Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

Na Terra dos Sonhos ( Segunda Parte)

             

Cinderela e seu príncipe, romanticamente recobertos de hera...

 

Categoria de post:  turismo

 

Afinal, após nossa parada histórica e cultural em Saint Augustine, seguimos para um destino bem 'diferente'... A Disneyworld! lol

 

Já sei. Deve ter gente aqui , (aquelas pessoas que frequentam o 'Parada' já há algum tempo...) que deve estar pensando : " O que você , Pâmelli, uma mulher declaradamente childfree e seu marido ( igualmente childfree) vão fazer em um lugar cheio de famílias COM CRIANÇAS como a Disney??

 Depois não reclama!"

But no worries. Quem cai na água é pra se molhar. Portanto neste post não tem reclamação mas só encantamento.

 

Bem, em primeiro lugar, devo dizer que apesar das 'famílias' serem 90% do pessoal que visita a Disney, existe tambem um bom número de casais jovens ( ainda sem filhos) , além de ( surprise, surprise...) vários casais da TERCEIRA IDADE - e sim, desacompanhados dos filhos e netos! lol

Ou seja: mesmo que você não seja mais criança nem tenha uma delas..., será sempre bem vindo à Disneyworld.

 

Afinal o mundo de Walt Disney é a terra dos sonhos , da fantasia e de todos aqueles que são 'young at heart' ( jovens de espírito) - não importa a sua idade cronológica . 

(Sendo assim, que tal  passar seu próximo aniversário de 25 anos de casamento andando  de trem fantasma ao lado do Mickey?? lol)

 

Mas falando sério...

 Por uma coincidência incrível, tanto eu quanto meu marido estivemos na Disney mais de 30 anos atrás!

 Eu era uma menininha de 10 anos...Ele um rapazote nos seus dezoito. Eu viajei sozinha, em uma excursão somente de adultos. ( Naquela época não havia no Brasil essas excursões de hoje, especializadas em levar jovens - desacompanhados dos pais - à Disney...)  De fato, pode-se dizer que eu fui a pioneira da modalidade!!

Já o meu marido  foi até lá  acompanhado de sua namoradinha da época.

 

O ano? Nenhum de nós tem bem  certeza ,  mas pensamos que deve ter sido em 78 ou 79...

 

 

De repente, enquanto seguíamos de carro para  o mais famoso dos parques de diversão do mundo,  eu lhe disse:

 

- Já pensou que talvez nós  estivemos lá na mesma época? Na mesma semana ou até mesmo no mesmo dia??

 

-É bem possível ... - foi sua resposta.

 

-E já imaginou se naquele dia,  um duende ou a fada Sininho  ,  lhe vendo tão animado  com sua namoradinha adolescente , só de sacanagem,   tivesse lhe soprado ao ouvido: 'Ei, tá vendo aquela garotinha alí andando com uma amiguinha no brinquedo do Dumbo?

 

-Qual ?- você  lhe perguntaria.

 

-Aquela magrinha alí. De cabelos castanhos.

 

-Sei. - Você responderia com aquele jeito mal humorado de aborrecente.  -  Uma pirralha de algum país da América Central... E daí ?

 

-E daí que daqui há alguns anos é com ELA que você vai se casar e  em 2010 os dois voltarão juntos à Disney! 

 

Ele quase derrapou com o carro.   lol

 

Anyway, 

nos próximos dois dias  visitamos o Epcot  ( a parte 'européia' da Disney...lol) e o Magic Kingdom ( esse sim, seu lado 100% americano!) com suas divertidas atrações, desfiles de personagens , passeios etc.

 

No Magic Kingdom , fizemos um 'riverboat cruise', ou um passeio em um típico barco no estilo do rio  Mississippi.  Depois visitamos a casa de Robinson  Crusoe,  (construída no topo de uma árvore) , andamos no 'trem fantasma' da Haunted House ( A Casa Mal-Assombrada) e no Hall of Presidents, vimos as perfeitas imitações de todos os Presidentes da América em bonecos de cera, falando e se mexendo como pessoas de verdade. 

Minha recomendação para o almoço alí: a Liberty Tree Tavern - um agradável restaurante com especialidades yankees que inclui entre outras coisas, bolinhos de salmão, bacalhau frito, saladas variadas e é claro, o inevitável hamburguer com fritas. Detalhe: as garçonetes são vestidas de pilgrims! (antigos colonos...)

 

Já no parque Epcot, visitamos o pavilhão do Canadá ( que mostra um belo filme em 360 graus) , o do Marrocos ( cheio de lojinhas no estilo Souk , com as mais exóticas bugigangas...), comemos sanduíche de baguette na parte da França   e bratwurst com Sauer Kraut ( salsicha com chucrute) no da Alemanha.

No pavilhão da França, como meu marido quis dar um pulo no setor dos perfumes ( 'para se refrescar ...), - e sim, foi ele mesmo quem quis fazer isso , não eu! lol ) descobrimos que a vendedora era brasileira.

A um dado momento e a medida que experimentávamos os perfumes, de repente ela me perguntou: 'E você, não vai querer levar um?'

Então eu lhe respondi: 'Não obrigada. Já tenho minha coleçãozinha em casa. Mas talvez meu marido queira levar um para si...''

( De fato eu esperava que ele , ao contrário de mim, resolvesse comprar uma das eau de toilette da moça, mas ele tampouco estava muito interessado em sair dalí carregando o trambolho...)

-Vocês moram aqui nos E.U. não é? De onde são?

-Moramos no Texas - respondi, meio surpresa. -Como você sabia...?

-Seu solitário. As turistas brasileiras não usam isso. Por outro lado, o fato de não ter querido comprar perfumes mostra que não é turista. Sabe como é, brasileiro quando viaja ao exterior, sai comprando QUILOS  de tudo - principalmente perfumes.

- Não tinha pensado nisso, mas o que diz  faz sentido. Turista brasileiro tem mesmo mania de compra e quanto à jóia, você tambem  tem razão. Faz tempo que os brasileiros perderam o direito de usar suas próprias jóias na rua! No entanto, deveriam aproveitar pra usar quando estão fora...

-É, deviam mesmo.

 

O calor lá fora era o próprio Sahara e como a loja estava fresquinha continuamos nos perfumes e com a conversa fiada.

Por fim, ao descobrir que meu marido era americano, ela exclamou:

 

-Nossa! Ele nem tem sotaque. Pensei que tambem fosse brasileiro. Meu marido morou um ano no Brasil mas até hoje só sabe dizer ' Graças a Deus' e 'Tô com fome'...

 

-Tambem deve ter aprendido a dizer 'Socorro!' , né? - deixei escapar antes de conseguir me conter.

 

-Não repare. - disse-lhe meu marido. Ela é assim mesmo...

 

Minutos depois, quando deixamos a loja eu lhe disse:

- Bem, pelo menos ela não concluiu que eu era uma brasileira daqui  PORQUE  me achou gorda . lol  ( Infelizmente isso é outra coisa que acontece com muitos brasileiros nos E.U.A. : eles engordam horrivelmente!!)

 

Enfim, depois de dois dias de 'atividades intensas' em meio a muita gritaria e esguichos de pistolas de água...Seguimos para Timber Pines, que é a comunidade de aposentados onde mora minha sogra.  Lá, a idade mínima para residentes é de 55 anos e crianças são proibidas! lol 

(Se quiser saber mais sobre o lugar, leia o post de 7 de janeiro de 2009 'Os retirement communities na América...)

 

Foram dois dias apenas ouvindo o canto dos pássaros, rodeados de campos de golfe e tomando banho de piscina com pessoas cuja faixa etária gira em torno dos 65 anos.   Bota contraste nisso depois de nossa maratona na Disney!

 

Finalmente, após nosso 'descanso' em Timber Pines,   pegamos novamente o carro e continuamos nossa viagem de volta  ao Texas.

Ainda tinhamos MUITOS quilômetros pela frente e duas paradas especiais pelo caminho: a primeira  em uma das mais belas praias da Flórida ( que infelizmente está com os dias contados...) e a  segunda,  em uma das  cidades mais interessantes e  animadas da América!

 

Aguardem os próximos capítulos...

 

 

 

 

sinto-me: Encantada com Disney!
publicado por Pâmelli às 03:21
link do post | Comentários | favorito
|

.Mais sobre mim

. Meu Livro

COPADRAMA

- A Brazilian Tragicomedy

(um romance em inglês de I. Pamelli M.)

. Comprar na AMAZON.com

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30


.posts recentes

. PARIS MON AMOUR - As memó...

. Leitura de verão: Três ro...

. Copadrama -Uma tragicoméd...

. De volta , mas nem tanto....

. Loucura, desgraça e um sh...

. Sorria, você está na Flór...

. De novo rumo à Flórida

. Safari Africano, Texas st...

. Primeiro post do ano

. A última escapulida do an...

.arquivos

. Junho 2017

. Abril 2016

. Julho 2014

. Junho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.flag counter

free counters

.subscrever feeds