Domingo, 26 de Setembro de 2010

Quando a idiotice se casa com o egoísmo patológico

 

Categoria de post : RANT ! ( desabafo)

 

É realmente incrível o nível de egoísmo aliado à falta do mais ínfimo traço de bom senso de certas pessoas.

Outro dia eu vim aqui e escrevi um post lamentando o estado de decadência da sociedade americana neste começo do Século XXI - o quanto a obesidade e o embrutecimento mental parecem ter tomado conta de BOA parte da população daquele que foi , outrora, um grande, respeitado e admirado país.

E infelizmente os 'casos' que a cada dia parecem confirmar a minha triste teoria ( de que os E.U.A. nunca mais voltarão a ser o que já foram...) pelo visto só fazem aumentar!

Eis o meu último e mais recente exemplo:

Ontem , quando cheguei a minha academia de ginástica por volta das 5 horas da tarde, estacionei meu carro, como sempre faço , em uma das vagas a poucos metros do prédio principal.

As vagas aqui ( não me recordo mais como é o caso no Brasil...), naturalmente são todas MARCADAS com faixas amarelas, claramente delimitando o espaço para cada veículo e como tudo nos E.U.  , costumam ser BASTANTE GENEROSAS. Afinal, a maioria dos americanos tem e gosta de carros GRANDES ( do tipo SUV) - especialmente no Texas.

Pois bem .

Eram cerca de 7 horas da noite ( e ainda estava claro) quando deixei a academia e saí do prédio e, ao chegar ao meu carro no estacionamento, eis a visão com a qual eu me deparei:

 

Nota: meu carro , ( um Mercedes 230 antigo - 1998- mas muito bem conservado e sem um único arranhão...) , que na América é considerado 'um carro de porte médio para pequeno...' estava completamente ENCURRALADO por esta monstruosidade ( naturalmente um SUV !) , invadindo o espaço da MINHA vaga ( vejam a faixa amarela entre os dois carros)  a tal ponto, que me foi impossível entrar em meu próprio carro pela porta do motorista! A distância entre os dois carros era, sem exagero, no máximo a de 5 centímetros.

Naturalmente, a criatura responsável pelo meu predicament, não estava por perto.

Então,( enquanto mentalmente amaldiçoava seus antepassados até o último tronco de sua árvore genealógica!) , entrei no carro pelo lado do carona (MUITO, MUITO fula da vida! ) e , abrindo o vidro do lado do motorista a fim de poder ver melhor, ainda tentei mover o veículo com a esperança de conseguir tirar o carro da vaga sem raspar no outro. Mas logo percebi que meu espelho não passaria pelo minúsculo espaço entre os dois carros e , já sentindo as chamas da ira me saindo pelas orelhas, resolvi sair do carro novamente e voltar para a academia a procura do embrutecido dono ou dona do monstrengo. Com a minha pequena manobra, contudo, a situação , que já era crítica, ficou ainda pior!

Já de volta ao prédio da academia , sou informada de que a recepção ' não contava com um sistema de auto-falantes' e que portanto não teria jeito deles chamarem a pessoa responsável pelo meu transtorno. (Naquele momento vocês já podem imaginar o nível da minha p*tice!)

Foi aí que resolvi ligar para o meu marido - que já se encontrava em casa àquela hora - e pedir-lhe para ir até lá para me ajudar a resolver o problema e assim, evitar que um homicídio DOLOSO ocorresse no Hills naquele dia.

Neste ínterim, uma criatura do sexo feminino, vestida de ginástica e na faixa dos seus cinquenta anos - e sim, aparentemente da espécie Homo Sapiens , mas com certeza com o cérebro de um Neandertal !- aparece vindo lá de fora e diz ao recepcionista que 'há um problema com um Mercedes e o seu carro no estacionamento...'

Eu juro que quase esganei a mulher.

'É claro que há um problema! - Eu respondí indignada. - A senhora quando chegou e estacionou o seu carro alí, DEPOIS de mim, invadiu o meu espaço me apertando de tal modo, que agora é impossível eu tirar meu carro da vaga sem bater os dois veículos! Eu tive até que entrar pela porta do carona , e como a senhora vê, nem gorda eu sou!

(Mais tarde , quando contei ao meu marido o que eu havia dito à mulher, ele disse que ela deve ter se perguntado 'de que planeta eu era...' - lol )

Ela então respondeu que 'não tinha visto que tinha um carro ao lado do seu quando estacionou...' ( Ãh? Como é que é??) e que 'iríamos resolver o problema'... , mas eu lhe disse que estava tão 'fora de mim' , que não podia mais mexer no carro sem realmente causar um acidente. Nós teríamos que esperar até que meu marido chegasse e ver se ELE conseguiria resolver o problema!

Naturalmente, sabendo estar totalmente errada, a criatura não teve outro jeito senão concordar comigo.

Lá fora, no estacionamento, minha irritação era tamanha , que preferi sentar no meio fio, a alguns metros dos dois carros, a fim de evitar de encarar ou trocar mais alguma palavra com a mulher. Então me lembrei que sempre carrego minha câmera comigo e pensei: Vou tirar umas fotos disso pois se contar ninguem vai acreditar. Além do mais, se meu marido não conseguir dar uma de prestidigitador e tirar o carro da vaga sem estrago algum , eu terei a prova de que foi ELA ( invadindo o meu espaço com seus dois pneus traseiros) a responsável pelo 'acidente' e portanto a pessoa que terá de pagar pelo conserto dos dois carros!

Pois foi o que fiz - bem acintosamente , com flash e tudo. E a mulher , nem um pio.

A um dado momento ela ainda teve a cara de pau de me perguntar 'quando o meu marido iria chegar', ao que eu lhe respondi: " A qualquer minuto." E acrescentei: Eu deveria já ter chegado em casa pelo menos quarenta minutos atrás. Mas pelo visto , hoje TODO O MUNDO aqui  terá que mudar seus planos para a noite !'  Depois desta ela não me dirigiu mais a palavra.

Afinal meu marido chegou ( ao contrário de mim, muito calmo...) , se apresentou dando a  mão à pithecantropus ( só ele mesmo!!), pegou a chave comigo e entrou no Mercedes. Então, com muita destreza, muito  cuidado e  sobretudo MUITA calma e paciência , conseguiu milagrosamente sair da vaga sem arranhar nenhum dos dois veículos.

A mulher, assim que viu o espaço livre ao lado, entrou no seu monstrengo e sumiu!

Quanto ao meu marido, ( que é o tipo de pessoa que NUNCA vê defeito , mal-caratismo ou imperfeição em ninguem e está sempre disposto a encontrar uma desculpa para os outros...), ao sair do meu carro e me dar as chaves, para a minha surpresa comentou:

-A mulher é  uma completa idiota...

--

Em supermercados e até mesmo na faculdade eu já vi muita gente estacionar o carro tomando DUAS vagas ao invés de uma - o que em si só , já é o cúmulo do absurdo e egoísmo. Agora, essa foi a primeira vez que vi alguem entrar numa vaga e invadir o espaço do carro vizinho ( já estacionado alí!) a tal ponto, que o dono do carro , ao voltar, não conseguisse sequer entrar pela porta do motorista e muito menos sair da vaga sem arranhar os dois carros!

E só para lembrar: Isto não aconteceu em frente ao setor de 'Emergência' de algum hospital de última do Quinto Mundo. Foi em frente ao prédio principal de uma academia de ginástica de luxo, num bairro nobre da capital do estado do Texas!

O problema, pra mim, não foi o contratempo, a inconveniência, o atraso em chegar em casa e ir preparar o jantar. Se o carro tivesse tido uma pane, um pneu furado, se tivesse caído um pé d'água e todo o mundo tivesse que passar a noite na academia, pra mim tudo bem. Não são esses 'contratempos' inevitáveis da vida que me incomodam e tiram do sério. O que eu não suporto e a coisa que me tira do sério,  é gente patologicamente egoísta, que pensa que o Universo inteiro gira em torno de si e está se lixando pro resto do mundo.

Nessas horas não é nada bom se ter o sangue latino.  Melhor é ser anglo-saxão...

 

 

 

 

sinto-me: A imagem fala por si...
publicado por Pâmelli às 18:44
link do post | Comentários | favorito
|

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30


.posts recentes

. PARIS MON AMOUR - As memó...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

. De novo rumo à Flórida

. Safari Africano, Texas st...

. Primeiro post do ano

. A última escapulida do an...

.arquivos

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds