli, 28.05.12

Categoria de post:  blog update

 

Já faz duas semanas que estou de férias do Community College.  Aliás,  semana que vem já começa o curso de verão!

Durante estes dias,  aproveitei pra colocar a casa (principalmente  as gavelas e armários ) em ordem , e ler algumas obras que , já  fazia tempo,  estavam na minha estante "aguardando a sua vez...".

 

É que depois que comecei meu curso de Antropologia no ACC ( Austin Community College),  com tudo o que tenho de ler e estudar,  não sobra muito tempo para  minha  “leitura de prazer”.  Ora , tenho livro que comprei há mais de um ano e que ainda não consegui ler! lol

Mas, nestas duas semanas aproveitei para finalmente tirar uma dúvida:   “O Crime do Padre Amaro” , do Eça de Queiroz,  afinal  tinha alguma relação com “La Faute de L’Abbé Mouret” ( O Pecado do Abade Mouret)  , do Zola?  ( O primeiro  eu comprei há dois anos atrás  num sebo no centro do Rio ; o segundo, o ano passado, em Paris ). 

 

No colégio,  há mil anos atrás,   me lembro quando tivemos de ler o “Primo Basílio”(que supostamente foi inspirado no livro de Flaubert,  “Madame Bovary”).   Eh bien,   após ter lido as quatro obras – as duas do autor português e as duas outras dos dois autores franceses…-   o que posso dizer é o seguinte:  “O Primo Basílio” é BEM melhor do que “Madame Bovary”  e “O Crime do Padre Amaro” é  ANOS LUZ  superior ao livro,  ( alias, chatérrimo!)  do Zola!  ( E olha que  conheço MUITO  bem a obra do autor naturalista francês , que é  um de meus autores preferidos. Mas esse negócio dele escrever estória de padre, puritano e cheio de culpa , não dá não. Zola é mesmo imbatível na hora de descrever as taras e os vícios das pessoas comuns! lol).   

Mas voltando ao Padre Amaro e ao Abade Mouret… ,  neste caso não podemos sequer dizer que ‘ qualquer semelhança é mera coincidência"  já'que as duas obras não têm  NADA a ver.   Pra começar,  o livro do Eça de Queiroz foi publicado em 1874 e o de Zola em 1875.   E quanto às duas estórias e aos dois personagens principais... um não tem a menor relação com o outro.  O abade francês era um bolha.  Já o padre português, um pulha!  Voilà,  eis a única "relação" entre os dois.   Então, quem pensa que o Eça ( por ser menos conhecido mundialmente do que o Zola)  imitou a obra do outro, nunca esteve tão enganado. Ok,  pode até ser que tenha se inspirado em "Mme. Bovary" ao escrever "O Primo Basílio",  mas quanto ao Abbé Mouret ..., non, non et non!  

--

E falando em leitores... Aproveito para agradecer  àqueles que me mandaram um e-mail  e deram um Alô ao Parada. 

De fato,  somente as pessoas no Brasil e Estados Unidos se identificaram.  Os outros,  ( mais tímidos?) resolveram continuar ‘ocultos’. 

Okso be it

 

Então, OBRIGADA :  Robinson e Maria Clara , leitores  do Rio;   à galera childfree, (de outras localidades do Brasil)    Mel,  Jonas e Tati  ( Sim,  eu sei que faz tempo que não escrevo nada sobre o assunto!)  e  last but not least,  aos residentes  semi-yankees assim como eu , lol,    Claudia de Pittsburgh,   Betty e Paul aqui de Austin e Rebecca de NYC.

 

E agora,  preciso começar a organizar a pasta e o material  dos dois cursos que vou seguir neste verão:  “Texas Government”  ( que PORRE!  - mas é obrigatório…)  e o de  "Solar System" ( eu precisava de mais um curso de ciências no meu curriculum…).   Ah, e por falar em estudos,  a aluninha  coroca aqui se saiu com três   “A”s  no semestre passado!  Nada mal heim? {#emotions_dlg.smile}  Ainda mais considerando que não gostei nem um pouco de dois dos cursos... 

 Fui.

 

 

 

     

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.