Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Café brasileiro - uma avis rara na América...

 

 

 
Durante toda essa maratona de trabalho intenso durante vários dias,
a palavra que me veio a cabeça com mais frequencia foi: CAFÉ!
Pois é. Café.
( Naturalmente , tive de tomar várias xícaras da bebida pra ficar acordada enquanto trabalhava em certos dias ' já mais pra lá do que pra cá...’ )
 
O que me fez pensar em mais uma coisa , de certo modo interessante e intrigante...
Por que será  que nos Estados Unidos simplesmente não se encontra café brasileiro nas principais lojas, supermercados, mercearias, cafés etc, das cidades...???
Realmente , não há!
 
90% do café vendido e servido na América é colombiano.
Em alguns lugares metidos a servirem ‘ótimos cafés’ , como a Starbucks, a Seattle’s Best e alguns supermercados ‘chiques’ como o Whole Foods (com vários produtos importados) , podemos até encontrar café do Equador, da Sumatra, da Guatemala, do Panamá , da Etiópia etc...
Mas do Brasil, a menos que você vá à uma loja BRASILEIRA em sua cidade , pode esquecer!
 
É claro que se você estiver em N.Y.C. ou Miami – onde há uma ENORME comunidade brasileira-  imagino que seja possível  encontrar o café do Brasil facilmente.
 Ainda  assim,  provavelmente só encontrará em uma das 'lojas brasileiras' da cidade ...
 
Já em Austin, uma cidade com mais de um milhão de habitantes e com todas as principais lojas e franquias conhecidas nos E.U. – da carésima e metidíssima Neuman Marcus,  à popular Wal-Mart, da famosa loja de lingerie Victoria Secret à brega e barata loja de roupas Ross, dos conhecidos cafés do Starbucks ao Seattles’Best e Panera , do barato supermercado HEB  ao caríssimo e exclusivo  Whole Foods ( aliás, original de Austin!) – o fato é que existe  apenas UMA  loja brasileira na cidade inteira ;  portanto o ÚNICO lugar onde se pode encontrar um pacote de café União, Pélé , do Ponto ou Melita! Humph.
 
Não sei se foi sempre assim por aqui ( digo , na América inteira, e não apenas em Austin...) , mas posso afirmar que este é o caso pelo menos nestes últimos 6 anos ( o tempo que estou aqui).
Não importa se você esteja  em uma grande cidade, uma média ou um buraco qualquer no meio do interior.  Café brasileiro simplesmente não há!
 
No entanto , está claro que não se trata de boicote contra o governo brasileiro.
Digo isso porque sei , por exemplo,  que muitas lojas por aqui vendem sapatos ‘made in Brazil’ - inclusive praticamente toda a coleção da ‘clássica’ e conhecidíssima ‘Ann Taylor’! ( Aliás, uma das minhas lojas preferidas...)
 
Minha conclusão :
Desde que os E.U. resolveram  oficialmente se aliar ao  governo colombiano ‘na guerra contra as drogas’ ( aliás, acabando com uma importante – talvez a maior!- fonte de renda e subsistência daquele país...), pelo visto tambem  resolveram prestigiar o café deles acima de qualquer outro!! Ou seja: tira-se o pão com uma mão e dá-se um biscoito com a outra.
Só pode ser essa a explicação para só se ver café colombiano em todo lugar por aqui!
 
Imagino que deva ser tambem por esta razão  que tantos lugares servem e vendem café com sabor de ‘vanilla’ , ‘hazelnut’, ‘almonds’... , quando não misturado  com chicória, como é o caso do café de New Orleans!
Afinal , não deve ser nada fácil disfarçar aquele cheiro de estrume e o gosto excessivamente amargo do pó tirado da  planta colombiana...
sinto-me: Pronta para um café!
publicado por Pâmelli às 21:13
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 28 de Março de 2009

Onde a ficção e a realidade se misturam

 

Meu marido este fim-de-semana vai fazer um proofreading do livro. 

As correções de datilografia eu já fiz , mas agora é  preciso ter uma segunda opinião e , quem sabe,  algumas sugestões de pequenas mudanças.

Segunda-feira  finalmente mando tudo para a editora e DESCANSO!

Ufa!!

 

A coisa cômica é que um dos meus alunos de português aqui, que participou do grupo dos tradutores ( fomos 5 ao todo,  todos native English speakers , menos eu...) está neste momento NO RIO! 

Trata-se de um senhor americano  já de uma certa idade e ,a  princípio,  sua viagem ao Brasil deveria acontecer somente no Sul ( Porto Alegre ,  Nova Hamburgo e Gramado ) , para onde  ele deveria viajar com um grupo de amigos aqui de Austin.

 O pessoal ( inclusive 3 deles são meus alunos de 'português básico' ...)  tem conhecidos missionários que moram por lá e esta será  sua terceira viagem ao Brasil.

 

Mas  o fato é que meu aluno  acabou indo sozinho uma semana antes !  lol   Isto porque quis dar uma esticada até o Rio  e conhecer pessoalmente alguns dos lugares que menciono em meu  livro ! 

 

Daí que ontem recebi um telefonema de minha mãe dizendo que ele a procurou em Copacabana e queria saber onde ficava 'o famoso prédio da estória' ,  'os quiosques da praia' e a 'Avenida Atlântica...'  Pediu até pra conhecer o porteiro! lol

Ou seja,  imaginou que  o prédio onde ela morava era o  mesmo que eu descrevo no romance!!  LOL 

Mas na verdade tudo não passa de ficção -  inspirado , é claro ,  na realidade...:-))),  e em todo caso minha mãe não mora em um prédio convencional e sim em um apart-hotel.

 

Anyway,  achei interessante que uma das primeiras pessoas a ler o livro ( e trabalhar em sua tradução para o inglês...) já tenha ficado interessada o suficiente para desviar sua rota de viagem e passar pelo Rio  somente para conhecer alguns dos lugares mencionados na estória.

Quem sabe depois do lançamento ,  não organizo uma 'excursão' até a Cidade Calamitosa - digo,  Maravilhosa... para mostrar aos leitores interessados alguns dos  seus lugares mais famosos.

Mas pensando bem, talvez não seja boa idéia circular pelo Rio  com  tantos gringos... 

 

Imaginem que , no curto percurso que andaram ao longo da Avenida Atlântica  até o Copacabana Palace,  foram  xingados e insultados por mais de um pivete. ( Pelo menos não foram assaltados!)

Então,  a um certo ponto,  minha mãe ( que é do tipo 'estourada' ) não aguentou e  respondeu para um deles:   " Vai tomar banho, garoto!" 

 

À noite,  meu aluno ao voltar para o hotel ,me mandou a seguinte nota por e-mail:

'Hoje conheci  a Avenida Atlântica e pude ver o  famoso Copacabana Palace.  Enquanto caminhávamos pelo calçadão,  aprendi com sua mãe mais uma 'expressão brasileira'... :-)))

 

Seja como fôr,  encararei isto  como uma espécie de good omen  para o futuro sucesso de meu projeto.

É bom mesmo,  já que as despesas só fazem aumentar dia após dia...

 

sinto-me: Divertida
publicado por Pâmelli às 19:46
link do post | Comentários | favorito
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Acabada

Ando cansadíssima com toda essa estória da revisão do livro.

Depois de todo o atraso e o trabalho incompleto que me foi entregue,  acabei tendo de mudar inclusive a data do lançamento!    Enfim,  melhor que seja mais tarde,  mas que o resultado final esteja direito. Humph.

 

E agora , já que ando cansada demais até mesmo para desabafar...,  deixo  aqui um  vídeo . 

 

Veremos...

Que tal uma pequena amostra do maior bailarino de todos os tempos?

Pra mim, pelo menos,  nunca houve outro igual!

A musculatura perfeita...O trabalho belíssimo dos braços e a ALTURA que o homem pula, desafiando completamente a gravidade! lol

Mikhael Baryshnikov dançando 'Giselle' .  Imbatível.

 

Baryzinho...Hoje , só você pra me  ressussitar...

 

 

 

 

 

 

sinto-me: EXXXXXXXXAUSTED!
publicado por Pâmelli às 04:27
link do post | Comentários | favorito
Domingo, 22 de Março de 2009

Leis absurdas - com muito blábláblá e pouca objetividade

 

Hoje meu marido recebeu um telefonema de um rapaz mexicano que pintou parte de nossa casa há coisa de uns três  anos atrás.  O rapaz queria avisar que 'estava de volta'  e saber se precisávamos de seu trabalho novamente. ( Nós até ficamos satisfeitos em saber que podemos voltar a contar com seus serviços  no futuro...)

O intrigante nesse caso,  contudo,  é que o tipo havia  sido deportado e mandado de volta ao México  pouco mais de um ano atrás!  (   Eu soube do caso através  de minha ex-faxineira , que era brasileira , igualmente ilegal - aliás foi deportada no final do ano passado...-  e que tinha tido um romance com o tal pintor...)

O fato é que agora ele já está de volta aos E.U. ( certamente deve ter cruzado a fronteira através do Rio Grande com a ajuda de algum 'coiote'...)  - ou seja: esse controle que é feito nas fronteiras entre o México e os E.U. é realmente uma piada!!

Agora eu me pergunto:  por que o governo americano não legaliza de uma  vez essas pessoas que já estão morando aqui há anos,  têm trabalho , clientes fixos etc...??

Dizem que são mais de 12 milhões!

E não,  eles não estão tirando o trabalho de nenhum americano.  Ninguem aqui ( a não ser os imigrantes ilegais) quer ser pintor de paredes!  No máximo,  vemos pessoas pintando a PRÓPRIA  casa para não ter de pagar alguem para fazê-lo ,  mas eles mesmos não querem ter isso como trabalho.

Eu até entendo a idéia de construírem o MURO entre os dois países para impedirem que mais imigrantes ilegais entrem no país.  Mas quem já está aqui trabalhando , há anos,  deveria poder se legalizar. Afinal eles JÁ ESTÃO AQUI !  Já têm trabalho,  pagam aluguel, fazem compras diariamente  e  indiretamente até pagam impostos sobre os produtos que compram.   Aliás, se fossem legalizados , passariam  a pagar impostos como todo o mundo - o que seria ótimo para o  país , que anda inclusive,  MUITO  precisado de novas fontes de renda...

 

 

Por outro lado ,  outro dia quando fui fazer compras no supermercado ,  veja só o que vi:

(Fiz questão de tirar uma foto pois acho isso o cúmulo ; o verdadeiro  fim da picada!)

O desgraçado simplesmente se apossou de DUAS vagas no estacionamento ,  assim,  sem mais nem menos. Pronto.

Um cara desses deveria ser multado em pelo menos mil dólares e ter o carro guinchado!

Aliás eu vejo isso frequentemente em estacionamentos públicos  por aqui e quase sempre são estes os tipos de carros que fazem este tipo de sacanagem com os outros  : pick ups,  SUV's e outras monstruosidades do gênero .

Não sei por que , mas até o dia de hoje  nunca  vi um carro  de tamanho 'normal' ,  ou mesmo um  Mercedes,  um Porsche ou um BMW  'clássico' fazendo uma coisa destas...

Tambem são estes mesmos os motoristas que costumam ficar com o nariz grudado em nosso traseiro,   buzinando  histéricos  ,  mesmo quando o sinal  em frente  diz  'Yield on green'  ( o que quer dizer que você TEM a opção de seguir , mas não é obrigado já que não tem a preferência  - , e eu , pessoalmente,  prefiro seguir quando tenho a flecha verde me dando  a preferência...)

Esses biltres realmente se acham os DONOS DO MUNDO  e estão se lixando para os outros!

 

Sinceramente,   me parece que a Lei anda severa demais com alguns e de menos com outros. 

Quem sabe não chegou a hora de considerarmos o vigésimo oitavo ( para tratar do problema da imigração)  e vigésimo nono  ( para lidar com motoristas DESTE tipo !) amendments  na Constituição Americana...??

 

 

 

 

sinto-me: Inconformada
publicado por Pâmelli às 17:53
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito

Falta de profissionalismo é F***!

 

Ufa! 

Faz três dias que trabalho non-stop na revisão do livro. :-(

Believe it or not,  apenas nas primeiras 133 primeiras páginas, já encontrei mais de 100 erros de gramática, datilografia, ortografia etc... E olhe que não sou revisora profissional , nem nunca trabalhei com isso! 

O mais incrível é que o copy editor,  é o DIRETOR da EditFast  - o tal site que oferece todos os tipos de serviços de tradução, revisão etc...

Pra mim o caso é bem óbvio:  o pilantra  é sem dúvida do tipo que pega uma TONELADA  de serviço ( só pra não passar nada para os seus colegas e empregados...) ;  muito mais do que dá conta e no final ,  não entrega o trabalho no prazo combinado e muito menos bem feito!  In other words:  é ganancioso e anti-profissional.

Quanto à mim... Só me restou escrever-lhe um e-mail bem desaforado , onde não baixei o nível da linguagem ,  mas  lhe disse TUDO  o que pensava dele e de seu trabalho abaixo da crítica.

Preferia mil vezes ter lhe enviado um e-mail dizendo:  ' Muito obrigada.  Fiquei muito satisfeita e vou recomendar seu trabalho para qualquer pessoa que saiba estar a procura de um revisor..." ,  mas infelizmente não foi esse o caso.

 

O jeito agora é voltar pro batente...

 

 

 

sinto-me: *&^%$#@*!
publicado por Pâmelli às 16:47
link do post | Comentários | favorito
Sexta-feira, 20 de Março de 2009

O Parada e o Néctar...

 

Obrigada amigo e colega blogueiro ,  Conte,  pelo Prêmio Néctar que acaba dar ao 'Parada Essencial'.

Não sei se combina muito ( o  'néctar'  ??:-)) com alguns dos meus posts  - principalmente aqueles que são rants...lol

Mas há gosto pra tudo e quem sabe para alguns esse blog aqui até tenha algo de 'néctar'  mesmo...

 

Quanto ao Conte,  colegas e amigos leitores,  o seu blog aqui na plataforma do Sapo se chama  'Outros Lusófonos' ( www.outroslusofonos.blogs.sapo.pt)  e trata-se de um italiano  que escreve muitíssimo bem em português (  muito melhor do que eu!! lol)  e é apaixonadíssimo por Portugal e , em especial , pelas mulheres portuguesas.

Ah, me esqueci :  Ele tambem é louco por carros possantes e relógios ! 

 

 

Bem,  agora vou pegar meu troféu e colocá-lo na minha prateleira de 'prêmios'.

Vejamos...Em menos de um ano de blog,  o 'Parada' já recebeu o Prêmio Dardos,  um destaque no Sapo e agora o Néctar !

Vai entender...

 

 

sinto-me: Uma flooooooooor...lol
tags: ,
publicado por Pâmelli às 14:56
link do post | Comentários | favorito
Quarta-feira, 18 de Março de 2009

Bons e maus profissionais

Cuidado! 

Tem gente dos dois tipos por aí a fora -  e o pior é que muitos dos 'maus' ,  costumam encher a própria bola e se fazer passar por muito 'competentes' ...

 

No momento estou com um baita pepino por causa de uma destas pessoas:  o revisor que contratei para fazer o trabalho de copy editing de meu romance.

PÉSSIMO  profissional -  só que o pior da estória é que eu não contratei um 'amador',  não chorei o preço e lhe dei todo o tempo para fazer o trabalho com calma que me pediu! 

&*%$*#*&%! 

Agora estou eu aqui,  revendo o trabalho que me foi entregue e tendo de  fazer , eu mesma ,  as correções  que paguei o 'profissional' para fazer !

O pior é que poderia ter contratado um senior student de English na faculdade local e que teria me cobrado 1/4 do preço e provavelmente me entregado um trabalho muito melhor! :-(

 Enfim,  living and learning.

 

Ao menos o trabalho  da capa ,da graphic designer , saiu bom e me deixou satisfeita...

 

O jeito agora é tentar reverter o 'damage' causado pelo incompetente do revisor.

À propósito,  aí vai uma informação que , acredito,  seja de 'utilidade pública' :

Quem estiver pensando em contratar um revisor de inglês para algum trabalho -  que seja uma tese,  um romance, um documento etc...-  NÃO procure a Editfast !

Eles são péssimos,  não trabalham com profissionalismo e NÃO tem nada de 'fast'  -  muito pelo contrário !

 

Bom,  tô de saída.

Um amiga que mora 'parte do ano na França está de volta à Austin esta semana e vamos sair pra almoçar . 

Quem sabe , ouvir e falar  um pouco sobre o Hexagone , não me ajuda a recuperar um pouco do meu  bom humor...

 

 

 

 

sinto-me: Sem comentários
publicado por Pâmelli às 16:25
link do post | Comentários | favorito
Domingo, 15 de Março de 2009

Sobrevivi

 

Uau!

A semana foi de lascar , mas como podem ver, sobrevivi!

 

Meu hubby tambem está melhor , mas ainda toma os antibióticos.

Tosse  um pouquinho e a voz de  vez em quando dá uma falhada. Mas ontem  já até saímos pra jantar fora!

 

Graças à Deus 'the young frogs' voltaram para a velha pátria!  Ufa!

Taí um dinheiro que vou receber após o que poderia se chamar de 'um árduo trabalho' . lol

Não  vou dizer que todos fossem pentelhos -  alguns eram bem direitinhos ,  bons meninos mesmo.  Mas em um grupo,  basta um ou dois 'focos infecciosos' :-)) para  contaminar o ambiente!  

A verdade é que lidar com adolescentes já costuma ser uma coisa ( pelo menos pra mim...) bem cansativa e desgastante.   Lidar com adolescentes FRANCESES,  pode ser , em alguns casos , até pior!  lol

 

O que quero dizer é que os franceses atualmente parecem sofrer de DOIS problemas:

1) O  velho complexo de superioridade que sempre tiveram e que nunca perderam... E  2) Desde que a América...bem,  se tornou a AMÉRICA ...,  parecem ter adquirido igualmente  um outro complexo que é  uma espécie de frustração,  raiva,  uma certa inveja,  um sentimento que é um misto de orgulho ferido e desprezo.

  Afinal,  a França não é mais o que já foi no passado : Aquele 'Império',  o antigo  'Dono do Mundo' ...Outrora a fonte de inspiração e imitação de todos os outros países que gostavam de ter um mínimo de classe e cultura.

 

Mas a coisa mais cômica de minha experiência dando aulas de inglês aqui no Texas  para esse grupinho de 16 jovens franceses ,  foi o 'choque' e a surpresa que os pobres provavelmente tiveram COMIGO  !  -  e possivelmente , com os outros professores tambem... :-))  Explico:

 

Bem, em primeiro lugar ,  nenhum de nós três  era americano de nascença e,  apesar de termos crescido falando inglês e estudado em escolas estrangeiras a vida toda ,  não somos  exatamente o que se poderia chamar de 'típicos americanos'.

Uma original de Honduras,  a outra do Brasil,  o outro iraniano  !! :-))...Todos trilíngues ; dois deles falando inclusive francês fluente.

O choque final veio quando souberam que eu ADORAVA a comida francesa, preferia viajar para a França antes de qualquer outro país, só morava no Texas por causa do trabalho de meu marido e tinha família no Brasil!

Coitados -  vão levar algum tempo até se recuperar ...lol

 

O fato é que no último dia  já estavam até falando sobre ' as belezas do Brasil ,  da língua portuguesa e das mulheres brasileiras...'  , e até chegaram a reconhecer que sua viagem à América tinha sido  muito proveitosa,  principalmente para melhorarem seu inglês.

 

Enfim,  o curso correu bem.

Eu sobrevivi e ganhei em uma semana o que normalmente  tiraria em  um mês ( no Brasil , 3 meses no mínimo!!) 

Life is good  :-)  e no dia em que eu finalmente me mudar pra Flórida será melhor ainda!  lol

 

Agora está na hora de me recuperar e descansar um pouco ...It was a loooooooooooong week.

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Dizendo: Mission Accomplished!
publicado por Pâmelli às 21:47
link do post | Comentários | favorito
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Semana difícil

 

Meio complicada esta semana .

Nosso 'amigo' Murphy bem que sabe quando deve aparecer :  de preferência quando as  coisas já estão meio enroladas!

 

Desde segunda-feira que estou quase sem tempo de piscar o olho por causa de um curso intensivo que me escalaram pra dar em uma das escolas onde ensino.

O projeto até que é interessante pois se trata de um grupo de 16 alunos franceses mandados aos E.U. ( e bancados!)  por um instituto ( pelo que pude entender...) chamado 'Eiffage' ...

Passaram a primeira semana a passeio em N.Y.C.  e a segunda ( esta!) ,  estão aqui em Austin para aprender inglês.  São todos alunos  iniciantes.

 

Sendo assim,  fui escalada ( com mais dois professores)  para  dividir o grupo e trabalhar com eles.

Os rapazes são boa gente,  mas naturalmente muito jovens ( entre os 18 e 20 anos) e portanto CHEIOS de energia!  lol

(É bom que eu tenha mais de vinte anos de experiência na área de ensino de idiomas , do contrário podia  até me sentir intimidada...)

Mas o curso segue bem -  todos os dias das 9:00 às 3:30 da tarde .

Terminamos o programa na sexta -  sendo que hoje ( Thank God!)  eles não tiveram aula pois foram passar o dia em San Antonio ( aliás,  a cidade mais 'bonitinha e charmosa' do Texas...:-)))

 

Não reclamo da intensidade do programa - até porque será apenas por uma semana.

O difícil é que ainda estou terminando outros dois cursos , em dois lugares diferentes ,  sem contar os alunos particulares!  Ufa...  

Mas em época de vacas magras,  ( até mesmo  no que outrora era o 'País da Fartura' ...)  QUEM  é que vai reclamar??)

 

 

O problema foi o pequeno sacana do 'Murphy'....

 Naturalmente , de TODAS as semanas do ano,  foi justamente NESTA ,  que meu marido resolveu pegar o FLU. ( a famosa 'Influenza' ou,  mais conhecida como,   'uma puta gripe' !! :-((

O coitado está  de cama há três dias .  E o pior :    não é um paciente nada fácil ! ( É do tipo que não gosta de tomar remédios e não escuta os conselhos dos outros...)

 

Eu,  que felizmente nem me lembro quando foi a última vez que peguei um resfriado ,  no meio da correria ,  entre uma aula e outra,  trago-lhe uma sopa do 'Whole Foods' - que é só o que ele consegue 'comer' , já que o seu problema é exatamente a garganta inflamada.

Por outro lado tento me proteger , dormindo  no quarto de hóspedes e ficando fora  de nossa casa 'infectada' ( lol)  o máximo de tempo possível ! 

Inclusive agora estou usando a internet em uma backery&café que tem WIFI ...

 

Pois é.  A coisa tá preta.

Se há  algo  que não precisamos  agora é uma SEGUNDA pessoa doente dentro de casa !  -  e o velho 'Murphy'  ,  como se sabe,  escolhe  sempre as melhores horas para aparecer...

  

sinto-me: Me protegendo de Murphy...
publicado por Pâmelli às 19:12
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 7 de Março de 2009

Sobre os 'hate-mails' e o verdadeiro patriotismo...

Todo o mundo que tem um blog já deve ter recebido alguma vez um hate-mail  - um comentário ou e-mail indignado com algo que o blogueiro  escreveu, e a pessoa no caso , ou porque discorda inteiramente do ponto de vista e sentimento do autor , ou porque se sente de alguma forma pessoalmente atingida e ofendida,  resolve escrever uma série de insultos, provocações ou baixarias contra   ele  em seu próprio blog.

Os hate-mails são bem mais comuns e frequentes na blogosfera do que se imagina e uma pessoa excessivamente sensível ou que necessite da constante aprovação dos outros,  não é a pessoa mais indicada para abrir um blog.

 

Existem,   é claro, aqueles blogs que só falam de amor, beleza, amizade, bondade etc.. , além de desfilarem todas as qualidades humanas ( principalmente as do  próprio autor).  Estes costumam ser muito populares pois são o que poderíamos chamar de 'feel-good-blogs' -  aqueles que fazem as pessoas sentirem-se bem consigo mesmas, especiais e vivendo em um mundo melhor.

Existem tambem aqueles 'deprimidos' ,  que inspiram a compaixam alheia e, ( por que não?) ,  por relatarem  tantas desgraças, decepções amorosas e injustiças  sofridas pelo blogueiro,  acabam mais uma vez fazendo com que seus leitores se sintam 'superiores' ou ,ao menos,  menos infelizes do que o próprio autor . 

É meio como  os turistas estrangeiros  que fazem  city-tours nas favelas cariocas:  passadas suas férias nos 'trópicos sub-desenvolvidos',  eles costumam voltar para suas cidades geladas e limpíssimas  sentindo -se bem melhor com a mediocridade de suas  próprias vidas , e pensam  : 

  'Poxa,  até que  minha existência  não é tão ruim assim...'

 

 Finalmente,  existem os blogs que volta e meia aparecem com um post mais provocador ou polêmico e são estes os que costumam receber  os hate-mails .

O 'Parada Essencial' ,  como se pode imaginar,  pertence a este terceiro grupo e naturalmente já recebeu alguns not so friendly   comentários ou e-mails ao longo de sua estória de quase um ano ...:-))

 

 

Sim,  eu não escrevo somente sobre viagens, gastronomia,  cinema e cultura por aqui.

De vez em quando tambem escrevo  ( aliás,  desabafo!) sobre algo que me incomoda muito;  algo que me irrita, que  considero como sendo completamente idiota , sem propósito ou absurdo. Coisas que eu gostaria que não existissem no mundo  ,  ou que fossem diferentes ( principalmente no Brasil) .Estes desabafos são o que os americanos chamam de rants.

 

Uma coisa que logo percebi,  é que existem dois tipos de rants que costumam ser muito mal recebidos por muita gente :  aqueles em que se fala da ignorância e  boçalidade de certas pessoas ( portanto considerados  'arrogantes' ...)   e aqueles que fazem algum tipo de crítica ao próprio país ( portanto considerados 'anti-patrióticos' e consequentemente tambem arrogantes! ) lol

 

É aí que algumas destas pessoas , sentindo-se diretamente atingidas,  resolvem retaliar e então,  apossam-se do arsenal  dos 'comentários' e abrem fogo contra o blogueiro.

O problema é que muitas delas são realmente muito ruins de pontaria e no meio de sua ira e descontrole mental ,  acabam atirando para todos os lados,  as vezes até mesmo atingindo  por engano um galho ou telha que se encontra por perto e que acaba  fatalmente despencando  em cima de suas próprias cabeças!   O resultado é um misto do patético , do ridículo e do cômico.

 

Esta semana , por exemplo,  recebi um comentário indignado de uma leitora sobre um post  bastante polêmico que escrevi em setembro do ano passado ( 'Arsenal para  viajar  para a Europa com passaporte brasileiro' ), onde não apenas descrevo todos os sufocos ( reais!!)  pelo qual um brasileiro costuma passar quando viaja ao exterior com o seu passaporte 'verdinho' ,  mas vou além e questiono mesmo  de onde vem aquele famoso 'Orgulho de ser brasileiro'  de que  tanto ouvimos falar.

  Foi aí que a pessoa em questão subiu nos tamancos,  rasgou o sutiã , rodou a baiana e desandou a me agredir pessoalmente. 

 

Naturalmente,  tratava-se de uma brasileira  'muito patriota' ,  com 'um imenso amor e  orgulho  por sua pátria'  e  é claro, com muita pena de mim por eu ser assim 'tão pobre de espírito e vazia.'  

E não.  Eu  não retirei o comentário do blog  pois afinal o nível da  linguagem da moça não  desceu àquele  dos morros cariocas , e  no final das  contas ,  nem todo o mundo é obrigado a concordar com o que escrevemos por aqui .

 Além do mais a autora do 'Parada' reside nos E.U.  , que felizmente é um país REALMENTE democrático e onde a primeira emenda da Constituição é devidamente respeitada.  Ou seja:   Todos  são livres para dizer o que pensam.  

 

Na verdade eu não tenho problemas com críticas  - mesmo as mais absurdas e ridículas-  e talvez isto seja até mesmo uma forma de 'arrogância' de minha parte. 

O fato é que  eu sei o que sou e , ao contrário das conclusões da pessoa em questão,  tenho sim,  muito orgulho ( novamente correndo o risco de parecer arrogante...)   de ser o que sou :  Pâmelli -  a pessoa , o indivíduo   - independente do lugar onde nasci e de quais sejam  as opiniões e  sentimentos (  positivos ou não,  'patrióticos' ou não ...) ,  que possa  ter deste mesmo lugar.

Eu nunca acreditei que ninguem fosse 'obrigado' a amar e se orgulhar do próprio país ;   assim como tambem não acredito na 'obrigação  moral' de  se amar e se  admirar os próprios pais.  Isto é coisa para quem sofreu lavagem cerebral religiosa e não costuma questionar nada.

Eu,  ao contrário,  sempre acreditei no amor e na admiração por merecimento e se algo ou alguem não me inspira nenhum destes sentimentos,  não vai ser fingindo sentí-los que  me tornarei  uma pessoa melhor.

 

Mas voltando à  minha leitora indignada...

O que eu achei especialmente intrigante  no seu pequeno parágrafo em que  comenta o meu post  ( onde  , aliás, ela  faz uma interessante  análise de meu caráter e me dirige os mais diversos  insultos pessoais  em um tom ao mesmo tempo  superior e condescendente ... )  foi a inconsistência de suas próprias afirmações:

Por um lado ela afirma seu 'imenso orgulho e amor à  pátria' ( o Brasil);  por outro,  me informa que trata-se de uma arquiteta poliglota,  muito viajada e competente,  já tendo vivido em vários países e  agora residindo e trabalhando  'para uma importante firma de arquitetura na França...'

Do you get my drift?? :-)  Foi esta parte final que eu achei a mais interessante.

 

Ora,  eu me pergunto,   por que é que uma pessoa TÃO patriota,  TÃO orgulhosa e TÃO apaixonada pelo próprio país,  escolheria de viver e trabalhar fora dele!!?

Não seria uma demonstração muito maior de seu 'amor e patriotismo',  se ao invés de estar projetando  casas, hospitais, escolas,  prédios etc.. na França,  ela  estivesse fazendo isso  PARA O POVO BRASILEIRO , em seu próprio país ?  -  E , sobretudo,  deixando o DINHEIRO  dos seus impostos (  que , suponho eu,  devem ser bem altos já que se trata de uma pessoa tão bem sucedida !!) em seu próprio querido e adorado Brasil??

 

A verdade é que o dia em que eu encontrar um brasileiro que ,  tendo a opção de viver e trabalhar fora,   ( onde os salários são bem melhores e as condições de vida e segurança pública  idem...)  , ainda assim  escolha de ficar no Brasil...

Alguem que diga : 'Eu não me importo de pagar mais impostos  pois quero que o meu país ofereça melhores escolas, hospitais , transportes e segurança pública  à todos os brasileiros...'

Que faça trabalho voluntário pelo menos uma vez por semana e  doe parte do seu dinheiro para várias instituições locais ...

No dia em que eu conhecer esta pessoa,  eu realmente acreditarei no seu  genuíno ' Orgulho  e amor '  pelo  Brasil.

 

Até lá, ( e  para o bem da velha França...)  ,   só espero que a leitora que comentou no blog  esta semana  seja  BEM melhor arquiteta do que psicóloga,  já que sua  análise  e conclusão a meu respeito infelizmente  deixaram  muito a desejar...

 

P.S.  E a propósito:  o blog continua aberto aos comentários e mesmo as críticas.

Estou sempre disposta a ouvir opiniões , inclusive aquelas diferentes das minhas -  desde que expostas com um mínimo de  educação e civilidade.

No entanto,   por via das dúvidas  ( e como perto de cem pessoas costumam passar por aqui todos os dias... :-)  , de agora em diante farei como alguns de meus colegas  aqui na blogosfera:  os comentários  aos posts estarão sujeitos à aprovação  do autor antes de serem publicados. 

 

 

 

sinto-me: Farta de tanta gente hipócrita
publicado por Pâmelli às 22:57
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Um memoir e romance de vi...

. Um romance de memórias e ...

. Romance para este inverno...

. Visita ao maior Santuário...

. Dica de leitura para este...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

.arquivos

. Julho 2019

. Julho 2018

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds