Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Seguindo viagem

Pâmelli, 28.11.10

 Próxima parada e próximo estado: Mississippi

 

Depois de deixarmos a Louisiana,  continuamos ao longo da costa e, no estado do Mississippi, fizemos um rápido pit-stop para caminharmos na praia ( praticamente deserta nesta época do ano)  de Pass Christian. 

A água alí,  para a minha surpresa, estava bem clara e azul. Mas o  melhor foi a areia :  fininha e branquíssima!

 

 Uma das pouquíssimas construções na Praia de Pass Christian : um verdadeiro 'Plantation Home' do Mississippi (no estilo 'E o vento levou...' lol) e  bem típico do sul dos E.U.  Acreditem ou não, isto é uma casa particular!!

 

 

Entre a praia de Pass Christian e  Gulfport , descobrimos um lugar bem sossegado para se ficar bem em frente a praia.  É Long Beach ( e realmente a praia é BEM longa!!) , com um ótimo calçadão  para se alugar e andar de bicicleta, por quilômetros e quilômetros. 

 O hotel Holliday Inn é praticamente a única coisa por alí e é muito confortável.  Mais: ao falarmos com alguns pescadores locais no pier, descobrimos que o povo de Long Beach Mississippi NÃO nada naquela praia (que apesar de limpa, tem a água escura...)  e sim, pega os barcos turísticos e segue para a longa  ilha ( de nome Ship Island)  em frente à costa  .  Lá , disseram eles,  a praia é excelente!

 

Cerca de uma hora depois paramos para almoçar no balneário de Biloxi, que é a continuação da mesma praia.   Lá, contudo,  ao contrário de Pass Christian, a  água estava visivelmente turva e bem menos convidativa,  com um tom  marrom acincentado. Mas não vimos nenhum sinal de óleo, thank God! 

Mas Biloxi tem outras atrações – a principal delas sendo seus hotéis cassinos. ( Pois é, no Mississippi, assim como na Louisiana , os cassinos estão liberados).

Alí aproveitamos para almoçar e conhecer o Hard Rock Hotel   que, mesmo para quem ( como eu) não é amante de Rock  , não deixa de ser bastante interessante.

  Na recepção, quadros de alguns astros do Rock - Mick Jagger, Bruce Springsteen e Elvis..., e nas portas o símbolo do Hard Rock ( a guitarra).

 

Nota:  Para um almoço descontraído,  sugiro o Hard Rock Café , no próprio hotel, que tem mesas do lado de fora.  Alí eu comí uma excelente salada de blue cheese ( o gorgonzola americano) , cranberries ( umas frutinhas secas e vermelhas,  que até hoje só comi na América), nozes tostadas e frango picante!

 

Depois de cruzarmos o  estado do Alabama não fizemos mais  nenhuma parada, mas ao passarmos pela cidade portuária de Mobile, consegui fazer este shot do USS Alabama (um navio da Segunda Guerra Mundial), ao pôr-do-sol,   e hoje aberto a visitação pública.

 

  

 

Enfim,  chegamos à Flórida!!

 

Desta vez o plano era seguirmos mais para o sul da salsicha ( onde as praias vão ficando cada vez melhores, se é que isso é possível! lol) , na costa oeste, até a cidade de Sarasota.

              No caminho, paramos para nova caminhada na praia de Fort Walton , onde a água felizmente estava limpa, a areia branca como sempre , as gaivotas bem gordinhas    e até vimos um grupo de golfinhos nadando pela costa ! ( Um ótimo sinal , penso eu,  da recuperação do Golfo após o desastre causado pela B.P…)

           Então  descobrimos a praia mais perfeita da Flórida .  Aquele tipo que só se vê nos anúncios do Caribe , mostradas pela CNN , lol.   Grayton Beach!  

          Nota:  o vilarejo de Grayton não tem praticamente nada – além de uns três lugares pra se comer e alguns condominiums ( prédios de apartamentos para alugar).  Nada de hotéis. 

Então minha sugestão para quem não quer ficar totalmente isolado é se hospedar em Destin ou Fort Walton ( há cerca de 1 hora dalí ) e pegar o carro para conhecer esse pequeno paraíso de areia fina, água cristalina de um verde esmeralda e muita , muita costa para se caminhar pela praia!

De fato,  depois de conhecer Grayton Beach,  as outras praias do Panhandle da Flórida  ( Destin, Fort Walton, Pensacola…) parecem simplesmente ‘ótimas’… lol

 

Afinal chegamos ao nosso destino final:  a cidade de Sarasota e para muitos, a capital cultural da Flórida.

Mas esta, eu deixo para o próximo post...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.