Segunda-feira, 7 de Outubro de 2013

Na Terra dos Puritanos

Aviso aos navegantes:  Se você é o tipo de pessoa meio puritana,  religiosa ou desprovida de senso de humor e a capacidade de rir de si mesmo,  recomendo que pule este post e espere até o próximo –  que será sobre Washington ( onde eu estive neste último final de semana) , e  que alias,  terá muitas belas fotos.  Contudo, terá de aguardar alguns dias até eu ter novamente o tempo de vir aqui para postar

 

Introdução:   Às vezes parece que Deus está “ lá em cima”,  simplesmente criando situações  para se divertir às nossas custas.  De fato, o  Cosmo parece  um lugar bastante chato, solitário , escuro… , e um pouquinho de diversão de vez em quando deve ser mais do que bem vindo!

O post de hoje simplesmente PRECISA ser escrito.  Afinal daqui há alguns anos, talvez num dia chato e chuvoso ,quando  estiver me sentindo meio só ou entediada,  quem sabe eu não queira me lembrar  desse dia.  Então só o que terei de fazer é vir até o Parada Essencial e procurar nos tags “Vida” ou “diário” e reler este pequeno capítulo da minha estória.  Será como assistir à uma cena de um "clássico" WoodyAlleniano…

 

Background:

Ok,  vejamos por onde começo…

Como mencionei acima,  no final de semana passado seguimos mais uma vez para o estado de Maryland,  na costa leste,  para irmos ao casamento do sobrinho de meu marido. 

A cidade onde ficamos se chama Columbia e fica a uns 40 minutos de Baltimore,  onde meu marido cresceu.   Já o casamento mesmo,  foi em uma cidadezinha no campo  chamada Westminster . Um charmoso, embora  despretensioso,  “marriage à la campagne”…

Naturalmente,  como sempre faço quando vou para aquelas bandas sem graça de Columbia ( é lá que moram o meu sogro e sua segunda mulher),  dou minha escapulida , nem que seja de um dia, até Washington -  pois a capital americana fica a cerca de uma hora e meia de ônibus de lá  e,  believe me,  o sacrifício VALE A PENA.  ( Mas deixemos esta parte da viagem  para o próximo post…)

Bom,  então aí vai o resumo da minha “aventura” na terra dos puritanos  - pois afinal,  Maryland está a um passo de New England,  que é  a verdadeira  “terra dos puritanos” na América!

 

O Casamento:

Então, a cerimônia saiu como o  previsto;  num final de  tarde de sábado,  seguida de  jantar e festa.  O evento se deu em uma casa no campo,  bastante espaçosa e confortável – estes tipos  de casas que se alugam para eventos . O jantar foi no estilo  buffet, com uma comida simples mas digna,  e a decoração  do ambiente toda  em branco e roxo . Nada de  muito glamoroso , já que não se tratava do casamento de pessoas de posses.   Contudo,  tudo foi  muito decente,  com uma  simplicidade delicada e até um certo toque romântico,  já que foi  a própria noiva  quem preparou toda a decoração e os enfeites das mesas.  Imagine!

 

Após a festa:

Já passava das dez da noite quando pegamos o carro e voltamos ao nosso hotel em Columbia,  cerca de uma hora dali.  No caminho, lembrei ao meu marido que estávamos sem o nosso “gelzinho sexual” , lol – sim,  eu estou falando de KY!  Pois é,  esquecemos de levar.

-Paramos numa farmácia ao chegarmos em Columbia…- disse ele.

Well,  guess what….  Columbia NÃO TEM UMA FARMÁCIA!  E olha que estávamos hospedados no Sheraton, que é bem no centro de tudo,  inclusive do Mall.  Ok.  Nada de farmácia e já passava das 11 da noite.  Então avistamos um supermercado local – o Safeway.

-Que ridículo ter-se que ir à um supermercado às 11 horas da  noite para se pegar um tubo de KY… - pensei..

O supermercado estava completamente às moscas e com apenas uns dois caixas funcionando.

Seguimos para o setor da “pharmacy” ali e nada.  Tampouco no de "family planning" ( estes tipos de gel normalmente  estão ao lado dos preservativos).    Nada.  Ok.  Que tal o setor de "feminine care" ?  Tambem não.   

Ou seja,  dentro do TODO  o enorme supermercado,  não havia um único setor para se comprar nenhum tipo de gel da família KY ( ou outra marca qualquer) ou mesmo camisinhas!

Meu marido então foi perguntar ao caixa onde estavam os ‘condoms’ ( preservativos) -  pois sabíamos que se encontrássemos os primeiros,  os gels estariam no mesmo setor.  

Resposta:

“ Eles ficam trancados.  Mas posso ir com o senhor até lá para destrancar…”

 

Dá pra acreditar??   Pois continuem lendo pois ainda tem mais…

Eu,  que nunca vi nem ouvi falar nada parecido com isso , ( Nem mesmo em Varginha, Minas Gerais , onde mora o meu pai!!) , certa de que isto deveria ser um supermercado filiado  à alguma igreja,  virei-me para o meu marido e disse:

 

-Deixa pra lá.  Vamos procurar em  outro lugar.  Isto aqui CERTAMENTE não é New Orleans!!  ( Para quem não sabe, muitos Americanos consideram New Orleans a terra da perdição na América…lol)

Saimos do Safeway.  

Por estas alturas vocês imaginam que nós  deveríamos voltar para o hotel e simplesmente esquecer o assunto, certo?

Errados!  Agora estávamos determinados a ir até o fim.

 

-Não volto para o hotel sem o meu gel -  informei  ao meu marido,  só de pirraça.

 

Como em Columbia não havia mais nada aberto aquela hora,  resolvemos seguir até Ellicot City – uma cidadezinha vizinha,  a uns vinte minutos de distância.  

Nota: ( Eu tenho um casal de amigos do Rio -  ela chilena e ele um brasileiro /Americano – que mora em Ellicot City há alguns anos.  Na noite anterior, eles vieram nos encontrar em Columbia para jantar e ficamos batendo altos papos sobre nossos velhos tempos de Rio de Janeiro, nos anos 80 e 90, até de madrugada. Falamos também bastante sobre o Texas, incluindo o seu atraso,  a breguice e o provincianismo das pessoas. ( Muita gente na Costa Leste,  principalmente a medida que se vai chegando próximo de Nova Iorque, costuma ter o maior desprezo por lugares como o Texas…lol)

 

Mas voltando à nossa pequena aventura…

Próxima parada:  Ellicot City.   ( Eu já estava começando a me divertir com tudo aquilo pois estava me sentindo no meio de um filme do próprio Woody Allen…)

Afinal avistamos um outro supermercado, bem grande e iluminado, e igualmente às moscas aquela hora.

Nova pelegrinação pelos setores de “family planning”,  “feminine care” ,  “pharmacy”  e NADA! 

Havia apenas uma caixa trabalhando;  uma mocinha, e foi para ela que perguntamos:

“Onde está o setor dos condoms?”

Detalhe,  nós ainda estávamos vestidos para o casamento:  meu marido de terno e gravata e eu de vestido e pedrarias.  Um digno casal de meia idade.

A moça perguntou se tinha ouvido direito.  Se queríamos mesmo o setor dos preservativos

Meu marido confirmou .

Então ela disse que ia chamar o gerente,  que é quem tinha a chave do ‘cabinet’  ( Eu juro que não estou inventando isso) e ligou para ele, já  que se encontrava em outro setor.

Enquanto o homem não chegava,  meu marido continuou perambulando pelo supermercado completamente vazio, com a esperança de miraculosamente encontrar o que procurávamos ,  e eu fiquei conversando com a caixa.   A moça , muito animada e divertida com o par de ET’s de meia idade procurando camisinhas ( na verdade o gel KY) perto da meia-noite,  num supermercado totalmente  às moscas numa cidadezinha no meio do nada…,  confessou que “suas noites de trabalho não costumavam ser tão divertidas”.  

Eu lhe disse que morávamos no Texas e que nunca tinha visto ou ouvido falar de “trancarem os preservativos atrás de uma prateleira de vidro”.  Ao que ela me respondeu:

-Aqui nós trancamos porque senão eles são roubados.  As pessoas põem nos bolsos e saem sem pagar…

Que tal?

 

Nesse ínterim aparece o gerente.  Um homem enorme de gordo,  se arrastando nas suas pernas de brontossauro,   segurando um molho de chaves numa mão e ao mesmo tempo  nos informando que ‘aquelas não serviam’ , mas que ele ia procurar a chave certa…

( Juro que não estou inventando isso)

Eu gostaria muito de ter visto a minha própria expressão naquela hora , mas infelizmente não havia nenhum espelho por perto.  Pena.

A moça,  que já tinha virado minha camarada,  então se virou para mim e disse:

-Sabe,  tem uma Wal-Mart a duas quadras daqui.  Que eu saiba, ao contrário da maioria dos lugares por aqui,  eles lá não costumam trancar os condoms

 

Estão pensando que desistimos e voltamos para Columbia?

Nananinana.  Agora,  voltar para casa com o nosso KY era  uma questão de honra! 

No carro,  virei-me para o meu hubby e lhe disse:

-Deus realmente deve estar se divertindo muito conosco esta noite.  É como se ele estivesse assistindo à um filme do próprio Woody Allen.  Bem,  vamos ver como termina.

Assim que chegamos na Wal-Mart e entramos na gigantesca loja ( já prontos para recomeçar a peregrinação pelos aisles de ‘family planning” ,  “feminine care” , “pharmacy” etc…  , vimos logo ali,  a poucos metros dos caixas, um container imenso, cheio dos mais diferentes produtos em promoção  (pastas de dente, loções, giletes e guess what...  Um gel chamado “Warm Touch”! lol )   

-          Wow, - exclamei em português,  enquanto pegava o produto.  - olha só isso aqui!  Não é o KY, mas é o mesmo tipo de gel.  Diz até que ele ‘aquece’ .  Taí.  Palmas para a Wal-Mart!  Vamos comparar pra ver qual dos dois é melhor…

Foi aí que uma moça,  que se encontrava de costas para nós  próxima aos caixas , se virou  e exclamou

-Pâmelli!  Vocês por aqui ,  a esta hora??

Imagine!  Era a minha velha amiga de escola, do Rio,  com quem tínhamos jantado  na noite anterior em Columbia!  Ela e o marido,  que moram em Ellicot City,  tinham justamente ido fazer compras na Wal-mart aquela hora da noite…  Ele já tinha passado pelo caixa e se encontrava do outro lado,  com o carrinho cheio de compras.

-M! – foi a minha vez de exclamar.

-Eu ouvi alguém falando em português e olha só vocês por aqui…

Então eu lhe mostrei o que tinha nas mãos  e expliquei  como tínhamos vindo parar  na Wal-Mart,  em Ellicot City,  aquela hora da noite.  No caixa , meu hubby  acabava de pagar  pelo raro e controvertido produto na terra dos puritanos . Então seguimos os três para encontrarmos o seu marido do outro lado .  Enquanto ouvia o meu relato,  minha velha amiga mal se aguentava de tanto rir.

  

-E depois vocês dizem que o Texas é que é atrasado…  Lá pelo menos se compra camisinhas e KY em qualquer mercado, farmácia etc. e SEM tranca!

 

-Que estranho.   Eu não sabia que aqui era assim -  respondeu M.   – É o meu marido quem compra essas coisas…

 

Afinal nos juntamos à ele, que depois de ouvir sobre o nosso ‘ordeal’ e dar sua própria gargalhada,   nos informou que de fato só na Wal-Mart e no CVS  eles não trancavam os produtos.

 

-Mas eu não entendo por que alguem vai roubar uma coisa tão barata! – exclamou minha amiga.  Tem coisa muito mais cara para se roubar nos supermercados…

 

-Eu sim.  -  respondi. -  O problema não é a falta de dinheiro.  O problema é a cabeça de puritano do povo aqui,  que fica com vergonha de pagar pelo  produto na hora de passar pelo caixa.  Então prefere roubar.

 

- Deve ser isso mesmo.  E os  supermercados acabam tornando a coisa ainda mais constrangedora  ao forçar as pessoas a pedirem para destrancarem o “condom cabinet” e assim , se exporem ainda mais!

 

-E nós, ontem que falamos tanto dos filmes do Woody Allen, heim,  e do ótimo “Blue Jasmin”! – concluí. Este episódio, com certeza,  poderia ser uma cena de um dos seus  filmes...

 

Todos concordaram comigo.

--

 

Conclusão:

Bom,  pelo menos fomos pegos “ com a boca na botija” pelos meus  velhos amigos de infância,  um carioca e uma chilena, que viveram boa parte de suas vidas no Rio , assim como eu,  e que de puritanos não têm nada, lol. Pior seria se tivéssemos topado com o pastor que casou os dois pombinhos algumas  horas antes, a  poucos quilômetros dalí!

Enfim, no final tudo virou uma grande piada. 

 

Pois é, minha gente.  O fato é que  em New England e arredores, uma conhecida minha da Pennsylvania - que é  childfree –   jamais poderia se divertir às custas de algumas mega-famílias como ela já me confessou ter feito algumas vezes ao ir ao supermercado. ( Ela diz que quando vê uma família cheia de pimpolhos,  costuma, só de sacanagem,  pegar uma meia dúzia de camisinhas e jogar dentro do carrinho  entupido de compras da mamãe , quando esta e o marido estão distraídos  pegando algo  das prateleiras.  Depois ela segue o pessoal  discretamente até o caixa e vê a reação dos pais quando começam a colocar os produtos na esteira e de repente topam com os preservativos…lol )

 

Não em Maryland, chérie.  Aqui,  é tudo debaixo  de CHAVE !

Quer dizer,  quando o gerente da loja  encontra a chave…         

 

 

sinto-me: Divertida com os puritanos
publicado por Pâmelli às 22:12
link do post | Comentários | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Abril de 2013

A risada do americano

 

Ninguém no mundo dá uma risada igual ao Americano. Pode observar.

 

Estou falando daquela risada forte, alta e espontânea, mas também meio brega e aparentemente exagerada,  que volta e meia ele solta,  em todo e qualquer tipo de lugar. Digo “aparentemente exagerada”  porque para um estrangeiro ela pode de fato parecer meio afetada, mas no fundo , vinda do americano,  frequentemente é 100% genuína.

 

Parece irônico eu  vir  no blog falar sobre “a risada do americano" justamente  em uma semana onde a América sofreu  com dois terríveis e trágicos acontecimentos – o atentado em Boston e a explosão na fábrica de West,  no Texas.  Contudo,  quando colocamos as coisas na sua devida perspectiva , mesmo diante de tragédias nacionais tais como Newtown,  Boston e West...,  (e sem querer minimizar o enorme sofrimento na vida de todos os que estiveram direta ou indiretamente envolvidos nesses eventos),  é preciso lembrar que os Estados Unidos são o quarto maior país em extensão no mundo, com uma população de mais de 330 milhões de pessoas e que, portanto, casos como estes são bastante raros de acontecer.  Afinal , estamos  falando de um lugar maior do que a Europa  inteira! – tirando a Rússia, é claro.

 

 É preciso lembrar disso quando se fala no “número de pessoas assassinadas todos os anos na América”, seja por armas de fogo (que os americanos continuam comprando a torto e a direito...) ,seja por atentados tais como os que ocorreram em Boston ou na escolinha de Newtown, em Connecticut.   O fato é que nos E.U.  ,  ao contrário do Brasil, por exemplo,  50.000 pessoas  NÃO são assassinadas todos os anos ; nem cerca de 200 policiais tampouco.  Nem de muito, muito longe, as estatísticas por aqui chegam perto disso.

 

Mas voltando ao tema do "riso do americano"...

Desde que vim para cá., há dez anos,  isto é uma coisa que logo percebi e sempre me vejo observando nas pessoas. 

O "riso do americano" não é uma coisa exclusiva dos americanos, mas  também  se vê  em muitas pessoas que moram nos E.U. há anos,  e que portando,  já incorporaram algumas características do povo local.  É também interessante notar que ele cruza todas as fronteiras sócio-econômicas da sociedade e pode sair tanto de uma senhora da alta roda,  de um caminhoneiro,  de um estudante de medicina de Harvard , de um  alto executivo, uma astronauta, um senador  ou  um atleta olímpico. Em suma:  é o riso de um povo feliz. {#emotions_dlg.happy}

 

Um exemplo disso ocorreu ontem no meu encontro quinzenal de “Conversation” em francês, onde um dos nossos colegas,  no meio da conversa, de repente soltou uma daquelas risadas estrondosas.  Tratava-se de um jovem indiano que reside nos E.U. há anos;  um rapaz muito bonito, poliglota,  bem sucedido e noivo de uma bela e simpática brasileira ( Imagine!).  Ou seja:  exatamente o tipo do “bem resolvido” que costuma dar este tipo de risada por aqui, lol.

Por um momento nosso grupo de ex-pats ( em sua maioria formado por franceses e alguns outros europeus)   tomou um susto.  Mas as pessoas logo se recompuseram.  Afinal isto é a América,  e eles próprios ,  depois de morarem aqui por tantos anos,  hoje já são bem mais leves, bem humorados e até mesmo sorridentes, do que os seus velhos conterrâneos.

Apesar disso,  assim  como eu,  nenhum deles costuma dar (e provavelmente nunca dará)  aquela risada tipica do americano.   

 

O fato é que  durante  todos os anos que morei e viajei  pela Europa e pelo Brasil, nunca  encontrei gente rindo desta maneira.  Nem mesmo o  brasileiro,  com sua fama de “alegre e folião”, ri como o americano. (Muito menos se ele tiver um certo grau de instrução e educação e gostar de pensar que é “civilizado”, lol).

 

Já o americano, física e culturalmente isolado do resto do mundo (e na maioria dos casos, se lixando para o que não acontece nos E.U. ou esteja diretamente relacionado à eles!),  pouco se importa com o que dizem ou pensam dele (Por exemplo,  que são "gordos, mal vestidos , ignorantes ou sem classe").  Daí que,  volta e meia,  quando está entre amigos, colegas ou  membros da família,  o gringo vai lá e me solta  aquele  CÁCÁRÁ- CÁCÁ !!, em alto e bom tom, para quem quiser (e quem não quiser também...) ouvir.

 

Eu,  mesmo depois de todos estes anos nos E.U. , confesso que  não consigo soltar aquela gargalhada totalmente à la gringa - até porque sempre achei, principalmente a sua versão feminina, especialmente desclassificada. Sinceramente,  algumas  mulheres por aqui  quando riem parecem uma hiena no cio.  Really.  

 

Mas uma coisa é certa:  o riso (ou a falta dele) é o reflexo da alma de um povo,  e o do americano é assim:  forte, alto , espontâneo e, sim..brega! -  às vezes chegando mesmo a ser estrondoso demais  e inadequado no ambiente e local onde a pessoa se encontra. 

Mas este mesmo riso  é também a  marca de um povo genuinamente feliz  (e não apenas da boca pra fora, querendo fazer gênero para o resto do mundo...) . Um povo orgulhoso de ser o que é,  de ter as coisas que tem e de viver no país em que vive,  e que ele realmente acredita ser o melhor lugar do mundo.

Para muitas pessoas pode até parecer o riso do ‘bobo alegre’,  mas no fundo,  é o riso do cara que muitas vezes ,mesmo sendo  "gordo, mal vestido, ignorante  e sem “classe...”,  está muito bem resolvido consigo mesmo.  Para a raiva ou a inveja de muita gente.

 

 

sinto-me: Rindo do riso dos gringos
publicado por Pâmelli às 18:14
link do post | Comentários | favorito
|
Terça-feira, 6 de Novembro de 2012

O senso de humor Democrata

Tanto no Facebook, quanto no blog,  eu tento não ficar muito politizada.

Mas hoje é um dia especial  não apenas na América, mas no mundo todo!

Sendo assim,  aí vão dois “posters”  que uma amiga em comum ( esta sim,  MUITO politizada!) colocou na sua página do Facebook,  e que hoje eu venho aqui no Parada  dividir com vocês.

 

O primeiro é do meu comediante Americano preferido ;  o "nosso Diogo Mainardi” , lol , e uma figura com a língua afiadíssima, além de  culto, bem informado e um destilador implacável das mais puras “verdades inconvenientes”!   

Estou falando, é claro,  do Bill Mayer , que ,  para nossa sorte,  esteve em Austin no ano passado e nos brindou com um show num dos teatros mais novos da cidade.  

(Nem vou tentar traduzir pois acho que não conseguiria fazer jus ao talento , humor e visão deste grande humorista contemporâneo...)

 

Já este aqui,  bem menorzinho, como dizem os americanos:  "Made my ( childfree, lol)  day"!

 

(Basicamente:  " Se você não gosta de casamento gay, deve culpar os heterossexuais ,pois são ELES que continuam produzindo bebês gays!  "

 

 

Ou seja,  os posters são um ataque direto contra os  republicanos e suas ideias retrógradas , e em especial, ao seu  maior representante neste momento:  Mitt Romney

 

Que Deus nos proteja e mantenha a Idade Média bem longe da Casa Branca!

 

 

sinto-me: Divertida
publicado por Pâmelli às 15:18
link do post | Comentários | favorito
|
Sábado, 2 de Junho de 2012

Leitura de Verão

Ok,  chegou aquela época do ano de divulgar o meu romance – o “Copadrama”. {#emotions_dlg.smile}

Afinal o verão está aí  ( pelo menos no hemisfério norte…),  muita gente  se encontra  de férias… Então eis uma ótima oportunidade para você encomendar o meu livro  na Amazon. ( O preço gira em torno de 14 dólares pelo exemplar novo em folha  e a metade disso se escolher de comprar um já usado).   

“Copadrama- a Brazilian Tragicomedy” ("Copadrama- Uma Tragicomédia Brasileira) conta a estória de um grupo de residentes em um prédio bem típico  “classe média” em Copacabana - o famoso bairro na cidade do Rio de Janeiro.   Temos ali alguns tipos  “bem cariocas” ,  como um “Don Juan”  dos trópicos” ,  uma dedicada professora de ginástica,  um surfista boa vida, uma jovem romântica,  um aposentado de beira de bar,  uma velha hipocondríaca , um gigolô,  uma psiquiátra NADA normal …

 

Você gosta de ler o Parada??   Gosta de ‘viajar’ para lugares diferentes,  descobrir  outras culturas e outros mundos  através da leitura?  Então você há de gostar e se divertir com o “Copadrama” !

De fato,  modéstia à parte,   penso que o livro daria um excelente filme no estilo   “Comédia Romântica”,   com música de fundo de Tom Jobim ( Sim, teria que ser com música do Jobim!! )  e alguns atores famosos como Juliana Paes,  Rodrigo Santoro,  Fernanda Vasconcellos  e Antônio Fagundes.   É pena que eu não tenha uns $10 milhões  pra poder realizar o projeto!  Lol

 

O único "problema" do “Copadrama” é que ele só pode ser lido EM INGLÊS.  Então,  a menos que você esteja com esta língua bem afiada, não poderá se divertir com as maluquices, aventuras, dramas  e contratempos de seus personagens  .   É que o livro foi  publicado nos E.U.,  e portanto somente sua versão em inglês está disponível  para o público.

 

Então,  se você ainda não comprou sua ‘leitura de avião’  ou  de " beira de piscina"  nestas férias,  está na hora de pegar seu exemplar do “Copa”!    É só clicar aqui do lado,  em “ Meu livro” e entrar  na página  da Amazon.   ( E , sorry,  a versão em e-book não está disponível; apenas no bom e velho paperback).

Nota:  A Amazon  manda  entregar em qualquer cidade dos E.U.,  assim como em vários países -  inclusive no Brasil. 

 

Ok,  já fiz minha propaganda.

 

And by the way,  se você tiver, ou souber de alguém que tenha uns $10 milhões de dólares  e queira  investir em um filme (que certamente será um MEGA sucesso brasileiro, e quem sabe até internacional ! lol),   favor contactar a Pâmelli  no seguinte e-mail :  : pamelli@sapo.pt  ( E , please, nada de trotes!)

 

Sendo assim,   BOM VOYAGE -  seja de fato, ou através de uma boa leitura ...  

---

 

E agora,  um vídeo do que, eu imagino,  seria um bom exemplo de fundo musical para o "Copadrama".

( A música é "Corvovado" (Quiet Nights of Quiet Stars) , do Jobim,  cantada por Astrud Gilberto).

Simplesmente, lovely...

 

 

 

 

sinto-me: Networking!
publicado por Pâmelli às 19:03
link do post | Comentários | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Abril de 2012

Massacrando o português

 

 

( A Mônica ainda existe??   Faz tempo que estou fora do Brasil e já nem me lembrava mais...lol)

 

Volta e meia um amigo no Rio  me envia um texto que eu simplesmente tenho de colocar no Parada!  

Voilà o último que recebi {#emotions_dlg.smile}:

 

"SUA EXCELÊNCIA, A SENHORA PRESIDENTA DILMA"

 

O Diário Oficial da União adotou o vocábulo  “presidenta”  nos atos
e despachos iniciais de Dilma Rousseff.
As feministas do governo gostam de “ presidenta” e as conservadoras
(maioria) preferem presidente, já adotado por jornais, revistas e
emissoras de rádio e televisão ( afinal os veículos de comunicação têm a
ética de escrever e falar certo).

Na verdade, a ordem partiu diretamente de Dilma.  Ela  quer ser chamada
de Presidenta e  ponto final.

Por oportuno, vou dar conhecimento a vocês de um texto sobre este
assunto e que foi enviado pelo leitor Hélio Fontes, de Santa Catarina,
intitulado “Olha a Vernácula".

Vejam:

No português existem os particípios ativos como derivativos verbais.
Por exemplo: o particípio ativo do verbo atacar é atacante, de pedir é
pedinte, o de cantar é cantante, o de existir é existente, o de
mendicar é mendicante.

Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é
ente.
Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a
ação que expressa um verbo, há que se adicionar à raiz verbal os
sufixos ante, ente ou inte. Portanto, a pessoa que preside é
PRESIDENTE, e não "presidenta", independentemente do sexo que tenha.

Se diz capela ardente, e não capela "ardenta"; se diz a estudante, e
não "estudanta"; se diz a adolescente, e não "adolescenta"; se diz a
paciente, e não "pacienta".

Quer dizer,

 
"A presidenta se comporta como uma adolescenta pouco
pacienta  e nada eleganta.  Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela
ardenta, pois esta dirigenta política, com suas ideias  barbarizantas, não tem o direito de violentar o pobre
português, apenas  para ficar contenta e parecer mais  inteligenta e menos jumenta.”

 

P.S.   Sorry  se isto ofende a "sensibilidade" de alguns petistas, but for my part,  it made my day!! lol

 
   


--

 

sinto-me: Divertida
tags: ,
publicado por Pâmelli às 15:45
link do post | Comentários | favorito
|
Sábado, 4 de Junho de 2011

Piadinha Childfree

 

Recentemente,  encontrei um site childfree em português - coisa raríssima pois  99% deles são em língua inglesa e têm suas 'sedes' nos E.U., Inglaterra  ou Canadá.

 

Este,  ( Semfilhos.org)  não é tão espirituoso  ou bem escrito quanto os outros ,  mas tem lá os seus méritos - a começar por ser um dos pioneiros a abordar este  assunto no Brasil.  

A piadinha a seguir é um dos seus 'highlights' .

  O título:  '' A Borrachinha" {#emotions_dlg.smile}

 

 " Na fila do ônibus estavam o pai e todos os seus 5 filhos.

Junto deles, um senhor de meia idade, com uma das pernas de pau.

O ônibus chegou, a criançada entrou primeiro e ocupou todos os bancos vazios. Os dois senhores entraram e ficaram de pé.

Na arrancada do ônibus, o senhor da perna de pau, com visível dificuldade, se desequilibrou pra trás e o barulho foi inconfundível:

TOC… TOC…. TOC… TOC…

 

Quando o ônibus freou, a mesma coisa aconteceu, agora para a frente:

TOC… TOC…. TOC… TOC…

 

Na arrancada, novamente:

TOC… TOC… TOC… TOC…

 

E assim foi, por várias vezes.

 

Num determinado momento, já incomodado com o barulho e, ao mesmo tempo tentando ser gentil, o pai das 5 crianças disse ao perneta:

- Perdão, mas eu gostaria de fazer uma sugestão ao senhor. Por que o senhor não coloca uma borrachinha na ponta do pau? Com certeza vai diminuir o barulho e incomodar menos a todos.

 

Imediatamente, o perneta respondeu:

- Agradeço a sugestão, mas se o senhor também tivesse colocado uma borrachinha na ponta do seu, há alguns anos atrás, agora  estaríamos todos sentados, numa boa ." 

 

P.S.  Aparentemente não sabemos quem é o autor(a), mas seja quem fôr,  taí alguem com mais do que dois neurônios na cabeça e uma boa dose de humor no espírito...

                                                                                                    X

sinto-me: Diivertida
publicado por Pâmelli às 16:57
link do post | Comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 28 de Agosto de 2010

Chá pra mim...Só se fôr o ' afternoon tea' dos inglêses!

 

Categoria de post:   humor  childfree

                                 politicamente incorreto 

 

 

 

Se tem um coisa da qual eu FUJO igual gato foge de água e o diabo da cruz...  São 'baby showers'!! ( Chás de bebés )

 

Aquela concentração de mulheres ( pois os homens costumam ser poupados de tais  'programas- de- índio...) , e o falatório principalmente girando em torno de 'partos,  fraldas, mamadeiras, chocalhos e sei lá eu mais o quê!

 URGH!   Ninguem merece.

 

Logo que cheguei aqui nos E.U. fui convidada para um desses 'programaços' e nem  posso descrever o quanto padeci naquela tarde. 

Desde então , prometi a mim mesma nunca mais participar de algo parecido. 

( Hoje, o que faço é o seguinte:  mando um  cartão, um belo presente - pois afinal  este é o principal  objetivo de um chá de bébé : ganhar presentes para o bébé !!- e uma desculpa por não poder ir ao 'evento'.  Voilà: mission accomplished.

 

  Umas das muitas vantagens que temos depois dos 40, é que  chegamos  à seguinte conclusão:    não importa o que você  faça ou deixe de fazer...Sempre haverá aquelas pessoas que gostam , simpatizam e a admiram pelo que você é.   E aquelas que nunca vão passar a gostar , simpatizar ou admirar você pelo que você finge ser e não é! 

Seus 'santos' simplesmente não se cruzam.   ( E às vezes essa pessoa pode ser uma prima , uma tia,  um irmão ou até mesmo seu pai ou sua mãe ! ) Culpe a  astrologia, se quiser.  Mas  o fato é que , mesmo que você tente se anular e fingir ser outra coisa, o máximo que conseguirá  vai ser  evitar um 'barraco'   familiar.  E , é claro,  continuará sendo o primo, a irmã ou filho 'preterido'...

 

Mas,  voltando ao tópico deste post ( humor e childfreedom )...

 Esse foi o cartoon  ( ver o url abaixo)  que vi esta semana em um de meus

 childfree sites preferidos.   

Needless to say,  a comunidade childfree adorou !

 

  Já o mesmo não se pode dizer dos pró-natalistas  ( que subiram nos tamancos e enviaram milhares de comentários politicamente corretos ou indignados contra a charge de Scott Adams) 

 

Para ver a charge ,  o jeito agora é dar um pulo até o blog da Mandy ( www.childfreedom.blogspot.com)  pois no site do Scott Adams já mudou ( ou foi censurada!!)  

 

 

sinto-me: Divertida com Dilbert!
publicado por Pâmelli às 22:04
link do post | Comentários | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Mais comédias românticas...

 

 

 

  E já que estamos falando de comédias românticas -  esse gênero de filme tão apreciado de tantas mulheres (  tirando aquelas ' irremediavelmente  desencantadas  com a vida'  ...,    ou 'intelectuais demais'... ) ,   e desprezado pela maioria dos homens e críticos de cinema...

 

Aí vai uma boa lista com algumas das minhas  favoritas:

 

(Nota 1:  Como já faz tempo que deixamos de viver em um 'período romântico' ,  a maioria dos filmes são antigos! 

É que atualmente  são principalmente os filmes de horror e pancadaria que predominam nos telões ...Ah!  Me esqueci :  os que mostram as  mazelas  sociais e  as favelas,   que contam estórias de dysfunctional families  ou adolescentes grávidas,  tambem costumam ser muito populares nesses dias de hoje  ...)

 

Anyway,   vamos à lista !  (  Nota 2 :    os filmes não estão em ordem cronológica e  os títulos estão em português  do Brasil -  em Portugal frequentemente o título é outro...)  

 

1) The Sound of Music  ( A Noviça Rebelde)  -  musical com Julie Andrews e Christopher Plummer ( que está gatérrimo no filme, aliás ... :-))  - 1965

 

2) Some Like it Hot  ( Quanto mais quente melhor)   -   Marilyn Monroe ,  Jack Lemmon e Tony Curtis - 1959

 

3) My Fair Lady   -   Audrey Hepburn e Rex Harrison - 1964

 

4) Sabrina ( o antigo) -  Audrey Hepburn , Humphrey Bogart e William Holden  -1954

 

5) Sabrina ( o recente) -  com Harrison Ford , Greg Kinnear e Julia Ormond - 1995

( Julia Ormond nem chega aos pés da beleza e charme de Audrey Hepburn , mas o filme é divertido e tem o Harrison Ford e Greg Kinnear como bônus...:-))

 

6) Love in the Afternoon  ( Um amor na tarde) -  Audrey Hepburn , Gary Cooper e Maurice Chevalier  -1957

 

7) While you were Sleeping ( Enquanto você dormia) - Sandra Bullock e Bill Pullman - 1995

 

8) The Truth about Cats & Dogs -   Uma Thurman e Ben Chaplin  - 1996

 

9) Pride&Prejudice ( Orgulho e Preconceito) -  a série para a T.V. produzida pela BBC  é  de 1995 e de  longe a melhor . 

 O filme que foi feito recentemente ( 2005) com a Keira Knightley é uma bomba e um insulto à obra original de Jane Austen!

 

10) Emma -   Gwyneth Paltrow e Jeremy Northam - 1996

 

11) Love Actually  ( Simplesmente amor)  -  Hugh Grant , Emma Thompson , Colin Firth...- 2003

 

12) Notting Hill -  Hugh Grant e Julia Roberts  - 1999

 

13) Ever After ( Para sempre Cinderela) -   Drew Barrymore - 1998

 

14) Three Men and a Baby  ( Três homens e um bebê) - Tom Selleck, Ted Danson... - 1987

 

15) Working Girl -  Melanie Griffith, Harrison Ford, Sigourney Weaver  -1988

 

16) Bossa Nova - Antonio Fagundes ,Amy Irving e grande elenco brasileiro -2000

 

17) Moonstruck ( Feitiço da Lua) - Cher e Nicholas Cage - 1987

 

18) Everyone says I love you  ( Todos dizem eu te amo) -  comédia musical de Woody Allen, com Goldie Hawn , Julia Roberts etc...- 1996

 

19) You've got mail  ( Mensagem para você) - Meg Ryan e Tom Hanks  - 1998

 

20) Bridgett Jones' Diary  ( O diário de Bridgett Jones)  -  Renée Zelwegger ,  Hugh Grant , Colin Firth... - 2001 

O segundo filme , de 2004,  não é tão bom mas tambem é divertido...

 

21) How to marry a millionaire ( Como agarrar um milionário) - Marilyn Monroe e Lauren Bacall - 1953

 

22) Roxanne-  Steve Martin e Daryl Hannah - 1987

 

23) Foul Play  ( Golpe Sujo) - Goldie Hawn e Chavy Chase - 1978

A música tema é ' Ready to take a chance again'  de Barry Manilow , que fez muito sucesso nos anos 80.  ( Na América Barrry Manilow  é considerado breguésimo,  mas eu sempre gostei de suas músicas...:-))

 

24) Singing in the rain (Cantando na chuva) -  Gene Kelly, Donald O'Connor e Debbie Reynolds - 1952

 

25) Greencard -  ( Greencard - passaporte para o amor) - Gérard Depardieu e Andy Mac Dowell - 1990

 

26) All of me ( Um espírito baixou em mim)  - Steve Martin e Lily Tomlin - 1984

 

27) Return  to me  ( Feitiço do Coração)  -  Minnie Driver e David Duchovny- 2000

 

28) A Fish called Wanda ( Um peixe chamado Wanda) -  Jamie Lee Curtis , John Cleese...-1988

 

29) As good as it gets ( Melhor é impossível)  -  Jack Nicholson ,Helen Hunt e Greg Kinnear - 1997

 

30  ) E  Minha preferida   :-)    'Pretty Woman'  !  ( Uma linda mulher)    -  com Richard Gere e Julia Roberts   - 1990

 

 

 Nota 3 :  Agora,  a coisa irritante é que na maioria das locadoras o gênero parece ser tão desprezado quanto na mídia em geral .  A prova é que normalmente estes filmes não gozam de uma sessão específica intitulada "Comédias Românticas"  , mas geralmente estão jogados no meio das 'Comédias' em geral ou,  pior,  na sessão  'Infantil' ! 

 

Enfim,  se alguem tiver alguma outra sugestão e quiser aumentar a lista , seja bem vindo!

 

E agora,  uma das partes mais românticas ( a cena no bar do hotel) e divertidas ( a do restaurante) de 'Pretty Woman'  ( Uma linda mulher)...

(Detalhe:  a música - piano-  que toca ao fundo na cena do  bar é linda e simplesmente não tem nome nem gravação em lugar algum!   Ninguem sabe quem é o compositor e  tambem não faz parte da trilha sonora do filme.  

 Alguma informação?? Eu adoraria comprar se descobrisse  ....)

 

  

 

 

 

 

 

sinto-me: Numa de comédias românticas...
publicado por Pâmelli às 16:50
link do post | Comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Pepe le Pew - o gambá apaixonado

 

Resolvemos batizar a Lila, nossa nova cadelinha adotada ,  com o apelido de 'Pepe le Pew'.

É que depois de observar  por algum tempo seu comportamento  com nossa gata,  Senninha ,   chegamos a conclusão que ela é exatamente igual ao gambá francês do desenho animado!

Este, apaixonado pela  gata ( que ele pensa ser um gambá , assim como ele...) ,  vive perseguindo -a com juras de amor , enquanto  o pobre do gato vive fugindo apavorado !

A Lila não fede como o gambá do desenho  :-))   -  (  Americano é bem sacana né?  Faz um desenho  animado sobre um gambá e faz com que ele seja justamente francês!! lol)  mas é tão entusiasmada e animada quanto Pepe  cada vez que cruza com a  Senninha.

De manhã,  quando solto as duas no jardim ( após terem passado à noite em aposentos separados -   Lila no banheiro de cima e Senninha  no quarto de televisão...) ,   assim que vê o gato , o cachorro  corre imediatamente  para ele,  pula em volta, cheira suas partes íntimas sem a menor cerimônia  :-)) e abana o rabo entusiasticamente  ...Já o Senninha, apesar de não ter nenhuma reação agressiva,  simplesmente ignora o outro,  quando não lhe vira a cara ou sai de fininho para outro lado .  São os próprios personagens do desenho animado!!LOL

 

E agora ,  vamos dar uma olhada e relembrar... ( Ah,  os desenhos de antigamente eram tão mais divertidos e fofinhos do que os de hoje em dia...!!) 

 

A ver no elenco :    1)  Pepe le Pew -  o gambá apaixonado,  francês e extremamente fedorento ...no papel de Lila , o cão.  

 

                                  2)   A gata   ( que , confundida com um gambá ,  vive desesperadamente fugindo de seu indesejável pretendente...:-))   no papel de Senninha. 

 

 

  

 

sinto-me: Divertida
publicado por Pâmelli às 16:58
link do post | Comentários | favorito
|
Domingo, 6 de Julho de 2008

Mais expressões brasileiras

 

  

Bem,   estou supondo que sejam brasileiras, uma vez que têm a ver com animais típicos da fauna  brasileira...:-))

 

De repente me vi pensando nisso porque este fim-de-semana compramos uma rede ( bem no estilo brasileira:-))) para pormos em nosso jardim.  Ah,  que delícia!!

Então,  como tínhamos acabado de almoçar em um daqueles 'Texas barbecue places...' ,  já com a rede à tira-colo  e a caminho de casa  debaixo de um calor de 100 graus F.  , eu só pensava em uma coisa :   quero chegar  logo,  me deitar nessa rede e simplesmente 'JIBOIAR ' a tarde toda!!  lol

 

A jibóia,  como se sabe,  é uma cobra ENOOORME,  que mata sua presa ,ao que parece , sufocando-a  ;  depois a engole e fica durante dias,  imóvel,  simplesmente digerindo o 'almoço' ...Urgh! 

Daí a expressão  - comer , deitar e jiboiar...

 

Outra expressão é 'emperiquitar-se'  -  engraçado é que ouvimos as pessoas dizerem 'emperequetar' ao invés de 'emperiquitar' ...( erro de pronúncia??)

Diz-se quando uma mulher resolve se arrumar toda:  colocar brincos, pulseiras, maquiagem, perfume etc..., a fim de ficar tão colorida e atraente como um periquito!!

 

Depois tem o verbo 'macaquear' ... ( Não sei se esse é exclusivamente brasileiro,  pois existe uma expressão parecida até mesmo em  inglês :  "monkey see...monkey do..."

A idéia é de se imitar algo de modo  ridículo.

Hoje em dia parece que o mundo todo anda 'macaqueando' os americanos...( os 'Mac Donald's, os Starbucks, os seriados americanos ,  o silicone e o botox  seem to be everywhere!! )

 

No interior de Minas Gerais , quando alguem fica na moita  observando os outros ou uma situação ,  diz-se que ele está 'sapeando' ...( quietinho, parado e olhando o que se passa à sua volta,  assim como um sapo...:-))

 

Já no Rio,  dizemos que a pessoa está 'urubuservando' ..., ou seja,  observando as coisas e as pessoas  , assim de maneira meio disfarçada...Quem sabe com alguma 'secunda intenção'  ?  :-)

 

Outra que usamos muito ( gíria carioca?) é 'galinhar' :-))

Serve pra homem ou mulher e designa aquela pessoa que,  como as galinhas,  vive 'ciscando em todo lugar'  !  Ou seja:  flertando, azarando ou  'comendo'  todo o mundo a torto e a direito.

 

Por fim,  tem uma que eu costumo usar,  mas não pude encontrar no dicionário.  ( Será que sou só eu que uso??)  :  lesmar!!

No trânsito é bem comum chamar um motorista  que anda muito devagar de 'lesma' .   Portanto alguem que está levando tempo demais para fazer alguma coisa, estaria 'lesmando' ou , dando uma de lesma!

 

 Será que tem mais alguma ?  Com certeza deve  haver...

 

 

 

 

 

 

sinto-me: divertida com a língua
publicado por Pâmelli às 18:44
link do post | Comentários | favorito
|

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Na Terra dos Puritanos

. A risada do americano

. O senso de humor Democrat...

. Leitura de Verão

. Massacrando o português

. Piadinha Childfree

. Chá pra mim...Só se fôr o...

. Mais comédias românticas....

. Pepe le Pew - o gambá apa...

. Mais expressões brasileir...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds