Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Estação de esqui no verão...

Ai que bom!

Este fim-de-semana voltamos ao Colorado para passarmos uns dias em nosso studio na cidadezinha de Breckenridge.

Adquirimos o lugar no final do ano passado - parte como investimento ( uma vez que  podemos alugá-lo para esquiadores  durante os meses de inverno) parte para uso pessoal .

Na alta temporada , meu marido aproveita para praticar o snowboarding;  nos meses de verão, escapamos até  aqui para relaxar e respirar um pouco de ar fresco ( literalmente!) 

 

Depois de várias semanas de calor INTENSO  no  Texas  ( mais de 100 graus Farenheit / ou 40 graus Centígrados!) , que alívio podermos estar aqui ,  a  cerca  de 3000 metros de altitude!

Breckenridge  nesta época do ano fica  uma graça -   toda florida, com seus pinheiros finalmente descobertos da neve, seu céu azul , límpido e despoluído típico das montanhas e uma  temperatura por volta dos 18 ou 20 graus C . 

Pode lá ter coisa melhor?  

 

Eis a vista que temos de nosso  studio  no inverno   e agora , no verão !

('Dá pra acreditar que é o mesmíssimo lugar?? lol)

 

Para quem quiser saber mais sobre esta charmosa cidadezinha fundada em meados do século 19 ,  pode dar uma espiada em meu post de 15 de dezembro de 2008  , "No meio da neve ... A vinte graus negativos"  .   ( Sorry, mas é preciso ir até o calendário e clicar o mês de dezembro para encontrar o post pois até hoje não aprendi como se faz o link direto , assim como vejo no blog de tanta gente!   O fato'é que sempre fui muito preguiçosa em matéria de informática e meus conhecimentos na área são os mais básicos possíveis... - realmente vergonhoso...principalmente para quem tem um blog! )

 

Anyway ,  hoje choveu um pouquinho mas agora o tempo já abriu novamente , portanto está na hora de dar uma passeada pela Main Street ( a rua principal) e tirar algumas fotos.

 

Em sua próxima viagem ao Colorado ( seja para esquiar ou simplesmente relaxar nas montanhas...), que tal deixar as esnobes e carésimas estações de Vail e Aspen de lado e dar um pulo até Breckenridge?

 

A minha dica de onde ficar?? 

É claro que no residence hotel administrado pelo  Marriot ( tambem conhecido como o Hotel Breckenridge  ou  Marriot's Mountain Valley Lodge...)  !!

É aqui que temos o nosso studio e o lugar é imbatível  sob todos  os sentidos :  fica bem no centrinho  da cidade,  rodeado de lojas, restaurantes, cafés, galerias de artes  etc.. e  ao lado de  um dos  principais lifts para o  esqui .

Saindo do prédio, é  só atravessar o lago ( congelado no inverno ) em frente , cruzar  a pequena ponte - o que leva cerca de dois minutos!-  e você já está diante das cadeirinhas que o levarão para o alto da montanha.   De lá ,depois ( dependendo do seu caso...) ,  é só descer À TODA  , de esqui ou snowboard ! 

 

Eu, como não esquio....prefiro aproveitar a vista de dentro do studio (enquanto ponho  a leitura em dia  ou escrevo no blog...) .  Mas não deixo de  descer  até  a Main Street para um café no Starbucks ,  um croissant na French Backery ou uma peruada nas lojinhas da cidade.

Ah! e no apart-hotel tem ainda uma bela piscina ,  hot-tubs  (para relaxar os músculos após um dia inteiro esquiando... )e uma sala de ginástica.

Como vêem,  um pouco de tudo, para todos os gostos e idades.

 

 

P.S.  A aguardar cenas de Breckenridge no próximo capítulo...

sinto-me: Relaxando al fresco...
publicado por Pâmelli às 23:29
link do post | Comentários | favorito
Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

Parece piada , mas não é!

 

Recebi isto de um amigo , pela internet.   Diz que é para 'repassar' ... ( nota:  NÃO é corrente!)

Daí resolvi colocar no blog pois, afinal,  um bom número de pessoas  passa  por aqui  semanalmente para dar uma ... 

 

Voilà o texto:

 

                             " Apresento a todos o Pinochet maranhense!!!!


Ha mais de 30 anos Jose Sarney manda e desmanda no Maranhao, com

filhos e parentes. Como consequencia do maravilhoso trabalho

desenvolvido em prol da comunidade, o estado ocupa hoje o penultimo

lugar em desenvolvimento, so perdendo para o campeonissimo Alagoas,

nao por coincidencia dominado pelos Collor de Mello e os Calheiros.

Por uma incrivel coincidencia ambos os estados sao dominados pelos

"coroneis" nordestinos, que continuam sendo votados pelo povo inculto

para perpetuar os seus feudos.

De tal praga a Bahia ja se livrou com a

morte do ACM.


O Maranhão fica no Brasil ???!!!


Por favor, após leitura, envie para parentes e amigos para que façam o

mesmo, para que muitos saibam.



- Para nascer, Maternidade Marly Sarney;


- Para morar, escolha uma das vilas: Sarney, Sarney Filho, Kiola

Sarney ou, Roseana Sarney;


- Para estudar, há as seguintes opções de escolas: Sarney Neto ,

Roseana Sarney, Fernando Sarney, Marly Sarney e José Sarney;


- Para pesquisar, apanhe um táxi no Posto de Saúde Marly Sarney e vá

até a Biblioteca José Sarney, que fica na maior universidade

particular do Estado do Maranhão, que o povo jura que pertence a um

tal de José Sarney;


- Para inteirar-se das notícias, leia o jornal O Estado do Maranhão,

ou ligue a TV na TV Mirante, ou, se preferir ouvir rádio, sintonize

as Rádios Mirante AM e FM, todas do tal José Sarney. Se estiver no

interior do Estado ligue para uma das 35 emissoras de rádio ou 13

repetidoras da TV Mirante, todas do mesmo proprietário, do tal José

Sarney;


- Para saber sobre as contas públicas, vá ao Tribunal de Contas

Roseana Murad Sarney (recém batizado com esse nome, coisa proibida

pela Constituição, lei que no Estado do Maranhão não tem nenhum

valor);


- Para entrar ou sair da cidade, atravesse a Ponte José Sarney, pegue

a Avenida José Sarney, vá até a Rodoviária Kiola Sarney. Lá, se

quiser, pegue um ônibus caindo aos pedaços, ande algumas horas pelas

'maravilhosas' rodovias maranhenses e aporte no município José

Sarney.


Não gostou de nada disso? Então quer reclamar? Vá, então, ao Fórum

José Sarney, procure a Sala de Imprensa Marly Sarney, informe-se e

dirija-se à Sala de

Defensoria Pública Kiola Sarney...


Seria cômico se não fosse tão triste....


Infelizmente, o texto é verdadeiro."

 

 

P.S.  Não sei quem escreveu  mas achei genial - embora, é claro,  DEPRIMENTE...

          Muita gente ( muita??) acredita que o Brasil ainda tem jeito. 

          Será??
 

sinto-me: Enojada!
publicado por Pâmelli às 16:08
link do post | Comentários | favorito
Terça-feira, 21 de Julho de 2009

As duas figurinhas...

 

Lila - o cão adotado e...

Senninha-  o gato  ( na verdade uma gata!)   que apareceu lá em casa certa noite de inverno e se emboletou na casa do cachorro que tínhamos na época. ( Esta nos deixou no final de 2007 após 11 anos...:-(

 A primeira eu trouxe do abrigo  faz um ano...

O segundo , já está conosco há  quase três.

 

 Lila...

   é agitada, infantil, formada em fazer  besteiras ( adora latir nos ouvidos dos vizinhos,  faz xixi em casa, come as bordas dos tapetes e almofadas ...) mas é   'um poço de meiguice...' lol

 

Senninha... 

 é super zeeeeeeeeeeem...,  mia baixinho, gosta de amassar a barriga dos donos  antes de se deitar em seu colo,  come sua  ração aos pinguinhos e  adora beber a água que fica presa entre as pedras do jardim...   Quando ouve seu nome , vem  correndo com se fosse um cachorro! lol  

Tem uma paciência de Jó  com a irmãzinha destrambelhada...

 

 Vai dizer que não são duas gracinhas??

 

 

 

 

sinto-me: Divertida com Lila e Senninha
publicado por Pâmelli às 17:47
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

Falta de bom senso é F! - Parte Dois

Essa eu escrevo do próprio local onde se deu o episódio -  O Hills,  o meu health club.

 

Como já mencionei mais de uma vez neste blog,  o Hills é o lugar onde vou para praticar o stair master ( a escada rolante) e nadar  - esta última atividade , principalmente no verão.

O lugar  tem duas piscinas ótimas , uma ao ar livre e a outra interna.   Algumas pessoas preferem nadar na primeira ; outras  preferem  a segunda. Outras ainda, simplesmente  gostam de tomar sol e aproveitar um bom livro,  deitadas nas espreguiçadeiras, entrando de vez em quando na água apenas para se refrescar. 

Eu,  gosto de tomar sol e ler ao ar livre ( a beira da  piscina descoberta)  , mas  na hora de nadar,  pego meu noodle ( meu macarrão , lol - pois na verdade nunca fui  boa nadadora e a bóia me dá um suporte na barriga que me permite de fazer várias voltas na piscina  sem me cansar ou entediar...)   e sigo para a piscina interna.  Desta forma ,  já aumentei minha capacidade cardio-vascular bastante  e hoje chego ( sempre com o bendito noodle! lol)  a  nadar 30 minutos seguidos   - um enorme progresso para quem me viu há um ano atrás ...

 

Enfim,  o fato é que todo o mundo aproveita HORRORES  as piscinas do Hills - seja porque é nadador mesmo, seja porque gosta de tomar sol, relaxar e refrescar  os miolos  debaixo do sol texano de 40 graus!

 

Semana passada, contudo,  eu chego à academia e quando sigo para a piscina  o que vejo?

ISTO!!    (F* @#$%#^&@*!!)

   

 

 

 

Os 'gênios' da administração resolveram mandar refazer o solo da piscina JUSTAMENTE NO AUGE DO VERÃO TEXANO!  Ou seja:  durante duas semanas apenas a  piscina interna estará disponível.  Dá pra imaginar  um timing pior??!

Pois se antes , com  as duas piscinas abertas,  muitas vezes já  tínhamos  que  pedir para  dividir uma faixa com alguem, imaginem agora!

 

Pessoalmente , só não fiquei mais indignada porque  tenho a agenda de trabalho flexível e portanto posso me dar ao luxo de ir à academia ANTES das 4 ou 5 horas,  que é quando a maioria das pessoas sai do trabalho...  Por outro lado, como sempre gostei de nadar na piscina interna mesmo,  não fiquei tão fula da vida.  Mas ainda assim,  RI-DÍ-CU-LO!

Muita gente certamente deve andar frustrada com isso - principalmente aqueles que gostavam de tomar sol à beira da piscina.

E  como fica quem só pode vir a academia no final do dia?  Até reabrirem a piscina externa , nunca  mais ninguem vai conseguir uma faixa livre pra nadar!

 

Mas minha irritação ficou ainda maior  foi  quando uma aluna , passando pela varanda do café ( onde eu me encontrava lendo, após ter nadado na piscina de dentro...) me perguntou o que tinha havido com a piscina externa.  Eu respondi que havia uma nota dizendo que estava sendo 'replastered'  e completei,  descarregando a frustração,  que aquilo era 'a coisa mais estúpida de se fazer, justamente nesta época do ano...'

 

A mulher,  então vai e me diz :  'Até que não é tão má idéia.  No verão as pessoas podem aproveitar Barton Springs...'

 

Nota:  Barton Springs é a piscina pública da cidade.  A  água  lá  vem de uma fonte natural e a entrada é cobrada.    É um belo lugar , mas não tem NADA a ver com uma piscina de clube, de azulejos, tratada  com cloro e com faixas para se nadar !

   Na verdade , aqui em Austin ( cidade metida a natureba...) muita  gente , que tem 'problemas com  piscina de cloro...'   , só gosta de nadar  nas 'águas naturais ' de  Barton Springs ; já outros ( e eu sou deste segundo grupo...)  preferem  nadar e  mergulhar numa piscina livre de plantas , lodo e peixes! 

 

O comentário daquela mulher  mostra o mesmo  tipo de 'reasoning' usado por aquelas  pessoas que  afirmam que  'uma cidade com lago,  é o mesmo que uma com mar...'   e  que  'assistir à um filme em casa, no vídeo,  substitui ir ao cinema...'   

Granted:  eu posso bem apreciar um belo lago e gosto de assistir à vídeos em casa,  mas não venha me dizer que é a mesma coisa!!

 

Então,  duplamente irritada  - primeiro com o fechamento da piscina externa e depois com o comentário idiota da mulher...-  eu respondi:

 

- Nem todo o mundo vai a Barton Springs.  E,  quanto aos sócios do Hills ,  que pagam uma mensalidade de quase $100 , deveriam ter as duas piscinas disponíveis para uso no verão INTEIRO.

Além do mais ,  nesta época do ano há muita gente que vai a piscina simplesmente para tomar sol e relaxar.   Se  a administração tivesse tido o bom senso de fechar a piscina  no inverno, seriam APENAS os nadadores a ficarem frustrados!

(E pensei comigo:  espero que estejam ficando de cabelos brancos agora diante de tantas reclamações o dia todo!!)

 

-Ah é. Isto lá é verdade...  - concordou ,a contra-gosto , a mulher  com os seus dois neurônios - o Tico e o Teco.

 

Realmente!   

Se há uma coisa que me irrita,  são pessoas querendo justificar a idiotice , a insensibilidade ou a  falta de visão dos outros.    Tudo bem  que  não reclamem.  Nem todo o mundo é do tipo que põe a boca no trombone e roda a baiana.  Mas não venham  agora tambem querer justificar o absurdo!

 

sinto-me: Enervada com a administração
tags: , , ,
publicado por Pâmelli às 20:43
link do post | Comentários | favorito
Quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Falta de bom senso é F! - Parte Um

 

A medida que ficamos mais velhos ficamos mais tolerantes -  pelo menos  no que diz respeito a  idiotice  alheia...

Me lembro que quando era mais jovem e ouvia uma coisa idiota, ou com a qual  discordava em gênero, número e grau,  eu tentava argumentar com a pessoa.  Lhe mostrar o meu ponto de vista. Contudo, com o passar dos anos fui perdendo esse hábito.

Hoje em dia,  quando ouço uma opinião muito diferente da minha sobre determinado assunto,  que se trate de simples filosofia de vida  ou apenas  uma  visão completamente distorcida da realidade,  desprovida da mais básica falta de bom senso ou inteligência prática...,9 times out of 10,  eu me calo.  Afinal ,de que adianta?   Você não  vai conseguir convencer o outro mesmo ,e como diz meu marido:   'You can't  'reason' someone out of a position they did not reason themselves into...' 

Mas as vezes é impossível ficar calada.  Às vezes simplesmente não dá! 

 

Recentemente  passei por duas situações deste  tipo. 

A idéia ou opinião exposta me pareceu tão absurda,  tão estúpida e desprovida do mais óbvio bom senso , que foi com dificuldade que consegui conter minha irritação  e  esconder o  meu mais puro desprezo.

 

O primeiro caso teve a ver com 'o passaporte brasileiro' - um tópico que,  quem me conhece um pouco e já andou lendo o 'Parada' há algum tempo,  sabe que é algo sobre o qual  "I 've always felt  very strongly about !"

 

A seguir o primeiro caso:

 

Estávamos no carro,  eu e minha prima,  seguindo para o Museu do Texas,  quando ela mencionou que seu filho havia recentemente adquirido  a cidadania americana.  ( Na verdade , fiquei surpresa que ele tivesse esperado tanto  tempo , uma vez  que mora na América há 12 anos, e  já é possível se naturalizar após 5 anos de residência legal , ou 3 de casamento com cidadão americano...)

 

-Que ótimo . -  respondi.  - É bom mesmo ter os dois passaportes.  Eu me naturalizei o ano passado e agora tambem tenho os dois, o brasileiro e o americano.

 

-Pois é - respondeu ela.  -  O  ( seu filho)  diz que é bom usar  o passaporte americano para viajar para o Brasil , e o  brasileiro quando se vai  à Europa...

 

Uhhh??   Será que eu ouvi direito?

 

Então ela continuou :

 

- Ele diz que agora quando viajarem ao Brasil , com os filhos americanos,  se tiverem algum problema lá, poderão  pedir ajuda ao FBI e acionar o governo americano...

 

WTF??! 

 

Ou seja:  De agora em diante ,  quando voltar ao Brasil de férias com a família,  meu primo vai precisar  tirar um VISTO  ( que custa no mínimo $140 dólares) e ao desembarcar no aeroporto, entrar na fila dos estrangeiros ( que é 100 vezes maior do que a dos brasileiros !) , além de correr o risco de  ser interrogado ( e  talvez até 'empentelhado' por algum funcionáriozinho da imigração implicado  com gringos...) .  Tudo  porque,  ''Quem sabe, se tiver os filhos sequestrados ou algum outro tipo de problema  (  'Muito provável'  -  Afinal ele é sócio do Eike Batista ...* levantar de olhos ) , poderá acionar o FBI! '

Can you believe THAT ?

 

Então, para completar o meu assombro , minha prima continuou assim:

 

- Já para ir à Europa  ele usará o passaporte brasileiro porque diz que lá eles não gostam de americanos e os tratam mal...

 

Eu só não caí da cadeira porque estávamos  dentro do carro.   Se estivesse chovendo , com certeza,  teria provocado  uma derrapagem! 

 

Enfim, diante  de tão assombrosa  demonstração de  'bom senso e informação global...',   eu me vi obrigada a dizer algo.  ( Felizmente , como estava conduzindo,  mantive o olhar  para a frente e desta forma não precisei disfarçar minha expressão que ,naquele momento,  não era nem um pouco  de empatia ...) 

 

Por fim , depois de respirar fundo, respondi:

 

- Na verdade,  creio que o oposto faz bem mais sentido.  Eu ,  ao contrário ,  viajo para o Brasil com o passaporte brasileiro ( a fim de não precisar de visto e evitar a fila da imigração)  e para a Europa com o americano.  

De fato, muitos europeus não gostam de americanos,   mas é certo  que muitos tambem detestam brasileiros e no final das contas o que importa realmente  é passar  sem problemas pela imigração nos aeroportos.  Uma vez dentro do país,  haverá sempre gente que simpatiza com a sua nacionalidade e outros que não , mas que importa!  São apenas cidadãos sem nenhum poder de bloquear sua entrada no país.  Além do mais, sempre haverá povos e cidades mais simpáticos do que outros. 

 Ao menos lá fora ,  o passaporte americano é respeitado  e até o dia de hoje,  que eu saiba,  nenhum turista  americano  viajando à  Espanha, Portugal, França, Inglaterra e Irlanda ( para  citar apenas alguns lugares ...)  foi  humilhado por agentes da imigração,  preso e por fim  deportado , ' sob suspeita de se tratar de um possível futuro  imigrante ilegal...' 

 

Após meu pequeno 'desabafo'  irreprimível , minha prima  apenas ficou em silêncio.   Era evidente que ela continuou achando que a idéia do próprio filho sobre este assundo , com certeza,  fazia mais sentido do que a minha.

 

Mas por que eu fiquei surpresa?

Meu primo já passou dos 40,  é recém -separado,  já com  3 fillhos adolescentes do primeiro casamento e após um namoro de poucos meses, vai e engravida a namorada  - de gêmeos, ainda por cima!  (  Se bem que sobre este 'detalhe' , suponho que ele não tivesse  poder...) .  Nota:  a moça já tinha uma filha pequena de seu  primeiro casamento.

 

Está certo que ele  tem um bom emprego ,  mas até quando?? Do jeito que as coisas andam...

5 filhos.  Cinco faculdades para pagar nos próximos 20 anos... - haja cabelos brancos ! ( Nos E.U. não existe faculdade pública , quer dizer DE GRAÇA,   e a menos que seu filho seja um gênio e consiga uma bolsa em uma das grandes universidades,  são pelo menos $7.000 dólares de mensalidade  por ano, sem contar livros e moradia!

 

Enfim,  fim do primeiro episódio.

O segundo fica pra próxima...

 

 

 

  

sinto-me: Dizendo: Caraca!
publicado por Pâmelli às 20:35
link do post | Comentários | favorito
Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

La Marseillaise

 

 E já que hoje ( ainda estamos no 14 de julho na América...) é o dia da Liberte', Égalité , Fraternité na França...   Em outras palavras, o dia que marca o começo da Revolução Francesa de 1789... Que  tal um vídeo duplo com a letra e tradução em inglês da Marseillaise ( O hino francês)?

 

O primeiro é só a música acompanhada de  imagens de alguns dos mais belos lugares e monumentos na França;  o segundo a letra original e completa ( não apenas a primeira parte , que é a que se costuma cantar...) , com a tradução simultânea para o inglês.

 

Em português não me atrevo a traduzir.  É literário  e violento  demais!! 

Mas a mensagem é basicamente essa:

'Cidadãos,  peguem suas armas!  Os soldados ferozes  estão vindo e vão trucidar nossas mulheres e filhos.  Marchem!  Marchem! '  E por aí vai...lol

 

O fato é que o Hino da França data de 1792 ,  uma época quando o país estava 'rodeado de  vizinhos inimigos...'  -   os alemães e ingleses sendo alguns dos piores deles! 

Quem imaginaria naquela época  ver essa  Europa unificada de hoje ,  os países  sem fronteiras , com uma mesma moeda,  um mesmo passaporte !!

 

 A Marseillaise ,  com sua letra tão exageradamente  patriótica, violenta  e xenófoba,  pode  nos  parecer absurda e totalmente  anacrônica hoje em dia.  Mas é um hino  inegavelmente lindíssimo e ...tão francês! 

São poucas,  muito poucas as pessoas que realmente gostariam de vê-lo 'modernizado e atualizado, para se adaptar melhor  aos tempos modernos...' 

  Que ninguem , jamais,  pense em 'reformá-lo' !

 

 

1) Primeiro Vídeo  - Pra quem quer VER...

 

 

2) Segundo Vídeo  - Pra quem quer APRENDER...

 

 

 

sinto-me: Dizendo: Vive la France!
publicado por Pâmelli às 04:53
link do post | Comentários | favorito
Terça-feira, 14 de Julho de 2009

Presos na Bastilha

 

No sábado fomos à uma reunião do grupo dos 'francophones'  ( as pessoas que falam francês) de Austin.  O pretexto era celebrarmos o  dia de hoje :  14 de julho ou o dia da Queda da Bastilha. 

Como o convite incluía , " filme,  banho de piscina, comidinhas e conversação em francês...'' achei ótimo e até convenci meu marido - apesar dele não falar francês- à ir tambem.   Afinal,  para um pool party  ninguem precisa ter grande fluência  em língua nenhuma! lol

 

O local do evento era em um condomínio de apartamentos lá no norte da cidade - aliás, um charmoso conjunto de prédios chamado 'Toscana' , imitando  a arquitetura  de uma villa italiana.  Como todos os condomínios de apartamentos aqui,  tinha salão de recepção, piscina, sala de ginástica , sala de T.V.  etc...  

Cada convidado deveria levar um prato de tira-gostos e uma bebida,  ( além de desembolsar $5.00 por pessoa para  poder participar) .  Então , antes de sair de casa,  desencavei uma garrafa de Chardonnay de nossa adeguinha,  preparei uns pães de queijo e decorei  uma bandeja com cenourinhas  cruas e cerejas  (  É óbvio que eu estava  pensando em algo para 'beliscar' na beira da piscina, pois afinal o dia estava lindo e...quentíssimo!   Isto é o Texas no verão...)

 

Quando chegamos estava todo o mundo já na sala de T.V.  , que era bastante espaçosa,  possuía uma  cozinha americana,  duas mesas redondas , várias cadeiras e um sofá confortável  em frente à uma T.V. bem grande e de tela plana. 

 Então perguntei à organizadora quando iríamos pra piscina , ao que ela me respondeu:

 

-La piscine... Ah, c'est APRÈS...(  Mais tarde)

 

Ligeira decepção,  pensei,  mas tudo bem.  Comemos algumas coisinhas, conversamos  um pouco e depois seguimos pra lá... - foi o que eu imaginei.

Mas que nada!  

Depois de ficarmos  cerca de meia hora ( fechados)  na sala  ( apesar do dia  lindo e quente lá fora e uma piscina nos dizendo  'Venha, venha, que estou te esperando!! ' ) ,  não é que  a 'coordenação' resolveu meter um vídeo no aparelho!!   *&%$#@*!

 

Mas antes devíamos cantar a 'Marsellaise'  ( O Hino da França)  -  o que pra mim, tudo bem, pois adoro a música  e até mesmo a sua letra meio 'bárbara'...lol 

Quem não sabia de cor  ganhou um papel com a cópia, que incluía  tambem a tradução para o inglês...

 

Cantamos .  Todo o mundo SUPER  desafinado , mas cheio  de emoção  e no verdadeiro espírito  de  ' Liberté,  Égalité, Fraternité... ( Sim,  a turma  dos 'francophones' não é apenas de pessoas que falam francês, mas principalmente  de pessoas que AMAM a França!  ) 

 

No meio do grupo, avistei  uma conhecida  do Uruguai e conheci seu  novo namorado - um chef francês. Conversei um pouco com um senhor americano, recém aposentado e que havia morado em Paris quando criança. Havia tambem um rapaz da República dos Camarões,  muito atlético e com cara de jogador de futebol, mas infelizmente  tivemos pouca chance de falar.    Enquanto isso meu marido se virava como podia , andando pela sala, ao mesmo tempo cumprimentando as pessoas e  se desculpando com um ' Sorry,  I don't speak French...'  

E a piscina?  - era só no que eu pensava.  Cadê? 

So much for the pool party...

 

 

O  filme ''Hors de Prix'  , de 2006,   que afinal resolveram assistir ... é supostamente uma comédia  no gênero de ' Dirty  Rotten Scoundrels' ( Os Safados) , mas  só que sem um milionésimo do talento e da graça do filme de 1988  com Michael Caine e Steve Martin .  (Cá entre nós... são poucas as comédias francesas REALMENTE boas! ).  Pior: eu e meu marido já tínhamos visto o filme no cinema no ano passado...

 Que belíssima furada. 

  Então nós saimos de casa,  pagamos $5.00 ( quase uma entrada de cinema),  trazemos vinho,  eu vou pra cozinha preparar pães de queijo ...e tudo isso  PARA FICARMOS DENTRO DE UMA SALA,  SENTADOS EM VOLTA DE UMA MEGA TELEVISÃO ASSISTINDO À UMA COMÉDIA SEM GRAÇA  ( com aquela chatinha da Audrey Tautou , a 'Amélie Poulain'...) , QUE  AINDA POR CIMA JÁ TÍNHAMOS ASSISTIDO NO ANO ANTERIOR ! 

E tudo isso com uma piscina e um dia de sol lindo lá fora...Ninguem merece!

 

Foi só o tempo do povo se acomodar e o filme começar que eu me virei para ele e disse:

-Vamo dá o fora !  Pomos o maiô e calção de banho, damos um mergulho na piscina e nos mandamos... 

 

O coitado estava mais do que pronto.  Logo ele que detesta televisão ,  mesmo  em casa e em noite chuvosa...lol  

 

Sinceramente,  não creio que isto seja a maneira de se organizar um 'evento'.

O que é isso de obrigarem  as pessoas a fazerem as coisas,  tim-tim por tim-tim,  de uma maneira pré-determinada e sem a menor flexibilidade??  Até parece  coisa de colégio interno -suísso.   Nunca francês!!

A meu ver, ao menos a 'coordenadora'  poderia ter  dito  às pessoas antes de colocar o filme no vídeo:  'Quem quiser ficar e assistir , fique à vontade. Quem preferir seguir para a piscina tambem...'

 

 

Enfim,  fugimos.

O rapaz dos 'Camarões'  veio logo atrás de nós e dizendo que ia 'correr' ( não sei se estava falando no sentido literal ou figurativo...) , seguiu direto para o estacionamento sem sequer passar pela piscina.   

Então  demos um mergulho rápido e depois voltamos pra  casa.

Como o dia estava quentíssimo e ainda era cedo , resolvi seguir pro Hills e nadar um pouco mais , só que desta vez com o meu 'noodle'  ! lol 

Ah sim,  aquilo é que  era a coisa certa!!

 Meu marido , por outro lado , preferiu ir até a casa de um vizinho nosso  tomar uma cerveja...

 

Sinceramente,  depois desta furada,  vai ser algum tempo agora até eu voltar a participar de algum 'evento'  organizado pelo 'Austin French Conversation Group'.

Humph.

 

 

 

sinto-me: Decepcionada com o AFCG
publicado por Pâmelli às 23:55
link do post | Comentários | favorito
Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Pensamentos soltos

Primeiro'Esfriando o corpo e a cabeça '

Agora que meu marido praticamente só trabalha de casa e raramente vai ao escritório , ( a cada dia que passa isto fica mais comum com os profissionais da área de informática...)   na hora do seu almoço , que é de aproximadamente uma hora, aproveitamos para dar um pulo ( literalmente!) na piscina de Barton Springs! 

Esta é 'a praia de Austin'; a piscina pública de água natural da cidade , e  o melhor da estória:  fica a poucos metros de nossa casa!!

  Podemos chegar lá em 15 minutos a pé ,  em 5 de bicicleta ou em 1 minuto e meio de carro! lol

Life is good...

 

Segundo:   'A Incrível ( e mais básica!) falta de educação  de certas pessoas' 

No começo desta semana meu primo ( aquele que acabou de ter um casal de gêmeos...) finalmente concordou em  liberar  ( por um dia)  sua mãe  de sua vida de masmorra  e trouxe-a para passar o dia comigo. 

 Em sua casa ela não faz mais nada além de acordar de madrugada e passar o dia INTEIRO apenas  ajudando o casal a cuidar dos netos recém-nascidos...  Em suma:  a  vida da própria Gata Borralheira,  só que sem a  menor perspectiva de  um dia encontrar o príncipe encantado!

Enfim, na segunda-feira  , aproveitando seu dia de 'liberdade condicional' , levei -a para conhecer o Museu do Texas ( ja que ela é formada em História da Arte ) , demos uma volta  de carro pela cidade e depois almoçamos no  Café da Nordstrom , no shopping. 

 No final do dia , quando meu marido terminou seu trabalho, a levamos de volta à prisão  casa de meu primo  ( que fica lá onde Judas perdeu as botas! ) e eu,  naturalmente,  como manda a mais básica educação... , levei um presente para  cada um dos recém-nascidos.

 

Ao chegarmos à sua casa,  a mulher de meu primo , (que se encontrava sentada  no sofá  da sala com um dos bebés e  mais duas amigas)  mal nos cumprimentou quando  entramos.  Então,  quando lhe dei o presente ( naturalmente após elogiar  seu  bebé...) , ela  balbuciou um 'obrigada'  quase inaudível e  sem sequer abrir o embrulho ,colocou o pacote  no assento ao  lado.  

( Nota: o bebé , neste exato instante , não estava nem  chorando,  nem precisando trocar a fralda...)

Minha prima então sugeriu que fôssemos lá fora com meu primo ( seu filho)  , 'para ver  a piscina que eles haviam construido recentemente' .... ( Ao que , confesso, dei Graças aos Céus ,  pois  preferi mil vezes me ver ao ar livre , ao invés de  imprensada  dentro de uma sala apertada, rodeada  de  gente muito pouco interessante  e com dois recém-nascidos prontos para abrir o berreiro a qualquer momento! ) 

 

Uma vez lá fora,  elogiei ( desta vez com entusiasmo bem mais genuíno! lol ) a construção da piscina  e perguntei a minha prima  se ela já tinha usado. 

Resposta:   ' Não dá tempo , com toda a trabalheira em casa ...'   

Humph.

 

Enfim,  passado a semana inteira ( hoje é sexta-feira),  por acaso alguem se deu ao trabalho ( alguma hora, após  abrir o embrulho do presente...) de pegar o telefone  , ao menos pra dizer  :   ' Obrigado pelas mantinhas e os macacões' ...??

Of course not!

Dá  bem pra imaginar o tipo de educação que estas pessoas vão dar aos filhos...

 

 

Terceiro: 'Berlitz - descendo cada vez  mais baixo...'

Hoje recebo pelo correio um flyer  da Berlitz.

Trata-se de um 'comunicado' ( não direcionado à mim especificamente , mas à todos os funcionários da escola em geral...) , nada mais , nada menos incentivando a denúncia , o dedo-durismo, a delação entre colegas de trabalho!!  Quanta baixeza! 

O folheto nos informa de que podemos  acessar o seu  site para denunciar práticas que vão ' contra os valores corporativos da empresa....'   Urghhhh!  

 E termina assim:

'We encourage reporting of situations like:

-Negligent or Fraudulent Accounting

-Conflicts of Interest

-Harassment or Discrimination

-Security Breaches

-Theft of Company Property

-Kickbakcs, Bribes or Improper Gifts

-Safely Concerns

-False Financial Reporting

-Violations of Environmental Regulations

-Other Violations of Company Policy'

 

Como recentemente eles ficaram empombados com o fato de eu ter dado um curso em outra escola de línguas,  resolvi ligar para a coordenadora e saber se aquilo tinha alguma relação com o flyer que recebi pelo correio.  Aproveitei e perguntei se ainda estava 'trabalhando lá...' lol

 

-Ah, sim,  é claro!   -  foi sua resposta.  - Não sei porque lhe mandaram isso.  Deve ter vindo da direção...

 

Isto,  depois de terem MENTIDO descaradamente à minha aluna de francês, dizendo que eu não trabalhava mais lá!

Whatever. 

O que não falta nesta cidade são pessoas me ligando e mandando e-mails diariamente me pedindo aulas.  Who needs them anyway?

Mas essa de hoje realmente coroou a baixeza.  Um hotline pra incentivar funcionários a denunciar uns aos outros?!   E isso, vindo de uma escola que vive às moscas, com meia dúzia de alunos pingados e que raramente dá trabalho aos seus professores...

Berlitz-Austin :  The School of Shame!

 

 

 

sinto-me: Recapitulando a semana
publicado por Pâmelli às 22:38
link do post | Comentários | favorito
Quarta-feira, 8 de Julho de 2009

Eu e os livros

 

 

Agora que o meu livro está a venda na Book People ,  a livraria 'oficial' da cidade,  (  e não naquelas que são franquias nacionais tais como a Borders ou Barnes&Noble...)  ,  resolvi que uma vez por semana dou uma passada  por lá para  'em que pé estão as coisas'.  Quantos livros já venderam,  quantos ainda estão na estante... 

Não deixa de ser uma desculpa para ir até lá tomar um mocha gelado em seu  café,  dar uma peruada no lugar ( que é muito fofo e agradável...) e quem sabe,  às vezes voltar pra casa com algum paperback  interessante.

 

 Então semana passada lá fui eu até a Book People  dar uma  de espiã marketeira.

Estacionei  o carro no parking , (que é excelente e muito espaçoso)  e segui para dentro da loja indo direto para o setor de  'ficção' , que é onde sei que se encontram os meus livros.

 As estantes são muitas e apesar dos livros estarem organizados em ordem alfabética de acordo com o nome dos autores,  não é tão fácil encontrar  logo de cara o que se está procurando.

Sendo assim, fiquei alí alguns minutos,  passando os olhos de estante em estante,  a procura do 'Copadrama'   (e   provavelmente parecendo muito 'concentrada' e , quem sabe até meio intelectual .   Ah , como as aparências enganam! lol)

 

De repente,  um rapaz  que se encontrava ao meu lado,  me pergunta:

 

- Você tem lido algo de bom ultimamente?

 

Virei-me meio surpresa ,  já tendo  até me esquecido de onde me encontrava.

  O rapaz ,  observei,  devia ter uns trinta anos .  

 Logo vi que não se tratava de um  young businessman  ( o gênero  yuppie materialista...)  , nem tampouco  fazia o tipo  do 'ripongo natureba' ( o democrata /socialista sem ambição, com o bolso vazio mas  cheio de 'direitos humanos' e idéias  'politicamente corretas' na cabeça...)

Provavelmente algum jovem profissional liberal - concluí .  Talvez um graphic designer, um arquiteto,  um chef de algum restaurante local...   Em todo caso,  um LEITOR!   

 Não tinha, contudo,  cara de quem gostava de ler romances... Pena.

Então pensei :   'Com este aí não vale a pena eu indicar meu próprio livro ... lol 

 Um romance de costumes , satirizando certos aspectos da cultura brasileira??   I don't think so.

Resolvi ser franca e desinteresseira  :

 

-Na verdade,  acabei de ler  o bestseller de Dan Brown   'Angels&Demons'  ( Anjos e Demônios) , que gostei demais...

 

Coitado do rapaz!

Sua expressão, ( primeiro de surpresa e depois de decepção...) foi quase cômica.  Era evidente que ele estava esperando uma resposta bem  mais 'intelectual' . lol Provavelmente algo mais  'sensível e profundo'   como  :  ' Estou lendo 'O Alquimista' de Paulo Coelho,  ou,  ' Já leu 'O Rubaiyat' de Omar Khayyam ? '  ou talvez ,   ' Acabei de ler a biografia de Jane Austen...'  

Mas  o último bestseller   de Dan Brown!!  Por essa, evidentemente, ele não esperava.

 

Como  estávamos na Book People (  a livraria dos  intelectuais democratas...)  o rapaz provavelmente imaginou que eu seria uma daquelas leitoras 'sérias' -  do tipo que desdenha os bestsellers de autores modernos. Contudo, se fosse  mais observador,  teria visto que minha saia 'Atelier Danielle'  e minhas sandálias de salto da Ann Taylor não eram exatamente um  bom indício de  alguem com natureza anti-capitalista! lol

Mas os homens raramente reparam na saia ou nos sapatos das mulheres...

 

Por fim,  ele balbuciou (mais por polidez do que genuíno interesse) : 

 

-O mesmo do filme?  É bom?

 

-Excelente.  -respondi, com um sorriso polido.

 

Então eu continuei  com a minha 'pesquisa' e ele seguiu discretamente para o outro lado da estante.  

 Por fim,  passado mais alguns minutos, encontrei o que procurava.  

Ahh...Vi que venderam dois  exemplares nos últimos dias.  Bom.  Em breve terei de trazer mais  para  deixar com o gerente...

 

 

---

 

E a propósito...

Estou lendo  agora um livro que comprei em 2006 - assinado pelo próprio autor ,  Fernando Henrique Cardoso! lol

Sim,   naquele ano ele esteve na Universidade do Texas para uma palestra e lançou o seu memoir  'The Accidental President of Brazil'  .  ( aliás,  muito mais interessante do que 'A Arte da Política', que ele publicou no mesmo ano!)

'The Accidental President of Brazil' ,   conforme ele explicou durante a palestra,  não foi escrito  para o público brasileiro e sim para  o estrangeiro....'  ( Talvez por isso mesmo  seja bem  melhor!  lol)  

O livro conta a tragetória  de vida brilhante de FHC , além de nos dar um resumo bastante interessante dos principais momentos da História do Brasil.  Definitivamente , um BELO,  BELO livro...

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Divertida com a vida
tags: , , ,
publicado por Pâmelli às 16:57
link do post | Comentários | favorito
Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Um tiro no próprio pé

 

 

Quem frequenta o 'Parada'  há  tempos deve se lembrar de um post que escrevi  em novembro de 2008 intitulado 'Aprendendo línguas estrangeiras' .

Nele eu conto sobre uma aluna de francês na Berlitz daqui que só queria ter aulas comigo- apesar de eu não ser professora oficial de francês na escola . 

(Oficialmente sou professora de português -que é minha língua nativa- mas como domino igualmente o inglês e o francês, ocasionalmente  sou chamada para 'quebrar um galho' e dar uma aula destas duas línguas como professora substituta.

O fato é que a aluna em questão, (uma senhora muito exigente , de temperamento meio difícil mas no fundo ótima pessoa...)  não se deu  bem com nenhuma das professoras 'francesas' da escola . No entanto,  após ter uma aula  'experimental' com a professora 'substituta'  ( EU! ) , nunca mais quis ter aulas com  mais ninguem ! lol ( Algo que vai contra o sistema  de ensino da Berlitz,  que tem como regra básica , o rodízio de professores com os alunos...)

 A meu ver,  a  explicação  do que ocorreu neste caso  é muito simples : 1)  apesar de não ser uma 'native French speaker' ,  meu francês é fluente e tenho pouquíssimo sotaque  ( O que significa que um aluno em nível iniciante não é capaz de perceber  a diferença...) .  2)  ( provavelmente o fator mais importante! )  - são exatamente 23 anos de experiência dando aulas com o método Berlitz !!

 

Sim, eu tinha vinte aninhos quando comecei a dar aulas na escola de Ipanema e desde então já passei pelas filiais de Lisboa , Berlim e agora Austin....  Não é pra querer me gabar ...mas, cá entre nós,   quantos professores de línguas podemos encontrar por aí a fora com tamanha experiência e know how nesta  área?? 

Sem falar que me formei precisamente em literatura e civilização francesa!

Ora, a aluna em questão , bem sabia  porque queria  continuar  tendo aulas sempre com a mesma professora - and who can blame her?! lol

 

No final  a escola acabou  cedendo e aceitou  a exigência de Mrs. G.  ( tambem cobrando o que eles cobram, tinha até graça!) .

Então,  sempre que  esta se encontrava  em Austin ( pois  ela mora parte do tempo na Califórnia...)  era sempre  eu a professora escalada para lhe dar aulas de francês.

 

 Então veio o verão.  Minha aluna se despediu de mim dizendo que iria passar um mês na Califórnia ( onde está construindo uma casa de praia ...) e que  assim que voltasse ao Texas entraria em contato para recomeçarmos as aulas...

 

O que acontece?

 

Quando volta de férias,  Mrs. G  é informada  pela escola de  que 'não estou mais dando aulas lá...'

A Berlitz,  depois de ANOS  sabendo que ensino  em outros estabelecimentos da cidade ( incluindo a Universidade do Texas) , de repente cismou com um dos institutos  onde  soube que dei um curso recentemente.  

Disseram-me que tratava-se de 'um concorrente' e daí em diante passaram a me boicotar na escola, não me dando mais aulas!  Pode?

( O mais ridículo é que  a escola daqui,  ao contrário da do Rio , Lisboa e Berlim,  que viviam CHEIAS de alunos e portanto davam muitas aulas aos professores, vive às moscas!!   Mas ainda assim,  se sente no direito de achar ruim quando seus professores dão aulas em outros estabelecimentos!!  É mole??)   Ora , se você deseja exclusividade,  tem mais é que pagar MUITO BEM  e dar aulas de sobra aos seus professores!  Get real!

 Enfim,  mentiram para a aluna dizendo que eu 'não trabalhava mais lá' e pior:  quando ela lhes  disse que não queria outra professora  e pediu o meu contato ,  se recusaram a lhe dar a informação!

Só que  outro dia cruzei com ela no shopping   e imaginem qual não foi sua surpresa e alegria ao me reencontrar!

 Resumo da ópera:

Mrs. G agora é minha aluna PARTICULAR pois acabou saindo  da Berlitz.

Eu , de previamente ( e injustamente) boicotada,  agora  passei a ganhar  o triplo do que ganhava para dar aulas na escola e ainda por cima sem ter que sair de casa! 

 

É isso o que dá quando certas pessoas ou estabelecimentos resolvem ferrar com os outros ( neste caso tanto a aluna quanto a professora...) , por puro despeito, burrice ou inflexibilidade absurda.

Às vezes a vida bem que é justa...

 

 

Em todo caso,  no futuro,  acho que vou estar escrevendo mais e ensinando menos. Já tinha mesmo pensado nisso.

Thank goodness O 'Copadrama' está vendendo bem e já tenho até a idéia do próximo livro... - um manual  para se estudar português básico para viagem -  com ou sem professor!  lol

 

sinto-me: Vingada pelo destino!
publicado por Pâmelli às 05:08
link do post | Comentários | favorito

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Romance para este inverno...

. Visita ao maior Santuário...

. Dica de leitura para este...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

. De novo rumo à Flórida

. Safari Africano, Texas st...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds