Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

De passagem pelo blog...

 

Faz tempo que não passo por aqui.

É que tenho andado ocupada com os preparativos do lançamento do livro...

 Tambem ando meio cansada.  Acho que estou sentindo falta da praia.

A verdade é que esse negócio de morar longe do mar , realmente não é pra mim!

 

Ao menos tenho nadado toda semana.  O calor no Texas nesta época do ano é algo inacreditável, mas pelo menos tenho minha piscina no Hills...

Sou péssima nadadora , mas uso um 'noodle' ( uma espécie de bóia em forma de macarrão..) e com ele nado cerca de 30 minutos , sem parar.  O exercício é ótimo,  ajuda a me abrir os ombros  e como é refrescante!!

Confesso que nesta época de calor , tenho negligenciado um pouco o stair master... 

 

Fora isto o que tenho feito além de 'preparar  o terreno'  ( mandar e-mails, imprimir os flyers,  encomendar o poster , ligar para as pessoas...) para o book signing?

Ah! Assistí a um filme ( 'Anjos e Demônios' ) que gostei demais !  Lí uma crítica arrasadora na VEJA  sobre o filme , mas acho que o 'crítico' simplesmente se morde de inveja do sucesso ( e principalmente do dinheiro!!) do Dan Brown. Nunca li algo tão ridículo e absurdo sobre um filme tão bom -  ainda mais quando se considera o número espantoso de porcarias que eles mostram nas salas dos cinemas por aí a fora!!

Tambem no programa do 'Manhattan Connection' ouvi falarem mal do filme - mas não creio que ninguem naquele programa entenda realmente de cinema.  São todos mais analistas políticos e econômicos do que qualquer coisa . 

De qualquer forma  eu quase nunca concordo com a opinião masculina sobre filmes. lol

Os filmes que eu gosto frequentemene são  arrasados pela crítica ( e infelizmente a maioria dos críticos de cinema são homens...:-(  . 

Já os que a 'crítica' costuma endeusar, normalmente  me matam de tédio ou me deixam com vontade de cortar  os próprios pulsos!

 

Mas voltando à  'Anjos e Demônios' ...  Não achei a estória nada absurda -  ao contrário do SUPER  best-seller de Dan Brown,  'The Da Vinci Code' .  Aliás, gostei bem mais da atriz israelense neste filme  do que daquela  chatinha e enjoadinha  francesa, (  a eterna Amélie Poulain !)  da  Audrey Tautou e , ao contrário da opinião do crítico da VEJA,  achei o Ewan Mc Gregor até bem charmoso  ( e convincente!) no papel do 'Camerlengo' do Vaticano.

O livro ainda não li , mas vou comprar.  Penso que vou gostar mais do que o 'Código Da Vinci' ...

 

Enfim,  no more  news for now.

Provavelmente agora só volto ao blog  depois de minha 'festinha'  no sábado...:-) , mas  prometo postar algumas fotos!

Quem sabe depois disso tudo eu volto a escrever minhas besteiras por aqui...lol

Mas realmente,  penso que preciso dar um pulo até a costa o quanto antes  e me banhar na água salgada.  Nada como  a vista,  o cheiro e a sensação do oceano em MIM,  pra me devolver a energia e o ânimo perdido!

 Até quando vou morar no meio deste deserto??

Ah, o que eu não daria para estar na COSTA  !  Humph...

sinto-me: Como um peixe fora d'água...
tags:
publicado por Pâmelli às 21:03
link do post | Comentários | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

COPADRAMA - um romance carioca

 

 

Afinal meus livros chegaram!

O caminhão com a encomenda  chegou enquanto almoçávamos  e que sufoco que foi levarmos tudo para dentro !   Ufa...

Por sorte, hoje meu marido estava trabalhando de casa e minha mãe, apesar de sua idade ( mais de sessenta) ,  malha diariamente em academia no Rio , correndo em esteira, fazendo aulas de aeróbica e  levantando pesos...

Portanto pude contar com a ajuda ( física!)  necessária.  lol

 

---

 

Então hoje escrevo um pouco sobre o livro  - e aproveito para fazer um pouco de 'marketing virtual' , hehehe...

 

'Copadrama-   a Brazilian Tragicomedy' ( Copadrama - uma tragicomédia brasileira) :  eis o título de meu 'romance carioca'. 

Trata-se de uma estória  de ficção  ' , passada   no Rio de Janeiro  e  que mistura  uma boa dose de humor, tragicidade , romance e cultura brasileira.

 

Em um edifício no bairro de  Copacabana,  um grupo de residentes  (bem 'típicos' da realidade classe média carioca...:-))  vive seus pequenos dramas, comédias e romances do dia a dia.

Nota:  Muita gente que viu a novela 'Paraíso Tropical' vai imaginar que foi nela que eu me inspirei.  Mas na verdade o projeto deste livro vem de bem antes:  a novela foi ao ar entre março e setembro de 2007;   já o outline de meus personagens na estória ( que aliás, não têm nada a ver com os personagens da novela...) foi criado em janeiro de 2006, sendo que em novembro do mesmo ano eu já tinha mais da metade do livro completado.)

Sim,  uma grande coincidência , but so is life...  Mas tambem o tema central ( a idéia de um grupo de pessoas morando no mesmo prédio e interagindo...) não é assim TÃO original e, com certeza ,  já foi usado antes em novelas, livros ou filmes.

 

Anyway,   'Copadrama'  é  um romance leve e de leitura rápida -  aquele tipo de livro que você levaria para  ler no avião ou na beira da piscina...

 

O romance  foi originalmente escrito em português - mas como o lançamento será aqui nos Estados Unidos,  resolvi publicar primeiro a versão em inglês. ( Afinal já faz 6 anos que estou fora e hoje em dia meu círculo de amizades e contatos profissionais aqui é bem maior do que o que deixei no Brasil.

Business is business, my friends...

 

Quanto a tradução do português para o inglês...

Durante um ano e dois meses trabalhei com um grupo de 4 alunos meus de português , todos americanos nativos. 

Ah... quantas noites de  terças-feiras passamos em  minha casa ,  traduzindo parágrafo por parágrafo , sempre preocupados em mantermos as nuances  do livro  e evitando ao máximo as traduções literais!   E quantas boas risadas nós demos nesses nossos 'encontros literários' ...  , entre um cafézinho e pedaço de bolo!

 

No final , fiquei bastante satisfeita com o resultado e hoje,  ao ler 'Copadrama' em inglês,  sinto que conseguimos realizar nosso objetivo, que era não apenas o  de traduzirmos a estória, mas tambem o de  mantermos o espírito do livro original.

     Sim,   hoje estou convencida de que fiz a coisa certa em  NÃO contratar um tradutor profissional para o trabalho, pois ele ou ela muito  provavelmente  teria mudado  bastante o estilo da escrita e  talvez 'americanizado' demais a obra.  Sem falar que jamais permitiria que eu contribuísse  ( interferisse! lol)  com o  seu trabalho , apesar de ser a autora da estória!

 

Enfim,  o book signing ( lançamento do livro) será no dia 30 deste mês ,   no Museu Umlauf de  Austin  -  aliás,  um belo lugar, rodeado de jardins e esculturas do artista de mesmo nome. 

 

Quanto aos amigos e colegas da blogosfera que desejarem adquirir um exemplar...  'Copadrama' estará vendido através da amazon.com. 

É só entrar no site deles ,  digitar o nome do livro e fazer o pedido.  A entrega, contudo, levará alguns dias ou talvez até semanas para quem reside fora dos Estados Unidos. 

O preço ( $ 12.95) ,  I dare say,   é  bem razoável,   uma vez que só usei material e profissionais  de qualidade, inclusive no trabalho de capa pela Figo Design!

 

Quanto a publicação da versão original em português...

Quem sabe no ano que vem,  caso eu consiga pagar  todas as minhas dívidas da primeira impressão !

sinto-me: Dizendo: Mission Accomplished!
publicado por Pâmelli às 14:36
link do post | Comentários | favorito
Domingo, 17 de Maio de 2009

Anfitriões do inferno...

 

Parece que algumas pessoas que estão morando no exterior há algum tempo , quando recebem um familiar em casa  , acham que devem aproveitar ( e explorar!) ao máximo a visita  da pessoa.

Fico besta de ver tamanho egoísmo.

É a exploração total do conceito de 'matar as saudades da família' .  Mais apropriado seria dizer ' matar a pessoa de tanto trabalho!!'  

Tudo bem que estas pessoas normalmente  têm filhos pequenos  e portanto precisam de mais ajuda.  Além disso,  geralmente dispõem de menos tempo, energia  ( e frequentemente  dinheiro...) para sair e se divertir FORA de casa , mas realmente!  Fico bestificada ao ver como algumas delas  escravizam seus parentes ( e em especial a própria mãe! )  assim que estes desembarcam aqui e se recuperam do jet-lag .

 

Conheço pelo menos  duas pessoas ( e olhe que meu círculo de amizades no meio da 'comunidade brasileira' local é bem restrito...) que quando recebem a visita da mãe do Brasil  simplesmente fazem delas uma EMPREGADA e BABÁ  full-time

As pobres mulheres passam a maior parte de sua estadia nos Estados Unidos EM CASA -  arrumando,  cozinhando e cuidando dos netos.  A família raramente sai para levá-las para passear e conhecer a cidade.  E o pior é que não  se trata de pessoas humildes e sem recursos.   

 

O primeiro caso é o de minha cabeleireira aqui, que é de São Paulo.

Sua mãe viaja há anos para os E.U. e  praticamente só o que conhece de Austin é a T.V. a cabo - mais especificamente o Travel Channel! (Que aliás,  ela deve ter igualmente no Brasil...)

 O segundo  é o de um primo meu que se casou novamente  e cuja  atual esposa está para ter gêmeos este mês.  

Depois de anos morando em Michigan,  ele agora mudou-se para o Texas e está trabalhando em Austin.  

Outro dia fomos visitá-los em sua casa  ( eles moram  lá no meio do NADA ,  a  vários quilômetros de distância  da cidade, pra variar...) and guess what...

Sua mãe ,  minha prima de primeiro grau,  está pra chegar  do Brasil  e segundo seu filho,   'está vindo para ajudar...'  

Sua estadia será por tempo indeterminado - mas eu suspeito que será bem mais curta do que meu primo imagina.

Digo isto porque quando  me ofereci para ser sua anfitriã e levá-la para  conhecer algumas das 'atrações da cidade'  ( já que supus que ele e a mulher estariam muito ocupados - para não dizer exaustos! - cuidando dos recem-nascidos...)   ele ficou visivelmente incomodado e desconversou !  Dá pra acreditar?? 

Pelo visto este é mais um que pretende  manter a mãe trancafiada em casa,  dia após dia,   só limpando , cozinhando e ajudando a trocar  as fraldas dos netos! 

 

 Confesso que fiquei com pena de minha prima - hoje uma senhora de uns sessenta anos,  acostumada a viver em Vitória, (  bela cidade na costa brasileira...)  em uma casa com empregada e  com todo o conforto.

Aqui em Austin,  a casa de meu primo é  ENORME ,  com cachorro e fica a quase uma hora da cidade !   - o que significa que minha prima se tornará  a própria 'refém do filho',  totalmente dependente de sua boa ( ou melhor , MÁ!) vontade em levá-la e trazê-la dos lugares.

Deus me livre de um destino parecido!

 

Sinceramente...Comparada  à estas pessoas,  penso que eu até deveria receber o 'Troféu de Filha do Ano'  !  lol  ( E olhe que nunca me considerei pessoa especialmente altruísta,  despreendida e com espírito auto-sacrificador.  Na verdade sou até meio egoísta :  aquele tipo que no ônibus ou metrô,  por exemplo,   vê primeiro se alguem cedeu o  lugar ao idoso que acabou de entrar,  antes de oferecer o seu...:-)))

Apesar disso, desde que minha mãe chegou aqui há pouco mais de  uma semana,   já fomos  ao  cinema 2 vezes,  fomos à um brunch especial no domingo,   almoçamos no café da Nordstrom ( o nosso preferido),  levei-a pra lanchar no La Madeleine ( o SEU preferido! ), ao shopping para fazer algumas compras e  à  piscina natural da cidade.  Hoje iremos à uma loja que vende os mais variados  sapatos de griffe a preço de outlet mall...

 

Ok,  ela acorda cedo e portanto costuma pôr a mesa e fazer o café de manhã.  Tambem gosta de caminhar pelo bairro , então aproveita pra levar o cachorro pra fazer  seu exercício diário.  E trouxe uma receita especial de 'camarão com açafrão'  que vai fazer  para nós um dia desses . Mais:  ontem , enquanto eu passava o aspirador em casa,  ela fez questão de passar algumas roupas.  ( Sim,  assim é a vida no Primeiro Mundo :  Nada de luxos e mordomias por aqui - a menos que você tenha MUITO $$$$$$$ ! )  Mas para tudo há  um limite.

Ninguem deve convidar sua mãe para  vir visitá-lo/la  no exterior e transformar a coitada  na própria  Escrava Isaura!!  What the hell...

 

 

 

 

sinto-me: De cabelo em pé
tags: , ,
publicado por Pâmelli às 05:01
link do post | Comentários | favorito
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Dúvidas do inglês

 

Recebi este e-mail  hoje cedo de uma amiga do Brasil.

Não sei quem é o autor mas ADOREI , lol,   e como ando meio ocupada  nestes últimos dias com minha hóspede ( minha mãe)  e o projeto do lançamento do livro ... Voilà :-)

 

Nota:  o texto NÃO é recomendado para petistas e aquela parcela da população brasileira ( cerca de 70 ou 80% ??)  que aprova do governo de Lula. 

You've been warned

 

 

"  Desde o primeiro momento, comentei com amigos que a expressão "that's the guy" estava longe de ser elogiosa. Sua melhor tradução para nós seria "este é o babaca". O Supremo Apedeuta e sua troupe petista adoraram, porque não entenderam. OBAMA TIRA SARRO DE LULA E OS PETISTAS VIBRAM. A ficha só me caiu depois, até porque o fato foi inusitado e inesperado.  O Gordon Brown esteve com Lula poucos dias antes da reunião do G-20 e do Brasil foi direto para os Estados Unidos onde comentou com Barak Obama sobre o que ouviu a respeito dos responsáveis pela crise, ou seja, os brancos de olhos azuis. Brown ficou assustado com o que Lula pudesse dizer durante a reunião, um possível discurso terceiro-mundista culpando os galegos dos olhos azuis por todas as desgraças do mundo. Barak Obama, que não é galego dos olhos azuis mas é o maestro da banda, tomou a si a tarefa de calar a boca do falastrão/fanfarrão. Mas como fazê-lo? Como calar um indivíduo super-vaidoso que se julga hoje o maior líder do planeta? Como calar a boca de um mentiroso compulsivo que chega ao ponto de se jactar das próprias mentiras porque acredita nelas como verdades? Isto é tarefa para prestidigitador, e Barak Obama parece ser um. A solução era apelar para a vaidade do beócio fazendo com que ela trabalhasse contra ele. Não deu outra e Barak Obama pouco está ligando para o fato de ter quebrado o protocolo. Em momentos como este é preciso saber quebrar o protocolo. Você viu que até a rainha Elizabeth II quebrou o protocolo ao receber Michelle Obama em seu palácio ao passar-lhe o braço pela  cintura sendo retribuída com o mesmo gesto. Achei linda a foto e me fez lembrar uma outra dela bem jovem ainda visitando os escombros de Londres junto com o seu pai na época da guerra.

"That's the guy" (este é o cara) foi a frase inicial de Obama. Observe na sutileza desta frase. Se ele tivesse dito 'This is the man' (este é o homem) o sentido seria completamente diferente. Nos Estados Unidos esta palavra 'guy' (no sentido de cara porque tem outros significados de acordo com o sentido da frase) é usada frequentemente pela malandragem e tem um sentido pejorativo. Quando alguém diz "aquele é o cara", o interlocutor sabe que ele pode estar querendo dizer "aquele é o filho da puta". Este é o linguajar do Harlem nova yorquino e 'guy' pode significar várias coisas, inclusive filho da puta mesmo! De modo que agora eu acho que tudo foi ensaiado direitinho e combinado de antemão. Observe também que logo em seguida ao "elogio" de Obama, o primeiro ministro da Austrália (eita cabra bom?!) completou: "E tem o mais longo mandato". Observe na foto que registrou o momento que ao lado estava o Gordon Brown (Inglaterra) e atrás dele o primeiro ministro do Canadá, formando o quarteto que eu chamo os quatro mosqueteiros (Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Austrália) O ego de Lula inflou tanto que ele não deu um pio durante a reunião e quem deu as cartas foi Barak Obama. Nem o presidente da França que ameaçou até abandonar a reunião se suas idéias não fossem aceitas,cantou de galo e preferiu continuar até o final com a viola metida no saco.

Depois da reunião, para não decepcionar os adoradores de palhaços,Lula deu uma coletiva se jactando de ser "o primeiro presidente do Brasil a emprestar dinheiro ao FMI".  Neste momento foi apelidado por uma jornalista de o poodle de Obama. Tai, esse apelido vai pegar: O Poodle de Barak Obama! Eu até abro mão do apelido que lhe dei (Exu de Nove Dedos) em favor deste.

Bem, o resto a gente viu com as recepções apoteóticas com que Barak Obama foi recebido na França e na Alemanha. Parecia até que era Ike Eisenhower a salvar novamente o velho continente. E quanto a Lula da Silva? Ora, ora, o mundo inteiro já sabe quem é este pulha. Deixa ele se jactar junto às suas galinhas no seu próprio terreiro.   Uma coisa nós sabemos: o velho cowboy está ferido mas longe da morte. "
 
 

sinto-me: Divertida
publicado por Pâmelli às 17:05
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

O outro lado do pânico...

 

O pânico às vezes compensa.

No meio da ameaça do terror - principalmente o psicológico...-  quem continua seguindo com sua vida como se nada demais tivesse acontecido  muitas vezes se dá bem!

 

Na sexta- feira passada ,  por exemplo,  meu marido e eu fomos ao cinema assistir ao filme 'Is anybody there?' , com Michael Caine.  

A cidade parecia uma 'ghost town' à noite!

Primeiro,  o restaurante chinês onde costumamos comer , sempre que vamos à este cinema,  estava VAZIÍSSIMO!   No estacionamento ,  pela primeira vez , não tivemos de dar voltas procurando vaga.  Havia lugares de SOBRA!  

Lá dentro, como  não havia ninguem formando fila , foi só entrarmos e seguirmos diretamente para o caixa onde fazemos os pedidos.    ( Ah, como seria bom se o mundo ao invés de 6 bilhões de 'milagres'  tivesse apenas...digamos,  1 bilhão!!  'Todos os dias da semana seriam assim:  Haveria sempre vagas de sobra nos estacionamentos. Mesas de sobra nos restaurantes.   Filas de menos- aliás inexistentes- nos diversos estabelecimentos comerciais.   Nada de engarrafamentos, nem histerias no trânsito.   Empregos, comida, água e  espaço de SOBRA  para todos!! )

 

Anyway,  após nosso jantar,  seguimos para o cinema e na sala de projeção éramos apenas 3 casais . Foi praticamente uma sessão privativa em um home theater  lol

Então lá pra meia-noite resolvemos ir ao supermercado , que é ao lado do cinema . ( Precisávamos de algo gostoso para o café da manhã do sábado...:-))  

Naturalmente o lugar estava com pouca gente aquela hora,  mas a 'surpresa'   foi ver a maioria das prateleiras  VAZIAS!

É realmente  impressionante como as pessoas são apavoradas.  Principalmente os americanos.  TUDO é desculpa pra se enfurnar dentro de casa,  estocar quilos e quilos de mantimentos e esperar pelo....Apocalipse.  Arre égua !

 

Mas não é só aqui não.

Hoje, por exemplo,  minha mãe chegou do Brasil.

Veio passar o mês das mães ( Dia das mães na América é só dia 10...) e aproveitar  o lançamento de meu romance no dia 30.

Novamente,  guess what?

O check -in no aeroporto do  Rio foi uma maravilha.  Ninguem na fila!    TUDO vazio.  Todo o mundo morto de medo de viajar para os E.U. nestes tempos de gripe suína.  ( Eu não posso deixar de achar  meio ridículo ,  que alguem que more no Rio  de Janeiro ,  of all places,  tenha medo,  seja por que razão fôr,  de viajar  para os Estados Unidos ...)

A consequência é que no  avião ela teve a fileira INTEIRA para se esparramar e dormir!  lol ( Sim,  ela vem de classe econômica , naturalmente...)

E como  já conhece o comissário do vôo da Continental que faz a rota , Rio/São Paulo /Houston ( onde ela pega a conexão para Austin...),   desta vez,  já que o vôo contava apenas com meia dúzia de 'corajosos'  gatos pingados ,  seu  amigo simplesmente lhe trouxe o jantar da Primeira Classe!! :-)   

 

A conclusão?

O negócio  é aproveitar  o terror ( real ou imaginário)  da Gripe Suína que se alastrou pelo mundo.

Saia,  viaje, coma fora, vá ao cinema...Os lugares nunca estiveram  tão vazios e tão agradáveis como nestes tempos! lol 

 No final das contas,   parece que a verdadeira doença está mais na cabeça das pessoas do que no corpo delas.  Além do mais,  quem garante que a infecção  não lhe será transmitida através de  seu  vizinho, do seu  carteiro ou de  sua  própria sogra??

 Carpe Diem , my friends,  and the hell with the rest!

sinto-me: Cinicamente urubuservando...
tags: , ,
publicado por Pâmelli às 17:13
link do post | Comentários | favorito
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Não trocando de carro...

 

Eu adoro,  simplesmente ADORO  o meu carro!

Ele tem 11 anos -  5 comigo-  e trata-se de um Mercedes C230 , 1998.

Está 'velhinho' ,cronologicamente falando ,  mas em excelente estado otherwise.

Na verdade, em cinco anos que estamos juntos ,  o 'rapaz'   sempre se portou de maneira impecável !  lol  (  Apenas uma vez tivemos de mandar consertar o ar-condicionado - Uma facada de $2.000  dólares , e que , segundo meu marido,  'mais valia vender o carro e trocar por  um mais novo...')

 Acontece  que este 'mais novo' ,  NÃO seria outro Mercedes !  lol - o que pra mim  seria  um GRANDE problema,  já que,   entre ter um Honda, um Ford, um Chevrolet ou Nissan etc... ,relativamente novo ou um Mercedes antigo,   eu prefiro mil vezes a segunda opção!! 

 

A verdade é que sou aquele tipo de pessoa que prefere ter uma meia dúzia de bolsas BOAS , ao invés de 30 de qualidade inferior; aquela que prefere degustar  um  filé mignon  acompanhado de meia dúzia de pequenos legumes delicadamente fatiados ,  ao invés de  devorar um  'prato de camioneiro' ,  CHEIO  até o topo das carnes mais duras e gordurosas  e empilhado com QUILOS  de arroz com feijão caindo pelas bordas ! Enfim, aquele tipo de pessoa  'meio  esquisita' ,  que jamais trocaria uma coisa de melhor qualidade,  mais refinada e bem acabada , por outra  simplesmente porque é  'mais nova ,  mais recente ou mais fashion...'  ( Ah,  não suporto essa  expressão!)  .

Sim,  trata-se de uma atitude bastante anacrônica -  mas eu SOU  anacrônica!  Fazer o quê ?

E então eu  amo o  meu velho ( ou melhor,  'antigo' ...)  Mercedes ! 

 

 ---

 

Duas semanas atrás,  uma mulher ,  ( que só pode ser louca,  além de barbeira... )  bateu na minha traseira enquanto estávamos as duas PARADAS, esperando para sairmos do estacionamento da academia de ginástica!  

 Eu , na frente,  esperava a chance de sair  do estacionamento e entrar na avenida (  a rua em frente é de mão dupla e muito movimentada...).  À minha esquerda e bloqueando minha visão,  um outro carro esperava igualmente para entrar na rua .

  A louca  , ( que  estava atrás de mim) ,  assim que viu o  carro  à minha esquerda  partir ,  'concluiu'  que eu imediatamente  faria a mesma coisa,  ( Só que  eu tinha de esperar o carro  partir para poder enxergar a avenida dos dois lados !) e simplesmente  ARRANCOU com toda a força ,  como se fosse o próprio Ayrton Senna em uma largada na Formula 1!

O resultado?

PLAFFFFFFFTT!!     Com o seu BMW monstro, tipo jeepão,  entrou com TUDO  na minha traseira esquerda. 

E  a criatura ainda tinha uma criança de poucos meses em um carrinho no banco de trás!  Dá pra acreditar??

 

O fato  é que agora estamos ligando de uma companhia de seguro a outra,  tentando ver se os responsáveis ( ela e o marido)  vão ou não pagar pelo estrago em meu carro.

Justo o meu  alemãozinho legítimo ,  da época quando a Chrysler ainda nem tinha se juntado à Mercedes e os carros da tradicional companhia alemã ainda não  tinham todos  a 'mesma cara de carro americano'... 

Logo o meu C230.  , que até então  não tinha sequer um arranhão!!  *&^%*7$#^&!

 

 

Um Mercedes , pra mim,  é  como um tapete persa , lol .  É algo especial e único. 

Pena que ao contrário dos persas, ao envelhecer ele não ganha em valor. 

Mas assim são os carros...

Como é mesmo aquela piada??

O paraíso na Terra é :  ter um cozinheiro francês,  um mecânico alemão , um amante...Sei lá,  não me lembro.  Só lembro mesmo da parte do cozinheiro francês e do mecânico alemão.

E o 'Inferno na Terra ' tinha algo como 'um amante japonês e um cozinheiro inglês' ...lol

 

Anyway,  está decidido.

Eu fico com o Mercedes -  pelo menos até ele começar a me largar no meio da rua...

Os modelos novos ( além de estarem acima das minhas possiblilidades) são  simplesmente horrorosos!   Até  parecem um Honda , apenas com o anelzinho na frente indicando que '  um dia foram  Mercedes...'   E agora a Chrysler faliu de vez  ! -  mas já não  estava mais associada à  Mercedes.  Aliás,  nem sei com quem a Mercedes está agora!  Está cada dia mais difícil de acompanhar os seus parceiros românticos no mundo automobilístico...

 

Quanto a trocar  meu antigo M. por um Honda, Ford , GM  ou Nissan semi-novo...  Thanks, but no, thanks.  Eu fico com vintage alemão.

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Fula com os maníacos
tags: , ,
publicado por Pâmelli às 16:34
link do post | Comentários | favorito
Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

Senna - hoje, sempre e nunca mais!

Hoje faz exatamente um ano que o perdemos. 

O Brasil,  o mundo e principalmente a Fórmula 1 , que desde então nunca mais foi a mesma...

 

Na época eu morava em Berlim - lugar  cinza ,  com o ar triste e pesado...  

Mas naquele domingo macabro  a cidade  ficou ainda mais cinzenta e pesada do que nunca.

E tudo visto AO VIVO ,  em pleno Grand Prix italiano!  :-(

Choque parecido eu  só tive ao ver ( igualmente ao vivo pela televisão )  o ataque e desmoronamento das Torres Gêmeas em 2001.

 

Mas hoje lembramos dele como era :

belo, forte, parecendo um ator italiano... Língua que , aliás,  ele falava muito bem.  Dizem até que seu prato preferido era massa ao molho de tomate e manjericão...

E atrás de um volante ,  Ayrton Senna era simplesmente GENIAL!

 

Alguem ainda se lembra de suas vitórias inacreditáveis DEBAIXO DE CHUVA ,  quando ainda não tinha um carro competitivo?

E como TORCÍAMOS  para o carro de Nigel  Mansell quebrar!  lol  ( Me lembro de uma corrida quando o carro dele quebrou mesmo -  uma porca , de repente,  saltou alto e seu carro  acabou parando quando faltavam apenas 2 ou 3  voltas para o final.  Era  tudo o que o jovem Ayrton precisava!

Mas depois ele passou  a correr pela   Mc Laren e logo tivemos o nosso  campeão.   E depois o  bicampeão.   E em seguida o TRI. 

Quem sabe até onde teria chegado se não tivesse morrido aos 34 anos??

 Mas ainda assim,  quando bateu naquele dia ,   seu carro estava em primeiro lugar!

Mesmo no  dia de sua morte,  Ayrton Senna nunca deixou de ser um campeão.  

 Desse aí , a gente nunca vai esquecer.

 

E agora é hora de recordarmos ...- inclusive do 'Tema da Vitória'  (  música tão  conhecida de todos os brasileiros , e principalmente relacionada às vitórias de Ayrton Senna na Fórmula 1!)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Relembrando Senna
publicado por Pâmelli às 19:43
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Romance para este inverno...

. Visita ao maior Santuário...

. Dica de leitura para este...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

. De novo rumo à Flórida

. Safari Africano, Texas st...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds