Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Praia , no Texas???

Pâmelli, 27.05.08

Não sei se é com todo o mundo que viveu a maior parte de sua vida na beira do mar,  mas eu simplesmente TENHO que dar , nem que seja somente 'um pulo de alguns dias...'  na costa, algumas vezes por ano!  

Três meses.  Eis o máximo absoluto que eu posso passar longe do mar;  sem sentir o cheiro de maresia;  a água salgada e  o iodo na pele;  a areia sob meus pés... É isso ou começo  logo a ficar   mal -humorada e implicando com tudo e todos ao meu redor;  desanimada,  sentindo-me  com o aspecto doentio ...Enfim,  triste.

 

A cidade onde moramos na América é agradável,  bastante civilizada,  tem o ar limpo e sem poluição,  bons restaurantes, shoppings e até mesmo uma ópera e balé.  As pessoas são geralmente muito gentis pois não são nada estressadas.  Há trabalho para todos.  Espaço para todos.  Nada de  sentimentos nacionalistas exacerbados ou xenofobia.

  O povo  pode não ser  sofisticado ou  chique aqui ,  mas é feliz e bem resolvido.     Os estrangeiros sentem-se benvindos.   As crianças são respeitosas , não falam alto nem gritam com os pais.  Temos cerca de 300 dias de sol por ano.  Um inverno agradável.  Segurança e pouquíssima violência.  Só falta  realmente a  PRAIA  !!   :-) Mas pelo menos o nosso estado ( o Texas)  tem uma costa e , na pior das hipóteses , podemos dirijir até lá em pouco mais de 3 horas.Ufa!  Que alívio.

 Como voltar ao Brasil  para nós só é opção uma vez por ano e vôos domésticos não são exatamente  'a  minha praia...'  :-)),  - nas viagens  internacionais pelo menos há alguma distração ( filmes, refeições, duty free etc..)  ,  o jeito é dar uma escapulida de vez em quando até a praia mais próxima,  nem que seja para um curto final de semana.

 Ah, e como é bom!  Mesmo que não se trate da Flórida , com suas areias branquíssimas e água límpida,  cor de esmeralda...Mesmo que não seja Búzios,  na Costa do Sol  brasileira - com suas enseadas maravilhosas,  os quiosques servindo água de côco gelada ,  caipirinha e bolinhos de bacalhao; Os passeios de escuna ...

 

Tudo bem ,  o Texas não é famoso por suas praias.  A água do Golfo do México não é lá essas coisas ,  sendo  geralmente de um cinza amarronzado e com  a areia escura.

Mas depois de meses enfurnada no interior de um  estado gigante (  'maior do que a França...' , como o pessoal local adora afirmar...:-))  -   que maravilha poder novamente pôr os pés  na  areia e respirar o ar marinho!! 

 

A maioria dos texanos,  quando resolve dirigir até a costa e aproveitar a praia mais próxima costuma seguir para as cidades de  South Padre ou Port Aransas,  no sul do estado , já quase na fronteira com o México.  A praia lembra muito a de Galveston , mas as cidades são bem diferentes e , na minha opinião, bem menos interessantes.

Sim,  Galveston que até alguns anos atrás era considerada decadente, feia e com uma das piores praias no Golfo do México surpreende muita gente hoje em dia.

 

A verdade é que  a ilha  hoje conseguiu recuperar boa parte do seu antigo glamour.

A cidade teve todo o seu centro histórico ,  da época  'vitoriana'  ou século 19 ,   restaurado.  ( No mês de dezembro existe até mesmo o 'Dickens Festival' ,  em homenagem ao escritor inglês da mesma época  , que atrai milhares de turistas !!  ) 

 Seus prédios públicos são imponentes.  Suas casas,  (algumas delas verdadeiras mansões!)  , charmosas construções em estilo 'bayou' -  a arquitetura típica da vizinha Louisiana e mais comumente associada à cidade de Nova Orleans.  Existe o Museu Marítimo,  o Museu do Trem,  o Museu da Plataforma ( uma antiga  plataforma de exploração de petróleo que hoje abriga o Ocean Star Museum...).

A cozinha local tambem é muito boa  ,  em especial os frutos do mar.  O 'Gaidos' é o melhor   restaurante do gênero  e  data de 1911,  a mesma época do Hotel Galvez  ( o mais antigo e classudo da cidade, lembrando uma mistura de Velho Mundo e 'Belle Époque' , além de possuir  um restaurante impecável servindo o brunch de domingo mais famoso da cidade...).  Os peixes locais  ( salmon, grouper, red snapper...)  são especialmente bons preparados a maneira 'blackened' ,   grelhados em um  molho escuro e picante,  no estilo 'cajun' da Louisiana....  Afinal Nova Orleans fica a pouco mais de 5 horas de Galveston!

 

Em 1900 houve um dos piores desastres naturais dos E.U.  Um furacão monstro que praticamente destruiu  toda a cidade .  Desde então ela foi inteiramente reconstruída  e como prevenção contra futuras tempestades e inundações ,  construíram 'a grande murada' ( o Seawall) ,  de cerca de 4 metros de altura ,  todo ao longo da praia  principal.   Aliás,  hoje o Seawall Boulevard  é a avenida beira-mar de Galveston e é lá que ficam os principais restaurantes e hotéis na  ilha.   Seu  calçadão é largo e longuíssimo , seguindo  por 89 ruas!! 

 O lugar é ótimo  para se andar de bicicleta,  patins ou simplesmente caminhar.

 

No centro histórico da cidade , chamado de Strand,   há ainda vários antiquários e um cinema que mostra um documentário sobre o 'Great Storm'  ( o  mega furacão de 1900)  e o pirata mais famoso da região e um dos primeiros a se instalar na ilha de Galveston em 1817:  Jean Laffite.

Sua estória é tão fascinante quanto  sua personalidade era cativante.

 

Sei que um dia voltarei a morar na beira do mar. Inclusive  no futuro  pretendemos morar parte do ano no Brasil - provavelmente na Costa do Sol. 

Porém, enquanto este dia não chega,  sempre que pudermos  daremos uma escapadela  até Galveston. 

O corpo e a mente  agradecem.

 

 E agora,   algumas fotos -  não dos cowboys, das fazendas e dos cavalos do Texas,  mas  da ilha e cidade de Galveston!

   Praça no Centro Histórico de Galveston

 

   Belas casas em Galveston  , no estilo 'bayou' da vizinha  Louisiana...

 

 

 

  Centro Histórico ( Victorian Galveston) . Passeios à la Charles Dickens...

 

Longo calçadão para se caminhar , andar de bicicleta ou patins na avenida beira-mar

  Os barcos pesqueiros de Galveston.  Peixes frescos nos restaurantes locais ...

 

 Pelicanos descansando e tomando sol  sobre a pedra  (  próximos ao Museu da Plataforma Ocean Star)

  Museu da Plataforma em Galveston  ( situado em uma antiga plataforma ). Videos , maquetes, robôs de ROV, baleeiras e tudo o mais sobre a estória da exploração de petróleo no Texas e no mundo.

 

  O elegante Hotel Galvez, de 1911.  (  Classe e tradição no  melhor brunch de domingo na cidade...)

  A murada ( o Seawall)  de cerca de 4 metros de altura construída   cerca de  1904,  ao longo da avenida beira-mar ( Seawall Boulevard) .  Proteção para a cidade contra futuros furacões e enchentes , desde a tragédia do 'Great Storm' de   1900...

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.