Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Dúvidas do inglês

 

Recebi este e-mail  hoje cedo de uma amiga do Brasil.

Não sei quem é o autor mas ADOREI , lol,   e como ando meio ocupada  nestes últimos dias com minha hóspede ( minha mãe)  e o projeto do lançamento do livro ... Voilà :-)

 

Nota:  o texto NÃO é recomendado para petistas e aquela parcela da população brasileira ( cerca de 70 ou 80% ??)  que aprova do governo de Lula. 

You've been warned

 

 

"  Desde o primeiro momento, comentei com amigos que a expressão "that's the guy" estava longe de ser elogiosa. Sua melhor tradução para nós seria "este é o babaca". O Supremo Apedeuta e sua troupe petista adoraram, porque não entenderam. OBAMA TIRA SARRO DE LULA E OS PETISTAS VIBRAM. A ficha só me caiu depois, até porque o fato foi inusitado e inesperado.  O Gordon Brown esteve com Lula poucos dias antes da reunião do G-20 e do Brasil foi direto para os Estados Unidos onde comentou com Barak Obama sobre o que ouviu a respeito dos responsáveis pela crise, ou seja, os brancos de olhos azuis. Brown ficou assustado com o que Lula pudesse dizer durante a reunião, um possível discurso terceiro-mundista culpando os galegos dos olhos azuis por todas as desgraças do mundo. Barak Obama, que não é galego dos olhos azuis mas é o maestro da banda, tomou a si a tarefa de calar a boca do falastrão/fanfarrão. Mas como fazê-lo? Como calar um indivíduo super-vaidoso que se julga hoje o maior líder do planeta? Como calar a boca de um mentiroso compulsivo que chega ao ponto de se jactar das próprias mentiras porque acredita nelas como verdades? Isto é tarefa para prestidigitador, e Barak Obama parece ser um. A solução era apelar para a vaidade do beócio fazendo com que ela trabalhasse contra ele. Não deu outra e Barak Obama pouco está ligando para o fato de ter quebrado o protocolo. Em momentos como este é preciso saber quebrar o protocolo. Você viu que até a rainha Elizabeth II quebrou o protocolo ao receber Michelle Obama em seu palácio ao passar-lhe o braço pela  cintura sendo retribuída com o mesmo gesto. Achei linda a foto e me fez lembrar uma outra dela bem jovem ainda visitando os escombros de Londres junto com o seu pai na época da guerra.

"That's the guy" (este é o cara) foi a frase inicial de Obama. Observe na sutileza desta frase. Se ele tivesse dito 'This is the man' (este é o homem) o sentido seria completamente diferente. Nos Estados Unidos esta palavra 'guy' (no sentido de cara porque tem outros significados de acordo com o sentido da frase) é usada frequentemente pela malandragem e tem um sentido pejorativo. Quando alguém diz "aquele é o cara", o interlocutor sabe que ele pode estar querendo dizer "aquele é o filho da puta". Este é o linguajar do Harlem nova yorquino e 'guy' pode significar várias coisas, inclusive filho da puta mesmo! De modo que agora eu acho que tudo foi ensaiado direitinho e combinado de antemão. Observe também que logo em seguida ao "elogio" de Obama, o primeiro ministro da Austrália (eita cabra bom?!) completou: "E tem o mais longo mandato". Observe na foto que registrou o momento que ao lado estava o Gordon Brown (Inglaterra) e atrás dele o primeiro ministro do Canadá, formando o quarteto que eu chamo os quatro mosqueteiros (Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Austrália) O ego de Lula inflou tanto que ele não deu um pio durante a reunião e quem deu as cartas foi Barak Obama. Nem o presidente da França que ameaçou até abandonar a reunião se suas idéias não fossem aceitas,cantou de galo e preferiu continuar até o final com a viola metida no saco.

Depois da reunião, para não decepcionar os adoradores de palhaços,Lula deu uma coletiva se jactando de ser "o primeiro presidente do Brasil a emprestar dinheiro ao FMI".  Neste momento foi apelidado por uma jornalista de o poodle de Obama. Tai, esse apelido vai pegar: O Poodle de Barak Obama! Eu até abro mão do apelido que lhe dei (Exu de Nove Dedos) em favor deste.

Bem, o resto a gente viu com as recepções apoteóticas com que Barak Obama foi recebido na França e na Alemanha. Parecia até que era Ike Eisenhower a salvar novamente o velho continente. E quanto a Lula da Silva? Ora, ora, o mundo inteiro já sabe quem é este pulha. Deixa ele se jactar junto às suas galinhas no seu próprio terreiro.   Uma coisa nós sabemos: o velho cowboy está ferido mas longe da morte. "
 
 

sinto-me: Divertida
publicado por Pâmelli às 17:05
link do post | Comentários | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Leitura de carro rumo ao Big Bend - Coincidência ou não?

 

 

De repente , no carro,  a caminho do Big Bend , eu me vi relendo um artigo do Diogo Mainardi em seu último livro ' Lula é minha anta' ...:-))

(Eu simplesmente ADORO o Mainardi e nunca deixo de ler sua coluna na "Veja" semanalmente,  assim como vê-lo comentar os mais variados fatos e acontecimentos no Brasil e no mundo,  no programa do "Manhattan Connection"  aos domingos.)

É que já sabendo de antemão que teríamos pelo menos umas oito horas de estrada pela frente,  aproveitei para atualizar minha leitura das duas últimas edições de minha revista preferida,  além de dar uma olhada nos artigos do  livro do Mainardi.

( "Lula é minha anta"  é , na verdade,  uma coletânea dos artigos que ele escreveu em sua coluna entre  2005 -2007.)

 

Ah......Pobre Diogo!  

Durante tanto tempo se empenhou tão arduamente  em 'derrubar o Lula' ,  ( como ele mesmo costumava  dizer...)  e no final...NADA!

Não houve escândalo de corrupção ou ordinarice em  seu governo que fizesse com que os brasileiros se envergonhassem o suficiente e ,  não contentes em terem votado no pilantra  uma vez,  o reelegeram em 2006 ! 

E o Diogo sonhando com um impeachment , coitado....

 

Mas isso são águas passadas e deixando a digressão de lado... O fato é que enquanto relia o seu texto  "Minha vida de Coiote" , datado de junho de 2006 , ( o autor  já sabendo da vitória  inevitável de Lula para o segundo mandato e portanto já 'resignado' ...) ,  de repente me dei conta  que aquilo tinha TUDO  a ver comigo  indo para o  Parque Nacional do Big Ben :-) 

 

Aliás, agora entendo porque quando criança eu sempre torci para o pobre do Coiote e sempre achei o Papa-Léguas , com o seu irritante bip-bip,   um grandessíssimo  sacana .   ( Eu devia estar tendo  uma espécie de déjà-vu ao inverso ... )  

 

Então , diante desta coincidência ( eu lendo o texto do Mainardi sobre o Coiote e o Papa-Léguas justo quando estávamos indo para o Big Ben - o habitat natural  dos dois personagens criados por Chuck Jones...:-))) ,    aqui vai a íntegra do texto que,   diga-se de passagem,  é genial. :-)

(   Nota:  A leitura NÃO é  recomendada  para  quem é petista e muito menos  lulista! 

Quem avisa amigo é...)

 

                   Minha Vida de Coiote-  por Diogo Mainardi (  junho de 2006)

 

" Lula é o Papa-Léguas.  Eu sou o Coiote.  Por quatro anos, imitei o desenho animado.  Recorri a todas as artimanhas para capturar a presa:  catapultas, foguetes,  patins a jato,  elásticos gigantes,  tintas invisíveis, rochas desidratadas,  comprimidos de terremoto.  Nada deu certo.  Lula sempre conseguiu escapar.  E depois de escapar, como o Papa-Léguas,  grasnou aquele estridente bip-bip em minha orelha,  assustando-me e fazendo-me cair num abismo,  em geral com uma pedra de dez toneladas na cabeça.

O maior achado do desenho animado de Chuck Jones é sua absoluta essencialidade.  Os dois protagonistas,  mudos,  confrontam-se num panorama deserto,  onde só há pedras e cactos, cujos espinhos terminam invariavelmente fincados na pele do Coiote.  O Papa-Léguas é uma besta primária, um oportunista microcéfalo perfeitamente adaptado ao seu meio, que sabe apenas fugir e se esquivar das ciladas preparadas pelo Coiote.  O Coiote, por sua vez, é a caricatura do humanista otário que acredita no triunfo da racionalidade, do conhecimento, do engenho humano, da lei, do progresso social, da tecnologia.  E é repetidadmente punido por causa disso.  Se o Coiote é Lamarck, o Papa-Léguas é Darwin.  Se o Coiote é o humanista Settembrini,  o Papa-Léguas é o jesuita Naphta.  Se o Coiote é Bouvard e Pécuchet,  o Papa-Léguas é a tempestade que devasta sua lavoura.

   A comicidade do Coiote e do Papa-Léguas não está na variedade de piadas.  Pelo contrário: está no repisamento infinito da mesma piada.  O Coiote prepara uma armadilha.  O Papa-Léguas passa incólume por ela.  O Coiote se revolta e cai na própria armadilha. Quando se recupera de seu efeitos calamitosos, prepara outra armadilha, num ciclo interminável.  Chuck Jones definiu o Coiote como um fanático,  citando o filósofo George Santayana,  para quem 'um fanático é aquele que redobra seu empenho quando já esqueceu seu objetivo.'   Foi a fórmula que,  semana após semana, tentei plagiar aqui na coluna.  Com Lula no papel do Papa-Léguas e eu,  no do Coiote.

   Chuck Jones dirigiu episódios do desenho animado de 1949 a 1965.  Eu resisti bem menos.  Depois de quatro anos, com dezenas de artigos sobre o Papa-Léguas lulista, o esquema se desgastou.  No ano que vem ,  mudo definitivamente de assunto.  Até lá, espero concluir algumas das histórias a que me dediquei no último período:  do meu processo contra Lula,  que já está no STF,  à denúncia de que ele possui uma conta num paraíso fiscal.  Da ação popular que pretendo mover contra a empresa de seu filho,  que arrendou ilegalmente um canal de TV,  à revelação de novos casos de financiamento ilícito do PT.

O resultado de meu esforço será o mesmo de sempre.  O Papa-Léguas passará por mim a toda velocidade , buzinando seu bip-bip. Eu, estupidamente, tentarei descobrir o que deu errado em meus planos e,  de uma hora para outra,  me verei caindo num abismo.  Mas não ria.  Porque você cairá junto comigo.  "

 

Pois é meu caro Diogo. 

O melhor a fazer nas atuais circunstâncias  (e já que tentar aniquilar o Papa-Léguas é perda de tempo...) é mudar de nacionalidade e pegar outro passaporte!  

Ah,  mas eu suponho que você já tenha feito isso a tempos.   Afinal sua mulher é italiana e o Berlusconi até que não é tão mal...lol

Quanto a mim,  graças aos céus hoje posso dizer que o meu Presidente se chama OBAMA! 

 

E agora , que tal um pouquinho de entretenimento -  com o Papa-Léguas e o Coiote originais? 

 

 

 

 

 

sinto-me: Resignadamente divertida...
publicado por Pâmelli às 16:16
link do post | Comentários | favorito
|

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Dúvidas do inglês

. Leitura de carro rumo ao ...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds