Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

Parada Essencial

Benvindos ao "Diário politicamente incorreto da Pâmelli" - uma brasileira/americana childfree, residente nos E.U.A. desde 2003 Viagens, cultura, desabafos e muito mais!

O traste e o furada...

Pâmelli, 16.04.08

 

Existem dois tipos de homens aos quais é bom se ficar atenta.  Um é o traste.  O outro é o furada.

Antigamente 'os trastes'  eram a expressão recorrente nos inventários para discriminar os bens existentes no interior das residências.  As cômodas, escrivaninhas,  oratórios etc..etc...

Hoje em dia o 'traste' é a expressão que usamos para designar aquele indivíduo ( geralmente um marido ou namorado...) que os americanos costumam descrever como o  couch potato ( o batata de sofá..)  ou o ball-and-chain husband/boyfriend  ( o presidiário com a bola de ferro acorrentada aos próprios pés...). 

Mais especificamente,  é aquele cara que passa a maior parte do tempo dentro de casa ,  sentado no sofá  diante da televisão,  com  o controle remoto em uma mão e uma latinha de cerveja na outra.

Ele vive desempregado ou , no máximo,  de vez em quando faz  um bico aqui e alí ...

Só sai de casa para ir ao cinema,  shopping ou praia arrastado (daí o nome em inglês de ball-and-chain...),  e resmungando.  Porém,  na véspera do seu aniversário,  Dia dos Namorados ou Natal ,  sempre arruma uma desculpa pra sumir de casa e só aparecer vários dias depois ( naturalmente com as mãos abanando...)

Costuma passar cantadas na vizinha boazuda da casa ao lado ( sempre que a mulher está  se matando de trabalhar na rua...) e tambem é bastante generoso com a gorgeta  (  com os trocados tirados da bolsa da própria mulher...) da mocinha que é entregadora de pizzas em casa.   Na cama,  tudo o que faz é rolar de um lado para o outro - cada vez que é acordado com o som do próprio ronco estrondoso. 

Por fim,   ele tem uma mãe que  vive de uma mísera aposentadoria e que  geralmente tambem passa o dia inteiro em casa ( normalmente de camisola e rolinhos no cabelo...) ,   e que , invariavelmente DETESTA a nora e  'morre de pena do pobre filho, que se casou com a megera...'

 

Já o furada ,  costuma ter uma vida mais 'ativa' .

A origem  da palavra,  aliás,  não é bem certa -  mas creio que tenha a ver com a idéia de um preservativo que na hora H falhou..." Ihhhhhhhhhh,  que furada!!"  ( Na melhor das hipóteses a mulher engravida sem querer;  na pior,  contrai uma doença sexualmente transmissível!)

Mas voltando ao furada...

Esse cara muitas vezes tem um bom emprego,  carro , casa própria e  pode até ser  bastante charmoso e interessante.  Costuma levá-la a bons restaurantes e volta e meia até ,  quem sabe,  à  Nova Iorque!  No campo sexual ele pode mesmo chegar a ser bem 'competente'  e nas datas importantes o sujeito  aparecerá com um presente ou chocolate decente.

O único problema é que ele não está realmente interessado em você -  pelo menos não a longo prazo.  E você sim...

Muitos 'furadas'  inclusive são casados ( com outras!),  portanto para ele,  você não passa de mais uma distração.  Um  affair passageiro.

 

E com isso o tempo vai passando... O prazo de validade da mulher vai vencendo e um belo dia ...BOOM!  -  você recebe  o chute do ano.   E com isso perde -se  anos e anos de juventude e, quem sabe,  a chance de  ter encontrado  um cara legal  e que realmente se importasse  com você.

Muitas  mulheres acabam ficando com o 'furada' durante ANOS,  sempre pensando que ele 'vai mudar' ,  ou  largar a esposa ou acabar se apaixonando por elas de verdade.

FURADA!  Quase sempre acabam  sozinhas e na rua da amargura.

 Algumas ao menos conseguem sair da relação com uma casa,  um carro ou emprego bom ( que na 'Época de Ouro' do relacionamento , conseguiram através dos contatos ou posição  privilegiada do 'furada' ...) 

 

Por fim,  existem os 'roubadas' ! 

Estes ,  como o nome já está dizendo,  são realmente o fim da picada.

Normalmente costumam passar vários dias do ano  na prisão ( geralmente nos fins-de-semana ou em datas comemorativas especiais como Dia dos Pais,  Ano Novo etc...) ;  lhe enchem de filhos que nunca  ajudarão a criar ou sustentar;  costumam espancar a mulher e dormir com sua melhor amiga ( ou com a irmã mais nova...) entre uma reconciliação e outra.   Os 'roubadas'  são verdadeiramente  hors-concours e uma mulher com mais de dois neurônios dificilmente entraria numa dessas   ( Ou entraria??)

 

Então meninas,  abram os olhos!   E,   se o seu marido/namorado/companheiro não se encaixa em nenhuma destas categorias , considere-se uma mulher de SORTE.

Você tirou a loteria esportiva e deve segurar o sujeito com unhas e dentes!

Cuide bem dele.  Faça-lhe umas comidinhas gostosas e massagens eróticas de vez em quando.  Tire os rolinhos  do cabelo antes dele chegar em casa.   E tente não reclamar demais.

Afinal,  daqui há alguns anos,  é capaz dos últimos exemplares dos não-furada,  não-traste e não-roubada   poderem ser  encontrados  apenas no Museu de História Natural -   ao lado dos   triceratops,  dos mamutes e dos Neandertais...

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.