Sábado, 4 de Setembro de 2010

Um caso de dupla personalidade

 

 

O ano passado,  em um dos eventos sociais  que participei em um restaurante italiano,  conhecí um personagem , digamos,  bastante...original.

 

Larry é um homem de aparência bem comum ( nos seus quarenta e poucos anos ,   magro, cabelos e olhos castanhos, meio narigudo...), e foi do lado dele na mesa que eu acabei me sentando.

 

Logo que cheguei  no local, recebi um elogio seu (  ‘Que lindo vestido e sapatos!’) – o qual agradeci sem grande surpresa,  já que  muitos homens americanos ( e mulheres tambem) costumam elogiar a roupa , cabelo etc... dos outros de maneira muito natural e expontânea .

Afinal , elogios são comuns nesta sociedade,  e na maioria das vezes não têm NADA  a ver com azaração. São simplesmente parte da cultura.

 

Anyway,  após  tomarmos um vinhozinho e comermos a sobremesa,   meu vizinho de mesa  de repente vai e puxa um álbum de fotografias de debaixo da mesa e me pergunta :

 

-Quer dar uma olhada no meu álbum de fotos?

 

-Ok ,-  respondi   tentando parecer mais interessada do que realmente estava.

 --

 

O álbum:

  O álbum de fotos do Larry mostrava várias fotos de grupos de mulheres , como se fizessem parte de  uma associação ou clube.  Fotos com mais de dez, quinze delas,  em pé, abraçadas e sorridentes, posando para a camera.

 

"Ok, pensei.  Um outro clube social ao qual ele pentence...    E daí?"

 .

Então  apareceram algumas fotos dele com o que me pareceu ser sua irmã gêmea.  Os dois juntos na mesma foto,  muitas vezes usando um conjunto de roupas parecidas .  Havia uma especialmente interessante,  com os dois muito bem  ‘produzidos’ ( ele de terno preto e branco e ela com um vestido no mesmo estilo e cores)

 

-Legal...É sua irmã gêmea? - perguntei.

 

Ele apenas sorriu e  trocou um olhar com a  organizadora de nosso evento.  Então respondeu:

 

-Na verdade,  ele ou ela , são a mesma pessoa...

 

Então comecei a observar melhor as fotos e percebi que , de fato,  era ele mesmo -  ora vestido de Larry,  ora  de mulher. E as fotos dos dois juntos... Photoshop é claro.   

 

-Este ...- me  informou ele , enquanto apontava para sua foto ‘masculina’,   é o Larry.  E esta aqui ( apontando para  aquela que eu havia imaginado ser sua irmã gêmea...)  é a Kate.

 

Pequena pausa.

 

-Oh...  Que interessante.  Realmente você me enganou!

 

Foi aí que , olhando novamente para as fotos das  ‘amigas’ ,   percebi que de fato eram todos homens ( drags ou travestis)  vestidos de mulher!  

 

-Legal, Larry.  Parece um grupo bem divertido.  ( O que mais eu poderia dizer ??)

Gostei em especial desta aqui , do Larry e da Kate,  vestidos de preto e branco.  Very classy...

 

“Agora eu entendo porque ele pareceu TÃO entusiasmado com meu vestido e sapatos. – pensei. - Ele deve ter se visto NELES! ‘lol 

 

O resto do nosso almoço prosseguiu normalmente e , a certa altura , nossa organizadora chegou a mencionar que eu havia escrito um romance.  Então duas  pessoas se mostraram interessadas em comprar  um exemplar in loco ( ou invés de pela Amazon)  e eu segui até o carro para pegar os livros em meu porta-malas.

 --

 Desde então,  já estive com Larry algumas vezes em mais de um evento social -  inclusive a festa de Réveillon, o ano passado,  que participamos na casa de nossa hostess e organizadora.

Aliás, na ocasião da festa ,  ele apareceu  muito elegante ( de blazer e calça dockers) e nós dois dançamos HORRORES  juntos , lol ,  já que a  música era  no estilo ‘discoteca’ ( que meu marido não suporta e muito menos sabe dançar) .

Naquela ocasião,  Larry tambem me informou que costuma ir ‘roller skating’ às terças à noite .

 

-Vocês deveriam aparecer lá  uma noite dessas...’

 

Fazia mais de vinte anos que eu não patinava mas ainda assim fiquei animada e lhe disse que iríamos sim.   Ficamos de combinar.

 --

 Vocês devem estar imaginando se eu contei para o meu marido sobre ‘o outro lado do Larry...'.

De fato eu contei sim – tanto para ele , quanto para minha mãe que , em dezembro,  tinha vindo para os E.U. para passar o Natal e Réveillon conosco.

De início os dois  pareceram  meio surpresos ( principalmente porque o tinham conhecido na festa do Réveillon, muito sobriamente vestido de 'Larry' ...) mas minha mãe apenas comentou ‘ Que coisa!’ e meu marido preferiu não dizer  nada.

 

Desde o começo do ano , já estivemos com Larry umas três  ou quatro  vezes.

Afinal , resolvemos nos aventurar no roller skating  e realmente ,  o lugar é muito divertido às terças à noite ( quando está aberto apenas para adultos e a música é principalmente dos anos 80 e 90 !! )

Confesso que fiquei um pouco intimidada em subir num par de patins depois de tantos anos  ( e olha que eu era FERA  quando patinava no Rio nos anos 80!! lol) .

  Já para o meu hubby ,( que esquia e pratica o snowboarding) a experiência foi bem  menos challenging...

Mas afinal,  andar de patins é como andar de bicicleta:  mesmo depois de meio século sem praticar, você reaprende!

E sim, eu tomei VÁRIOS tombos,  mas nada que me quebrasse os ossos...

 

 Anyway, em nosso primeiro encontro no rinque,  teve uma hora que perguntei ao Larry se ‘a Kate’ tambem costumava patinar.  

 

- Sim , - disse ele. - Às vezes ela vem...

 

Então, de repente ,  ele me perguntou:

 

-Qual do dois você prefere?  O Larry ou a Kate?

 

Eu tive de pensar um pouco antes de responder.

 

- Não sei.  Na verdade só conheço a Kate por fotografia....  E você?  Qual dos dois VOCÊ  prefere?

 

Então ele me confessou que o Larry ‘não gostava muito  de sua aparência...’  e que algumas pessoas gostavam mais da Kate por ela ser menos agressiva.

 

-Pode ser.  -  eu respondi.  – Mas , pessoalmente , não acho o Larry nada agressivo.  E tampouco vejo nada de errado com sua aparência!

 

Contudo,  depois daquele nosso  primeiro encontro e conversa no rinque,  fiquei pensando:

 

O Larry ,  sendo homem e com sua aparência tão comum, provavelmente jamais  recebeu algum  elogio físico.  Já a Kate..., com seus vestidos, saltos altos, brincos compridos , maquiagem,  PEITOS enormes...com certeza  que sim !! lol Mesmo que tenha  vindo apenas de outras mulheres...

 

-Em todo caso,  -  completei - se quiser , da próxima vez que vier ao rinque traga a Kate ao invés do Larry...

 

Ele logo se entusiasmou com a idéia e  prometeu que faria isso.

 

--

 

Meu marido,  apesar de toda sua ‘compreensão e tolerância para com as excentricidades alheias...',  não ficou muito satisfeito com a minha sugestão.

Afinal , mesmo sabendo  ‘do outro lado de Larry’ ,  ele nunca tinha conhecido a Kate na vida real!

( E a coisa interessante é que quando o Larry está  ‘de Larry’ ,  ninguem jamais suspeitaria que ele  tambem pode ser  a Kate, pois ele se veste de maneira discreta, não fala alto, não tem o menor trejeito...Nada que possa denunciar o seu ‘outro lado’.  Além do mais, trabalha como carpinteiro!  lol

 

-Você não deveria tê-lo incentivado a vir aqui na próxima vez vestido de Kate... 

 

-Ora e por que não?  Qual é o problema ?

 

-  E se alguem se enfezar com ele e uns machões resolverem lhe dar uma surra? Quem é que vai defendê-lo?  Você??

 

-Que absurdo!   Isto aqui é Austin -não  Dallas ou Chicago.  Que idéia!

 

-Mesmo assim,  acho que você não deveria tê-lo incentivado a se vestir de travesti.

 

-Ele me disse que gosta mais da Kate do que do Larry e eu lhe disse que ele poderia ‘trazê-la’ aqui da próxima vez .  Além do mais , estou curiosa para conhecer esse seu outro lado... 

 

Diante disso ele se calou,  mas nem por isso ficou mais satisfeito.

--

 Na  próxima vez que fomos ao rinque  ( e sim,  meu marido veio junto! lol) ,  foi com a Kate que nos encontramos.

De saia e blusa justa  cor-de- rosa ,  brincos de argola , uma longa  peruca, maquiagem e seus ENORMES  peitos postiços.  De fato,  ela  parecia mais ‘feminina’ do que muita mulher patinadora alí  !! lol  

 

-  Adorei seu colar de contas rosa com esse coração de cristal... – eu lhe disse, quando fizemos uma pausa após  darmos várias voltas em torno do rinque.

 

-Thank you. -  respondeu ela .

 

Kate é uma ‘moça’ muito discreta , feminina e bem comportada. E divertida,  pois gosta de se arrumar e patinar!

Meu marido,  I'm proud to say,   se portou e conversou com ela  da mesma forma descontraída e natural com que falou com Larry das outras vezes que nos encontramos.      

 

Naquela noite,  patinamos  até o lugar fechar à meia-noite. 

Na  saída, caminhamos com Kate até o seu carro e depois seguimos em direção ao nosso.

 

-Viu só?  -  eu  lhe disse, enquanto entrávamosno carro. -  Não houve absolutamente nada.  Inclusive você viu que a Kate não era a única personagem de ‘plumas e paêtes’ por lá.  Tinha até uma figura,  não sei se homem ou mulher, patinando de 'noiva' , com véu  e tudo!! 

 

-Realmente...  -  foi só o que ele respondeu.

 ---

 

Já faz algumas semanas que, todas às quintas,  meu marido e eu  frequentamos uma aula de  ballroom dancing para iniciantes .  Cada dia o professor ensina um tipo de dança diferente  e ontem foi o dia da rumba!

Em nossa turma, há sempre mais mulheres do que homens pois nem todo o mundo vem acompanhado.

 

Pois então.  Ontem a aula já  tinha começado,  e qual não foi a minha surpresa  , ao ver uma  'certa' aluna atrasada entrar na sala.

 Alta, de vestido, saltos altos,  cabelos longos , tiara, brincos e maquiagem.  Era  a Kate!

(Fazia já muitos meses que não íamos ao rinque de patinação , pois com meus novos cursos no ACC,  tenho tido que estudar  em casa toda  noite durante a semana.)

Assim que ela chegou e se juntou ao grupo , entre um passo e uma virada,  eu lhe gritei um rápido  ‘Hello!’.

E pensei um pouco apreensiva :  "O-ho...O que esses homens aqui vão fazer quando chegar na hora de dançar com ela?   Será que algum deles vai se recusar e deixar a sala?   Bem,  pelo menos  o MEU hubby  eu sei que não fará tal desfeita!"

 

Mas a minha apreensão provou ser totalmente infundada pois  TODOS  os homens alí se portaram de maneira impecável.  Os jovens, os velhos,  os que dançam bem,  os que dançam mal,  os bonitos e os feios...lol

Na hora da rotação de partners , todos   dançaram com a Kate do mesmo modo que dançaram com as outras moças e senhoras.

E no final das contas,  eu pensei,   por que não?

 

Tenho certeza que todos devem ter percebido se tratar de um homem travestido  de mulher.  ( Segundo o meu marido,  mesmo que tivessem sido enganados pelos 'outros atributos'  de Kate,   suas mãos ( de homem) a denunciariam...) No entanto,  todos se portaram como perfeitos  gentlemen.

  Assim são os homens americanos.  Mesmo no Texas.  Ou pelo menos em Austin! (  a 'São Francisco' , do rígido e conservador Sul ...)

 

Quanto à mim...

Não pude deixar de pensar se a mesma cena 'camarada'  teria ocorrido  em uma sociedade latina.

Mesmo durante uma  descontraída aula de dança de salão...

 

 

   

 

 

sinto-me: Divertida com os yankees...
publicado por Pâmelli às 19:32
link do post | Comentários | favorito
|

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30


.posts recentes

. PARIS MON AMOUR - As memó...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

. De novo rumo à Flórida

. Safari Africano, Texas st...

. Primeiro post do ano

. A última escapulida do an...

.arquivos

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds