Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Mais do que uma mera coabitação...

Pâmelli, 03.11.09

 

 

"C 'est l'influence du milieu..."  - diria o velho e bom Zola, o pai da literatura naturalista  na França,  na segunda metade do Século XIX. 

 

 Nosso gato ( Senninha)  e  cão  ( Lila) são um bom exemplo disso.

 

De fato,  alguem já ouviu falar em um gato que VEM quando o chamam pelo nome e tem ciúme do cachorro da casa quando o vê brincando com a dona??

Eu, pelo menos, nunca ouvi falar disso.

 Mas Senninha ( uma gatinha , hoje com  três anos,  e que resolveu aparecer  lá em casa  numa certa noite gelada , quando tinha apenas 3 meses   - Ver post :  'O Gato em minha vida' ,  de abril de 2008 )   é assim. 

Believe it or not,   quando a chamo pelo nome  ( Senniinha... Senniinha...) , esteja  ela onde estiver  -  do outro lado da cerca, no jardim do vizinho, em cima da árvore que dá para o nosso telhado, em outro aposento da casa...- ela VEM  !  

E isto,  segundo me disseram,  não é uma característica nada 'felina'...

Mais:    assim que  me ouve brincando ou falando com o cachorro no jardim,  imediatamente  lá vem ela,   correndo em disparada  em nossa direção .

   Então se aproxima , se enrosca envolta de minha perna e me olha como se estivesse dizendo: 

 

-E eu?  Tambem estou aqui,  tá vendo?  Cadê meu cafuné?

 

Tenho certeza que Senninha 'aprendeu a ter ciúme'  e chamar a atenção para si com o cachorro.  Afinal isto sim  é uma atitude típica canina :  o animal , ao perceber  que você está dando atenção especial à alguem ( ou outro cachorro) , logo se mete entre os dois e faz de tudo para chamar sua atenção!  Todo o mundo já viu isso.   

 

 

Por outro lado,  percebo que  a mudança na personalidade dos bichos não é uma rua de mão única.

Desde que chegou aqui em casa  há um ano e meio , vinda do abrigo de animais ,  Lila tambem já sofreu mais de uma 'transformação'  em sua personalidade , inclusive aprendendo coisas ou imitando o gato em mais de um aspecto.  ( Pena que  não aprendeu a usar o litter box de Senninha pra fazer as próprias necessidades! lol) 

 

De uma cachorrinho  previamente nervoso, inquieto, ansioso e medroso ( ela comia as bordas dos tapetes e não vinha ANDANDO quando a chamávamos  -  se ARRASTAVA , como se  pensasse que estava prestes a ser  castigada... - hoje ela  dá longas caminhadas pelo bairro de cabeça e rabo ERGUIDOS  , lol,   cruza  tranquilamente ao lado de estranhos na rua  e adora demonstrar  (  naturalmente mediante um bom dog treat  ...) os truques  ( Sit! Stay ! Come! e Down!)  que aprendeu com meu marido. 

 

Quanto ao seu antigo nervosismo e ansiosidade ( Sim, ela realmente sofria de ADD quando chegou aqui em casa! )  , o chiuaua hoje  é apenas uma cachorrinho animado, cheio de vida e energia  - pois afinal tem apenas 3 anos...

 

Lila  é hoje  bem mais calma e às vezes consegue até ficar quieta, dormindo em meu colo , enquanto assisto a T.V. ( Uma cena impensável há apenas um ano atrás!  lol)

Só posso concluir, portanto,  que a atitude zen do gato acabou por contagiá-la.

E nos dias de chuva,  quando as duas ficam trancadas na sala de T.V.   simplesmente DORMEM  o dia todo -  muitas vezes, uma ao lado da outra no sofá!

 

 

 Ao que tudo indica,   durante as 6 semanas que passamos no Brasil ( quando as duas ficaram  aos cuidados de nossa pet-sitter...)   as duas  parecem ter se apegado mais uma a outra.

 Outro dia fui lá fora no jardim e o que vejo? 

Lila e Senninha  deitadas na grama,  tomando sol  A MENOS DE UM METRO DE DISTÂNCIA UMA DA OUTRA!  ( Nota:   nosso jardim é bastante espaçoso! )

Em outra ocasião  as duas estavam dormindo , lado a lado ,  em cima do deck da casa do cão .

E quantas vezes não tenho pego AS DUAS dormindo em cima da mesa da varanda? ( Antigamente ,quando uma estava na mesa a outra estava na cadeira...)

 

É.  Só pode ser mesmo  'L'Influence du milieu' ...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.