Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

A síndrome da 'Mulher-Gatos' !

Pâmelli, 15.11.08

 

Coisa mais esquisita...

Outro dia estava pensando que  a medida que vamos nos aproximando dos quarenta,  (  e eu já cheguei aos 42...), começamos a perceber certos 'padrões' de comportamentos entre nossos antigos amigos ou conhecidos .

 

Muitos homens desenvolvem a famosa 'crise -da meia-idade'  e começam a querer reviver uma segunda juventude -  compram um carro esporte, se separam da mulher de sua própria geração e vão a procura de uma mais nova, começam a pintar os cabelos,  passam a  frequentar lugares de gente jovem etc...etc...

 

Já com as mulheres da minha geração que acabaram sozinhas -  ou porque ficaram solteiras ou porque se divorciaram-   percebo um outro 'padrão' que está ficando cada vez mais comum:  É a mania de colecionar GATOS dentro de casa!

 

Não estou falando de pessoas solitárias  ( os 'rejects of society' ...), sem amigos ou vida social.  

Falo de pessoas como eu e você -  que trabalham,  estudam, saem para jantar fora com os amigos, vão ao cinema nos fins-de-semana, de vez em quando até  têm um  pequeno affair ...

Tambem não estou me refererindo à mulheres que têm 1, 2 ou até 3 bichanos em casa  ( as vezes um casal acaba tendo filhotes e a dona da casa simplesmente não consegue se desfazer de TODOS eles ...),   mas 5, 6 ,10 ou 23!  

Isso mesmo.   Elas existem e estão cada dia mais comuns e frequentes...

 

Imagino o que um psicólogo teria a dizer sobre isso.

Carência afetiva?  Falta de amor ( inclusive o próprio) ?  Solidão?  Desilusão amorosa? Instinto maternal frustrado?

 Só sei que é uma coisa meio  estranha e , de repente,  me dei conta que  já tenho no meu ( pequeno, diga-se de passagem...) círculo de amizades,  DOIS exemplos destes! 

Duas ex-colegas de escola - ambas mulheres inteligentes,  bem sucedidas profissionalmente, solteiras ( uma delas inclusive muito atraente e com uma vida social bastante animada) e ...CHEIAS de gatos pela casa. 

 Uma tem uma meia dúzia e a outra 7!

 

Outro dia estava conversando  justamente sobre isto  com um amigo de meu marido -  um cara boa pinta,  na faixa dos 40 e poucos ( não gay)  solteiro e com um bom emprego...Ou seja:  um cara 'altamente considerável para fins românticos ou até mais...' :-))  e achei interessante o que ele falou a respeito:

1) que estas cat ladies  são geralmente pessoas  que foram  'mal sucedidas no amor' ... e  2)  que isto é um enorme turn off   ( uma ducha fria ) para a maioria dos homens !

 

Eu tive que concordar com ele pois afinal  , observando em volta,  em geral este parece ser mesmo o caso e,  pessoalmente,  se  eu fosse um cara,  tambem não iria querer me meter com uma destas  'ladies '  :-)).   Nem mesmo por uma noite! 

Aliás,   uma coisa parece levar a outra , formando um ciclo vicioso... -  quer dizer,  os gatos  servem como  uma espécie de 'consolo'  para a vida amorosa insatisfatória  ou inexistente destas mulheres ...O que acaba por sua vez  afastando  futuros  'canditados em potencial' ,  que poderiam justamente pôr um fim à essa  penúria  amorosa!

 

 E cá entre nós,  até mesmo do ponto de vista  'da amiga' ,  confesso que desde que minhas antigas colegas  entraram nesta  onda de 'gatomania compulsiva ' ,  sinto que nossas antigas afinidades e encontros ocasionais acabaram sofrendo um considerável  baque .   

Só para se ter uma idéia,  a última vez que estive no Rio  ( em março deste ano) e tentei encontar com uma delas,  a missão tornou-se  praticamente impossível:  cada vez que tentávamos marcar algo,  um de seus gatos estava doente , tomando antibióticos e ' quase à morte', devido à algum vírus que havia contraído .  ( Depois que voltei aos E.U. fiquei sabendo que um deles  de fato morreu ...)

Quanto à outra,   a última vez que estive em sua casa em Ipanema ,  mal pude reconhecer o lugar:  a antiga casa,  outrora  lindamente decorada com tapetes persas,  abajoures Tiffany e móveis modernos e confortáveis,   estava visivelmente  empoeirada , cheia de pêlos por todos os cantos  e o pior,   cheirando à xixi e cocô  partout !   

 

E  o fenômeno  não é coisa exclusiva de Brasil não.

Aqui na América tambem há vários casos de crazy cat ladies  por aí afora.  É assustador!

 

Oh,  don't get me wrong.  Eu adoro os bichinhos -  inclusive tenho dois,   um gato  e um chiuaua  ;  o primeiro resgatado das ruas e o segundo do abrigo de animais. 

 Agora sinceramente, o que significa  toda esta  doidice  dessa mulherada ??

Para tudo há um limite!

 

 É ,  a  Síndrome da 'Mulher-Gatos'  parece ter se tornado o Viagra de muitas mulheres de meia-idade e mais um triste fenômeno da 'modernidade'. 

O que será que vai vir em seguida??

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.