Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

De volta a casa!

Pâmelli, 16.10.09

 

 

Que surpresa!

Depois de tanto tempo sem aparecer no 'Parada'  ou publicar nada ,  pois não é que hoje volto e,  logo cedo, vejo que já tenho mais de 60 visitantes!

Coisa mais estranha ...-  tanta gente continua passando por aqui e quase ninguem comenta o que escrevo. Será que é porque concordam com a maioria das  minhas idéias ?? - ou discordam inteiramente delas ao ponto de se verem impelidas a voltar ao blog só  para  saber qual foi 'o último absurdo'  que escrevi ??   lol

 

Anyway,  o fato é que esta semana voltamos ao Texas!

Home sweet home...

Como é bom estar de volta à casa...Rodeada de  nossos babies ,  Lila e Senninha,  e desfrutando  de TANTO  ESPAÇO!  ( Havia me esquecido do quanto nossa casa é  grande -  embora aqui , na América , ela seja considerada 'normal'  e para algumas pessoas até 'pequena'...lol)

Como tudo é relativo!

 

Uma coisa que notei especialmente nesta vez que voltamos ao Brasil - e que foi bem mais longa do que as outras ( 6 semanas!!)...- é o quanto  a maioria dos lugares é  apertado , mobiliado em excesso e com pouco espaço !  Mesmo as casas das pessoas mais 'bem de vida' , classe média ou classe média alta, costumam ser entulhadas de coisas. 

 O espaço é sempre limitado e os tapetes, móveis, quadros, estantes, poltronas, sofás etc... parecem que INVADEM o ambiente e o dominam completamente!

A 'arte de se esgueirar por entre os móveis' é uma importante técnica a ser desenvolvida quando se vai ao Brasil e especificamente ao Rio onde os apartamentos são tão apertados!

 

 

Enfim,  este é um post apenas  para dizer  'HELLO I'M BACK' !

 

Na verdade  escrevi um último ainda no Rio , ( descrevendo  minha excursão à pé pelo Centro da Cidade...)  mas não tive a ocasião de postá-lo quando ainda estávamos lá.

 Será portanto o próximo . Uma espécie de Good-bye Rio-e-até-a-próxima- post...

 

 

Quanto à nossa visita à Cidade Calamitosa e reencontro com os amigos e família...No cômputo geral foi muito bom.

Bom rever todo o mundo.  Bom relembrar alguns lugares e programas conhecidos.  Bom conhecer lugares novos .  Bom , principalmente,  para  se fazer um balanço  de sua própria realidade  -  em outras palavras: um reality check!

 

Penso que quem mora fora do Brasil deve sempre dar um jeito de voltar, nem que seja de 2 ... de 3 em 3 anos. ( Claro que isto não é possível para quem está vivendo de maneira ilegal lá fora...) .

O fato é que o tempo costuma apagar ,  ( ou ao menos turvar...)   a nossa  visão realista do mundo.   Embaça a memória.  Idealiza as coisas e tambem as pessoas.  Visto de longe ( da T.V.,  das fotografias,  dos postais....) tudo parece muito mais verde, azul, dourado, alegre, romântico e vívido! Ao vivo,  contudo,  e  no dia a dia,  a coisa é bem diferente -  e não apenas na Cidade Calamitosa. ( Nós tambem estivemos em Búzios  e Jericoacoara no Ceará ...)

 

Incrível foram as coisas que eu ouvi,  que soube , que descobri fazerem parte do quotidiano da maioria das pessoas consideradas 'privilegiadas'  no Brasil.  Coisas revoltantes,  absurdas,  intoleráveis e inadmissíveis em  qualquer  sociedade mais civilizada. Casos de corrupção,  incompetência,  violência,  desrespeito e injustiça  para com  os cidadãos daquele país.

 No final de minha estadia, minha conclusão foi a seguinte ( na verdade algo que eu já pensava e que apenas serviu para ser confirmado após estas 6 semanas passadas lá...) :  se você é um daqueles brasileiros que já está fora há anos e pensa em voltar a viver no Brasil...PENSE bem!  PENSE realmente muito bem antes de deixar tudo o que tem para trás  e voltar para retomar ( recomeçar ? ) sua vida por lá.  

Faça como eu fiz ( embora só tivesse voltado lá  de férias...)  :  volte  por algumas semanas e faça uma 'viagem de reconhecimento' .  Fale com as pessoas sobre o  seu dia a dia.  Assista o Jornal Nacional  todas as noites -  ele , ao contrário do que  muita gente pensa,  não mente e nem exagera os fatos.

 

Pode ser que a economia brasileira esteja , de fato, indo de vento em popa.

Somos a oitava economia do mundo.   Segundo a CNN , em 2016 seremos a quinta...( Algo a ver com a Olimpíada do Rio ??)

Mas isso são apenas números.   Na prática,  a vida  lá fora -   no trabalho, nas ruas, nos transportes públicos, nos estabelecimentos comerciais, nas estradas,  nas repartições públicas, nos bancos, nas praias e mesmo EM CASA...   é outra estória bem diferente!

 

Se  você está fora já faz tempo - principalmente  vivendo em um país mais desenvolvido, civilizado e justo...-   ao voltar ao Brasil ,  é bem provável que tenha um choque cultural em mais de um aspecto. 

Voltar de férias  é sempre bom , mas voltar para ficar.... Bem,   conheço mais de uma pessoa que  fez isso e  depois se arrependeu  amargamente.   Pior:  algumas  nunca mais puderam voltar atrás e retomar a vida que haviam deixado pra trás! 

 Mas enfim,  isto é apenas mais uma opinião muito pessoal.  Cada um no fundo sabe o que deve e o que precisa e realmente quer fazer da vida.

 

De minha parte , só o que posso dizer é que estou FELIZ de estar de volta  aos States.

-FELIZ de poder respirar  novamente o ar puro de minha rua calma, limpa e arborizada.   

 -FELIZ  de poder dirigir o meu carro sem estresse , numa cidade onde não se buzina ; de parar  no sinal , mesmo tarde da noite, sem medo de ser assaltada. 

 - FELIZ de poder usar meu anel , relógio ou  corrente de ouro na rua ,  nos parques, no Centro, no carro ou ônibus,   sem medo ou REMORSO ! ( Por que eu haveria de me sentir mal de usar algo que me pertence?  Que eu comprei ou ganhei de presente com os meus próprios méritos??) 

 -FELIZ de entrar no meu banco , onde não há um único  guarda armado , dentro ou fora da agencia - e isto em uma cidade de mais de um milhão de habitantes! 

 -  FELIZ de saber que tenho  controle sobre minha vida e a liberdade de ir e vir como qualquer outro cidadão que paga seus impostos. 

 - FELIZ de poder voltar à uma loja com um produto defeituoso , MESES após a compra,  e ouvir da vendedera , com um sorriso no rosto e pedido de desculpas,  que posso  trocá-lo  por um novo  em folha ou receber meu dinheiro de volta !

Enfim,  FELIZ de ter um tio chamado  Sam,  que se importa,  que cuida e respeita os meus direitos de cidadã.  

 

 God bless America !

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.